weltkugel   

Get FREE Wing Tsun Lessons - join our Open Source Gallery

WING TSUN CLÁSSICO
Curso Compacto - WingTsun Clássico em 10 breves Lições

Curso Compacto de WT-Clássico (Gratuito)

10 Simples Lições de Defesa Pessoal Para Qualquer Pessoa

 Curso compacto do cláscico Wing Tsun

Baseado no Wing Tsun clássico, Melanie Heisch, Jan Knobloch e Carsten Schmitt demonstram neste curso compacto de 10 simples lições, técnicas efetivas de emergência.

WING TSUN CLASSIC EXTENDED - Parte 1: a intervenção preventiva
As Raízes - Prefácio ao WING TSUN CLÁSSICO

As Raízes - Prefácio ao WING TSUN KUNG FU CLÁSSICO

Fundamentos do WING TSUN KUNG FU CLÁSSICO

Técnicas Simples de Defesa Pessoal Para Homens e Mulheres

Este Curso-Básico gratuito de fundamentos do Wing Tsun Kung Fu clássico é adequado a iniciantes e leigos. São apresentadas, em 121 exercícios, técnicas de autodefesa simples e fáceis de aprender. Os movimentos demonstrados são baseados essencialmente no WT clássico (Sistema-LeungTing) que eu aprendi até 1999, bem como alguns desenvolvimentos próprios que foram adicionalmente incorporados, vez que alguns aspectos não existiam (ex: Luta no Chão).

Foi uma decisão muito difícil publicar algo que eu criei tantos anos atrás (1999) e que não representa o meu atual "estado da arte". Por que isso foi tão difícil? Muito simples, pois o meu atual "DRAGOS WING TSUN KUNG FU" é muito diferente do WT clássico. Por exemplo, o que é mostrado aqui não necessariamente corresponde ao que eu faço hoje. Este fato, todavia, sempre abre espaço para "ataques" dos maledicentes. Gastei metade da minha vida questionando o Wing Tsun Kung Fu e continuei a desenvolver todos os aspectos da arte marcial. Os possíveis interessados poderão encontrar minhas criações atuais na parte do menu "DWT 3.0: Fragmentos e Amostras da DWT-Online-Academy" da categoria DRAGOS WING TSUN KUNG FU no menu principal deste Site.

O ótimo é inimigo do bom, assim diz o ditado. Todavia eu, definitivamente, acredito que o "melhor" possa ser amigo do "bom", pois toda e qualquer jornada se inicia com o primeiro passo. O DRAGOS WING TSUN KUNG FU oferece ao praticante de WT muitas abordagens inovadoras e conceitos até então desconhecidos. Por outro lado, traz consigo a implementação de uma abordagem holística que objetiva integrar todos os aspectos da arte marcial e também o desafio de uma "curva de aprendizado" mais drástica. Precisamente aqui os objetivos serão separados e todos precisarão decidir: quero aprender rapidamente, a qualquer preço, ou busco pela perfeição? Aquela pessoa que busca apenas um punhado de técnicas capazes de lidar com os cenários mais comuns, tirará muito proveito do curso básico WING TSUN KUNG FU CLÁSSICO ESTENDIDO apresentado.

Aqueles que desejam ir além das simples técnicas mostradas aqui, por terem percebido que as artes marciais são capazes de enriquecer sua vida, estão convidados a conhecer os desafios do DRAGOS WING TSUN KUNG FU - A busca pela perfeição começa. E eu posso garantir: é divertido e excitante ao mesmo tempo!

Eu desejo a todos muito sucesso nesta jornada

Atenciosamente,

Martin Dragos

Sifu Martin Dragos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Introdução - Fases do Surgimento de Conflitos

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Fases do Surgimento de Conflitos

Na primeira parte deste curso gratuito você aprenderá:

 Contextos psicológicos e estratégias de prevenção de conflitos
• Técnicas básicas simples
• Ação preventiva, dh. no início do ataque do oponente

 

A Defesa Pessoal se Inicia na Mente!

A defesa pessoal não se inicia quando observamos estarmos expostos a um ataque que ameaça nosso corpo ou vida, mas muito antes disso. Todos nós somos familiares a situações cotidianas onde alguém toma nosso espaço ou nos restringe de algo: o motorista do carro, no estacionamento, que toma nossa vaga "embaixo de nosso nariz" ou o cidadão que rouba seu lugar na imensa fila do cinema - são citados como exemplos de situações aparentemente "inofensivas". Porém, tais situações podem levar a conflitos mais severos. O mais importante é reconhecer, em um nível psicológico, o que está acontecendo em cada caso. Podemos, desse modo, observar as seguintes fases do surgimento de conflitos:

Fases do Surgimento de Conflitos

Fase 1: Percepção visual e avaliação da situação pelo agressor
Na fase inicial, a definição de qual será nosso “antagonista” ainda não é uma coisa muito clara. Através de avaliação, conhecimento da natureza humana e verificação através de contato direto com os olhos, ele busca produzir uma imagem de nossas forças e opta pelo pior das avaliações: este aqui é o tipo de pessoa que eu posso "abusar"!

Fase 2: Ataques verbais/ Provocação
Encorajado por sua primeira impressão, o agressor progride para a ação: ele rouba nosso espaço e nos provoca.

Fase 3: Atitudes Ameaçadoras e Troca de Empurrões (Primeiras Interferências Físicas)
Em outra “Fase de Testes”, o agressor quer saber quão longe ele pode ir. Ele já foi capaz de ganhar confiança suficiente nas duas primeiras fases. Ele faz uma investida desferindo as primeiras ofensas físicas (Segurando a blusa, gestos ameaçadores, cutucadas, etc)

Fase 4: Ataques e Escalada da Violência
Pessoas realmente ruins agora progridem para a ação. Não é incomum que a "vítima", já completamente intimidada, seja incapaz de fazer algo e se veja completamente à mercê do bandido. Muitas vezes não existe explicação para o motivo do desespero de uma pessoa atormentada.

 

Impedir a Escalada Logo no Início

É importante ter a consciência de que o resultado de um conflito é estabelecido muito cedo. Logo no início, uma das partes é passiva e assume papel de vítima enquanto a outra assume o papel de agressor. Este aqui é definido como o “Intruso” que , sem causa definida, rouba nossa liberdade de ir e vir. É uma espécie de jogo de Poker.

É precisamente por isso que você deveria intervir logo no início e impedir o conflito! Quanto mais tarde ocorrer a intervenção, mais difícil será evitar o processo subsequente da escalada. Apenas nos estágios iniciais do conflito ainda será facilmente possível definir seus rumos .

O agressor deve ser capaz de perceber que não deixaremos algo ser feito contra nós e que, por isso, somos "impróprios" para ele. Você deve ser capaz de mostrá-lo claramente que está pronto para defender o seu espaço.

Ao fazermos isso de forma crível e com convicção, ocorrerá um efeito de dissuasão sobre o "abusador". Desperte o guerreiro que vive dentro de você e que está disposto a ir até o limite. Isto, absolutamente, não está relacionado a uma agressividade mal entendida, a qual somos expostos durante a vida, mas à consciência de que uma agressão intencional pode ser um importante instinto de sobrevivência. Muitos conflitos podem ser evitados deste modo.

Não cometa o erro de permitir uma escalada espiral emergente de ameaça através da passividade. Mantenha o olhar reto, firme e mire a face do agressor. Defina sua postura, dê uma advertência para que ele pare com os insultos e demonstre claramente às testemunhas que você é a parte que não está disposta a iniciar uma briga. Mencione as punições às quais ele estará sujeito caso continue (ex: a exposição, perda do emprego, reprovação da família etc.). Esqueça as boas maneiras e não se envergonhe de até mesmo falar uma linguagem que seja entendida pela outra parte. Enfatize seus comentários através de gestos significativos (veja Exercício 1: Uso da Linguagem Corporal e de Gestos Para Evitar Conflitos)
. Caso você não possua uma posição realmente firme devido a falta de habilidades, busque a ajuda de outras pessoas: peça que alguém ligue para a polícia, tire o agressor do anonimato e relate aos transeuntes que testemunham a situação, etc.

Exercício 1: Uso da Linguagem Corporal e de Gestos Para Evitar Conflitos

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 1: Estratégias Para Prevenção de Conflitos

Exercício 1: Uso da Expressão Corporal e de Gestos

 
 

Ao lidar com situações de conflito, o uso de nossa expressão corporal pode ser útil e auxiliar na solução. Ela serve a diferentes finalidades:
- Reforçando e destacando nossas afirmações 
- Clareza sobre nossas intenções - especialmente nas dificuldades de comunicação relacionadas a linguagem
- Vantagens defensivas estratégicas caso seja realmente necessário se defender
- Ações juridicamente corretas em termos de
Defesa Pessoal

O Manejo de Conflitos é Realizado em Duas Fases:

Fase 1: Demonstre os limites assinalando a prontidão em se defender. Se for apropriado, busque uma solução amigável para a situação.

Aqui é extremamente importante que você acima de qualquer coisa NÃO hesite/vacile em nenhum momento, uma vez que isso pode ser interpretado pelo agressor como uma fraqueza. Compartilhe sua opinião e enfatize sues advertências com gestos correspondentes (Figura 2). Caso você note, durante o curso da conversa, que sua expressão firme/decidida  surtiu efeito, será possível acalmar a situação, ajudando a outra parte a não ser sentir mais envergonhado por sua ação impensada (Figura 3). Pois isso seria necessário para ele, se necessário, uma razão para a continuidade de suas ações.

 
 
  Posição Inicial
Figura 1: O conflito começa. O agressor desfere agressões verbais e ameaças. Permaneça impassível e mantenha o auto-controle.
 
 
 
  Apontando os limites
Figura 2: Mostre à outra parte que você não será intimidado e está pronto para se defender. O dedo indicador diz claramente: “tenha cuidado com suas palavras, caso contrário me conhecerá de outra maneira".
 

Neutralize a situação
Figura 3: Se o outro está irritado pela nossa presença e pára para decidir se irá continuar ou não, ajude-o. Forneça proativamente, se necessário, uma solução mutuamente acordada, para que ele não se sinta ainda mais envergonhado. ex: “Não vou discutir com você, essa situação não leva a nada!. Melhor esquecermos tudo isso.”

 
 
 

Fase 2: Preparação para confrontação física e possível alerta final

Pode acontecer de o oponente não ser impressionado por nossas palavras ou através da determinação em nos defender e continua a vir em nossa direção, damos um passo para trás e esperamos por ele. Esta abordagem é particularmente importante frente a testemunhas pois, em caso de processo judicial posterior, o juiz sempre fará a pergunta crucial: “Quem foi o primeiro a "ir pra cima" do outro?” Deste modo estamos, sob esse aspecto, do lado "seguro". As posturas e os gestos devem, assim, ser escolhidos de tal forma que seja possível uma solução rápida a partir de uma posição central.

  Pare - não avance mais!
 
  Figura 4: A expressão corporal é clara: “Um passo mais perto e ataco!” Essa expressão corporal mais drástica serve como um último aviso.
 
  Dica  
 
  Estabeleça os limites através da expressão corporal
 
 

Figura 5: Essa variação é mais "gentil" e menos ameaçadora: “Fique aonde está, não chegue mais perto de mim!”

 

Faça um "teatro" com seus parceiros de treino simulando situações de conflito. Quais palavras escolher? Seus gestos usados para tentar parar a agressão são convincentes e expressivos o suficiente? Prepare-se através da simulação prática de tais situações. Ironicamente, você quase nunca necessitará utilizar técnicas de defesa pessoal, mas se você possui as habilidades apropriadas, seus oponentes serão capazes de literalmente "sentir" sua plena capacidade de se defender caso seja necessário.

Exercício 2: Contra uma Abordagem Lenta → Chute na Virilha

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 2: Prevenção de Chutes e de Ataques Indefinidos

Exercício 2: Contra Uma Abordagem Lenta → Chute ao Abdômen

 

Posição Inicial
O agressor claramente aborda o Sifu Dragos com intenção hostil, mas o ataque é indeterminado. Ex: ainda não é possível saber como o agressor irá atacar. O agressor simplesmente continua a se dirigir em direção de Sifu, apesar dos pedidos e advertências para que parasse.

     
O agressor se aproxima  
  Solução
Figura 1: Sifu transfere o peso inteiramente para a perna de trás. Seus braços estão em posição despretensiosa, porém central e à frente do corpo para que possam ser utilizados rapidamente, caso seja necessário. Devido a sua posição de corpo e pernas ações rápidas e surpreendentes como um "stop kick" ou realizar posturas protetivas para o abdômen com a perna da frente.
 
  O oponente é atingido por um chute não telegrafado.
 
 

 

 

Figura 2: Uma vez que o agressor continua sua abordagem, Sifu necessita agir, pois precisa calcular que estará ameaçado, uma vez que ele reduz a distância com relação às pernas do oponente. Um chute com o peito do pé, rápido e não telegrafado, aos genitais encerra a situação.

Nota: A distância crítica se inicia no alcance de nosso chute, a partir da qual podemos ser tirados de ação por uma potencial arma (soco, chute, etc) de um oponente. Devemos agir, no mais tardar, a partir daí
.

 
 
 

 Dica

 

Quando executamos chutes ou técnicas de perna de qualquer tipo é recomendado que se utilize a visão periférica. Ao manter contato com os olhos, não telegrafamos a próxima técnica que será desferida. Quando utilizamos a visão periférica (borrada), os detalhes são prejudicados mas temos a vantagem de uma percepção mais ampla que traz ganhos estratégicos e de segurança no momento da abordagem. Este tipo de percepção está presente na forma elementar e de meditação "Siu Nim Tao" (veja também Treino de Formas - Siu Nim Tao-, Chum Kiu-, Biu Tze- e Forma do Boneco de Madeira ). Instintivamente, um iniciante que deseja enxergar nitidamente todo o ambiente em momentos de ameaça poderá gerar, para si mesmo, graves riscos em potencial. Neste caso, todavia, a visão turva pode trazer vantagens.

 

 

Exercício 3: Contra uma Investida Rápida → Chute Direcionado ao Tronco

→WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 2: Prevenção de Chutes e de Ataques Indefinidos

Exercício 3: Contra uma Investida Rápida → Chute Direcionado ao Tronco

   
 
 
  A intenção do oponente ainda não é clara
  Posição Inicial
Figura 1: O agressor se aproxima rapidamente de Sifu Dragos. 
 
  O oponente ataca - nós avançamos
 

Solução
Figura 2: Enquanto ainda há uma considerável distância corporal para Sifu, o agressor necessita dar um passo intermediário para se aproximar. Sifu tem a oportunidade então de executar uma solução universal (avançar com perna e braço). Sifu assume uma postura mais ereta e avança executando, simultaneamente, um soco e um chute.

  o oponente é impedido de avançar e também é atingido.
 
  Info  
 

Figura 3: O chute de Sifu chuta a bexiga do oponente, pois é mais efetivo do que tentar atingir o estômago. Por outro lado, queremos impedir que o oponente agarre nossa perna. O efeito seria uma "dobra" ex: sua cabeça seria jogada para a frente. O ataque de soco simultâneo de Sifu é capaz de alcançar a cabeça do oponente, sem maiores esforços. Com o afastamento da cabeça e a posição interna do choque do soco e do chute, o soco do oponente "escorrega" para fora ou também será incapaz de alcançar a cabeça de Sifu, devido ao alcance diminuído.

 

A Solução-Universal - o avanço com perna e braço - é uma ação simplificada e que pode ser bem sucedida em muitas situações. Ela é a reação para a aproximação do agressor. Assim, não reagimos primeiramente a técnicas executadas pelo oponente, mas na aproximação física. A partir da chamada "distância crítica”, ex: a partir da distância de uma perna esticada, avançamos de encontro ao agressor, quebramos o seu timing, encurtamos a distância tomando a iniciativa, não tempo suficiente para tomar decisões. A Solução-Universal é uma estratégia de "defesa-ofensiva", pela qual buscamos alcançar o resultado no menor tempo possível. Nos tornamos o "carrasco" do abusador "surpreendido" e roubamos o tempo e espaço necessários para suas ações.

O avanço geralmente é executado em 1 passo, dependendo das circunstâncias. A posição inicial e a oferta de espaço - caso necessário ou apropriado -  podem ser prolongadas à distância de um chute. Neste exercício, utilize primeiramente um soco - caso ainda tenha dúvidas a respeito do funcionamento dessa estratégia, por favor acesse Exercício 11: Exercício Básico "Socos-Corrente".

 

    

Exercício 4: Exercício Básico "Solução Universal": Avançar com Braço e Perna

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 2: Prevenção de Chutes e de Ataques Indefinidos

Exercício 4a: Exercício Básico "Solução-Universal" → Avançar Com Perna e BraçoQD1 /Lektion 2 Vereiteln von Tritten und unbestimmten Angriffen im Augenblick der Entstehung

 

Solução-Universal Com ou Sem Passo de Transição
À seguir, a Solução-Universal - o avanço com braço e perna - será explicada em detalhes. Quando nos encontramos muito distantes do oponente, a postura neutra IRAS (Internal Rotation Adduction Stance) poderá ser adotada (Figura. 1). a vantagem desta abordagem é a flexibilidade para ações adicionais. Na maioria dos casos, é utilizada para sobrepor a longa distância através de um passo de transição e se possível, um chute. Aqui o chute, ao mesmo tempo, protege nossa área genital durante a abordagem. (Figuras 1- 4). Caso o confronto se inicie, de forma inesperada, em grande proximidade com o oponente, ex: à distância de uma perna esticada, deve-se manter uma perna à frente enquanto se efetua a abordagem, para proteção (Figura. 1b). Dessa posição também é possível chutar ou avançar rapidamente com trabalho de passos.

           
 

Figura. 1: Na posição de luta prévia IRAS os joelhos têm uma leve pressão, um direção ao outro, os braços estão posicionados na posição central, em frente ao tronco.

  Internal Rotation Adduction Stance
 
   
 

Figura. 2: A seguir, se executa o passo intermediário, com os pés ligeiramente virados "para fora". 

   
   
 


Figuras. 3+4:
O levantamento da perna e o próprio chute protegem a área dos genitais.

   
       
     
       
       
         
       
     
       
     
   
   

Posição Alternativa de Pré-Luta

 
       
     
   
     
   
     
       
     
       
         
           
         
       
     
     

Figura. 1b: Em situações aparentemente indeterminadas, quando não há certeza clara sobre a real intenção da outra pessoa ou quando o ataque se inicia de surpresa a uma distância curta, uma proteção dos genitais deve ser feita com a perna forte à frente. Dessa posição é possível avançar ou chutes não telegrafados.

 
     
 

Figuras. 5+6: Depois do chute, que idealmente deve ser executado utilizando a perna forte, ao mesmo tempo em que o pé toca o chão, o segundo soco é executado. Em seguida, mais socos e passos rápidos para a frente.

     
     

Exercício 4b: Passos Para a Frente -e "de Perseguição"

 

Passo Para a Frente
A seguir, estão os passos para frente e o sucessivo ou de perseguição, que fazem parte da Solução-Universal. explicados com mais detalhes:

 
   
   
   
 
 

Figura. 7: Sifu Dragos em IRAS:
Antes mesmo de executar o passo, as pernas possuem pressão entre si (tensão nos adutores). Isto permite então que o movimento circular a seguir, executado pela perna direita, seja mais rápido. A perna esquerda deverá ser puxada diretamente para a linha linha (preta) imaginária
.

 

 

 
   
   
   
 
 

Figura. 8: Sifu transfere seu peso corporal para a perna esquerda. Ele movimenta a perna direita para mais próximo da perna esquerda.

 
 
   
   
   
 
 

Figura. 9: Enquanto avança para próximo da perna esquerda, ela desliza sobre o chão em uma linha imaginária, "desenhando" um um semi-círculo.

 
   
 
 

Figura. 10: Finalmente, a perna esquerda é trazida exatamente (e ao contrário da perna da frente, arrastada!)  sobre a linha.

A orientação dos pés na posição final é paralela e seguem um ângulo de 45° com relação à linha. O quadril e o tronco estão direcionados para a frente e o peso corporal está inteiramente na perna de trás.

 

 

Passo Sucessivo- ou. de Perseguição

           
     
       
         
       
     
   
 
 

Figuras. 11-13: Após o primeiro passo (Figuras. 7-10) avance levemente a perna da frente (Figuras. 12), faça uma conexão e puxe a perna de trás através da pressão nos adutores (Figura. 13). É uma questão do chamado "passo de perseguição". Novamente, a perna de trás suporta todo o peso corporal durante todo o processo. A sequência 11 a 13 se repete constantemente para os passos que se seguem. O trabalho de passos do WT é constituído por sequências de passos curtos, porém rápidos. Isto é possível pois o peso é mantido sempre na perna de trás, ao mesmo tempo em que permite aplicar chutes com a perna da frente enquanto se avança. Adicionalmente, a postura estreita de joelhos provém proteção adicional contra chutes aos genitais.



Exercício 5: Solução Universal Contra Chute alto

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 2: Prevenção de Chutes e de Outros Ataques Indeterminados

Exercício 5: Solução Universal Contra Chute Alto

  Ao atingir a cabeça, o oponente resta incapacitado de chutar.  
 
 

Figuras 2+3: Logo que o atacante esteja mais perto que a distância crítica (distância de uma perna), Sifu avança vigorosamente com um passo + soco. Desta forma, o chute do oponente não acerta seu alvo.

 
 

Info

 
 
 
  Oponente se aproxima
 
 

Figura 1: O atacante se aproxima de Sifu Dragos com um passo intermediário e arma o chute com a pena de trás. Ainda não podemos identificar se o chute será baixo ou alto.

 
 
 

Figura 3a: O agressor não é capaz de "desenvolver" a força de seu chute, uma vez que o golpe desferido à sua cabeça por SIfu o joga para trás, tirando seu equilíbrio.

 

Avançar vigorosamente em face de uma forte arma corporal como um chute exige determinação. Como um iniciante, alguém seria instintivamente mais inclinado a recuar para escapar do chute do oponente. Mas, dessa maneira, não resolveríamos a situação. Ao invés disso, existe o risco de a pessoa, ao recuar, dar outras oportunidades para um segundo ataque. Ao diminuirmos a distância estaríamos, desse modo, seguindo a máxima “acertando a cabeça, não há chute”. Durante o processo, deve-se avançar como um velocista ao ouvir o tiro de largada. Deste modo, perturbamos o timing do oponente e o alcançamos antes que possa recompor seu posicionamento. O atacante, desta maneira, é incapaz de desenvolver a força de seu chute, pois sua cabeça é deslocada para trás. A mesma solução funciona até mesmo para chutes baixos.

   

Exercício 6: Chute-Barreira Contra Chutes Baixos e à Meia Altura

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 2: Prevensão de Chutes e de Outros Ataques Indefinidos

Exercício 6: Chute-Barreira Contra Chutes Baixos e a Meia Altura

Posição Inicial: Ataque se inicia de uma distância maior (ex: o agressor denuncia que vai executar um chute)

Agressor se aproxima. O agressor prepara um chute - a deformação passiva do Bong-Gerk acontece. O chute é frustrado pelo chute-barreira de Sifu.

Figuras. 1-3: O atacante faz um chute a longa distância. De frente para o agressor o Sifu Dragos faz um Bong Gerk  na perna do agressor parando o chute. Durante toda a execução o Sifu mantém contato visual para ter uma visão geral das ações do atacante.  

 

Close - Bong-Gerk do chute-barreira  

Sifu impere o chute do agressor com um chute-barreira Tan-Gerk

Figuras. 3a+ 3b: O chute-barreira é sempre um passo transversal à direção da passagem da perna de ataque para aumentar a probabilidade de interceptação. Em momentos de pressa ou situações aparentemente caóticos, isso nos dá mais segurança. Se nesta movimentação perdermos a perna do agressor a nossa tíbia neste ângulo fornece uma proteção adicional.

 

Figuras. 3b: O agressor executa seu "Low-Kick” com a perna esquerda. Executamos um "Chute-Barreira Tan-Gerk-Stopptritt”, mais uma vez de modo a estebelecer um ângulo transversal (perpendicular) ao chute do agressor. 

 

O atacante executa um chute rápido em direção ao abdômen do Sifu. Ao tentar executar o chute-barreira- o que ângulo de perna do Sifu deve fazer - cria uma deformação passiva Bong Gerk (Figura 6a). Isso trava o chute gentilmente. 



         
       
    Ao levantarmos a perna para chutar, o Bong-Gerk oferece uma proteção passiva ou como efeito colateral de nossa tentativa de chutar no timing certo.  
   
 
  Após frustrar o ataque do agressor, ele será tirado de ação por um contra-ataque   O levantamento da perna minimiza o ímpeto do chute baixo e absorve o impacto do chute baixo, em parte.  
   
 

Figura. 7: Após neutralizar o chute, Sifu procede imediatamente com um passo à frente, preparando-se para o contra-ataque. Enquanto prepara-se para avançar, sua perna ele estabelece contato com a perna do oponente, para prevenir possíveis ataques posteriores (Figura. 6c). Seu joelho direto está levemente curvado, cruza a tíbia do agressor e aplica pressão para a frente.

   
     
      Através da pressão para a frente, a perna do oponente também está sob controle.
   
   

Figura. 6b: Se a passagem de outra direção ocorre, a deformação passiva Tan Gerk poderia surgir.

 
   
 
  Dica  
 
 

Um ataque a curta distância geralmente ocorre muitas vezes quando somos surpreendidos ou a situação é inicialmente indeterminada, ie. os atacantes potenciais não existem para detectar se haverá um ataque e como ele se parece. Ao aproximar-se nós, por segurança, devemos colocar uma perna a frente. Como um chute ao abdômen à curta distância pode ser difícil de ser interceptado - por dispormos de muito pouco tempo para executar o chute-barreira - escolhemos a interceptação passiva, expondo nossa "canela" ao chute, A mitigação do dano segue o seguinte conselho: É melhor ter uma perna "roxa" do que ser chutado nos genitais. A posição protetiva é formada por um Bong-Gerk (Figura. 6a) ou Tan-Gerk (Figura. 6b) e deste modo, para que possa ser considerada como passiva, visto que é um efeito colateral da da tentativa de efetuar um chute-barreira (ex: se formos mais rápidos do que nosso agressor, executaremos o chute-barreira sem maiores problemas, Caso contrário, o chute do oponente será interceptado pelo Bong. De um jeito ou de outro, nosso chute-barreira cumpriráo seu objetivo).

Importante: Efetue o chute-barreira - sempre que possível - utilizando a sua perna mais forte!

 
   

Exercício 7: Chute-Barreira ao Quadril Contra Chute Giratório

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 2: Prevenção de Chutes e de Outros Ataques Indefinidos

Exercício 7: Chute-Barreira ao Quadril Contra Chute Giratório Reverso

 
  Agressor se aproxima e se prepara para executar um chute lateral
 

Figura 1: O atacante transfere seu peso para a perna esquerda para completar um chute giratporio reverso.

 
 
  Chute-barreira ao quadril
 

Dica

 
 
 

Obviamente, contra oponentes capazes de executar técnicas de chute rápida e precisamente, o chute direcionado à pélvis é uma estratégia segura para impedi-los. Apesar de técnicas de chute serem muito sofisticadas e difíceis de estimar, a defesa através de um chute à pélvis é fácil de ser executada finalmente enquanto as pernas do agressor ainda estão juntas. A pélvis se move de maneira mais lenta e é, deste modo, mais fácil de ser acertada. Essa variante de abordagem pode ser executada com relação a qualquer tipo de chute ex: não importa se o chute é direcionado à cabeça, giratório ou lateral. No caso acima, o encontro se iniciou já muito próximo do atacante. Caso o conflito se inicie em uma distância mais longa, podemos substituir como alvo o quadril pelo joelho da perna oposta, a qual executa o passo intermediário de ligação.

 
  O chute ao quadril impede que o agressor conclua o seu ataque.
 
 

Figuras 2+3: Sifu Dragos chuta a pélvis do agressor com um chute-barreira-Tan-Gerk. O agressor, deste modo, é incapaz de executar seu chute desde a "raiz".

 

Exercício 8: Contra Chute Lateral → Chute-Barreira no Quadril

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 2: Prevenção de Chutes e de Outros Ataques Indefinidos

Exercício 8: Contra Chute-Lateral → Chute-Barreira ao Quadril

 
  O agressor se aproxima, Sifu Dragos está em posição de pré-luta
 

Figura. 1: O oponente está a uma distância maior que a de uma perna e por esta razão Sifu Dragos assume uma posição neutra de pernas. Desse modo, o atacante deverá se aproximar bastante para poder acertar Sifu.

 
  O oponente chega a uma distância crítica de uma perna - Sifu Dragos perturba o timing do oponente, dando um passo à frente.
 

Figuras 2+3: Sifu executa um passo intermediário com a perna esquerda para se prevenir e quebrar o timing do oponente. O chute-barreira na verdade é executado com a perna mais forte.

 
  Enquanto mantém seu abdômen protegido, Sifu contra-ataca com um chute ao quadril do agressor.
 

Figura. 4:
O atacante não pode desenvolver seu chute lateral, uma vez que o chute frontal de Sifu frustrou sua abordagem logo na origem do movimento.

 
 

 Dica

 
 
 

Usualmente esperamos que o oponente se aproxime para dentro de nossa distância crítica e avançamos em direção a ele, protegidos. A execução do primeiro passo intermediário é devido a desvantagem estrutural, normalmente invisível (o oponente pode chutar nossa perna enquanto o executamos). Uma exceção seriam situações nas quais o oponente aparentemente não está pronto, está descuidado ou desatento. Aqui, podemos obter uma vantagem através de uma abordagem surpreendente.

A posição inicial neutra (Postura-IRAS) nos dá a oportunidade de forçar o oponente a obrigatoriamente se aproximar de nós e poder ser capaz de nos alcançar para executar, por exemplo, um chute baixo, etc. Isto oferece a vantagem de podermos encurtar a distância mais rapidamente enquanto acontece a aproximação.

Esta abordagem enérgica é uma estratégia muito bem sucedida, quando se trata de não dar tempo para o oponente pensar. Tentamos, dessa maneira, resolver o combate em poucos segundos.

 
 
  O chute de Sifu impede que o chute lateral do agressor seja executado.

Exercício 9: Contra Chute Alto → Chute-Barreira ao Quadril

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 2: Prevenção de Chutes e de Outros Ataques Indefinidos

Exercício 9: Contra Chute-Alto → Chute-Barreira ao Quadril

  O oponente transfere seu peso corporal.
 
 

Figura. 1: O oponente está significativamente mais distante que a distância crítica e por isso Sifu Dragos assume uma postura neutra. Assim, o atacante sempre deverá chegar mais perto para poder alcançar Sifu.

 
 
  O oponente não é capaz de golpear Sifu, pois é bloqueado por um chute-barreira no quadril.  
 
 

Figura. 3: Sifu frustra o chute no momento de sua origem utilizando um chute "Tan-Gerk-Tritt" ao quadril.

 
 
 

 Dica

 
 
 

Esta situação também poderia ser resolvida utilizando-se uma ação rápida através de um passo à frete + soco (veja Exercício 5: Solução Universal Contra Chute Alto). Isto levanta o questionamento a respeito das habilidades e qualidades individuais: um praticante como menos peso corporal será capaz de "explodir" e avançar mais rapidamente que outro mais pesado. Para este último, esta variante será mais fácil de implementar e o dará mais segurança. Quaisquer sejam as preferências individuais, cada um deve decidir por si só através da experiência prática.

 
 
 

 

 
  Sifu Dragos perturba o timing de seu agressor, indo de encontro ao oponente ao mesmo tempo em que ele dá o passo intermediário.  
 
 

Figura. 2: O atacante efetua um passo intermediário e está pronto para executar um chute giratório.

 
 
  Executando a variante diagonal do chute-barreira  
 
 

Figura. 3a: Sifu utiliza um "chute-barreira Bong-Gerk” ao quadril do agressor, enquanto este tenta executar um chute circular alto/baixocom a perna direita.


Wing Tsun Holzpuppe Modell

Exercício 10: Prevenção de Socos → Pak-Sao Exterior Com Controle de Perna Contra Agressor em Base Baixa e Invertida (Canhoto)

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Líção 3: Prevenção de Socos - Contra Base Invertida

Exercício 10: Pak-Sao/Soco Por Fora com Controle de Perna

 
 

Figuras. 2-4: Sifu Dragos se aproxima do atacante antes que este consiga executar seu golpe, iniciando um soco com o o braço mais forte. Aqui, o braço esquerdo de Sifu controla e suprime para baixo, com um “Pak-Sao”, o antebraço do oponente. A perna direita de Sifu Dragos controla a perna do agressor. Alternativa: veja a Figura. 3a

 
 
  Sifu Dragos pressiona o braço do oponente com Pak-Sao  
 
  O braço do oponente é controlado, permitindo que o ataque de Sifu Dragos atinja o alvo.  
 
  O controle do oponente por uma puxada pelo pescoço permite a utilização de armas corporais com maior poder de dano (cotovelos).  
 
  A cotovelada Pie-Jarn possibilita o uso dos cotovelos em curta distância.  
 
  O oponente é atingido.
 
  Preparação para controle com os joelhos no chão
 
  Na posição ajoelhada é possível controlar muito bem, pelo uso de nosso peso corporal. Golpes finais podem ser aplicados, opcionalmente.  

 

Figura. 9: Caso seu primeiro golpe ou cotovelada não surta efeito para ocasionar um K.O, controle o atacante ajoelhando-se sobre seu pescoço e quadril que, simultaneamente, também fixa seu braço. Nesta posição, ele será incapaz de desferir qualquer tipo de soco, chute ou outro ataque contundente.

 

 

Info

 
 

Figura. 1: O atacante adapta sua base de luta e se aproxima de Sifu com a finalidade de preparar o seu ataque.

 
 
  Avanço com punhos em posição de proteção  
 
 

Figura. 3a: Em uma abordagem um pouco mais drástica, a perna do oponente pode ser controlada pelos nossos joelhos levemente flexionados e com pressão para a frente.

 
  Agressor se aproxima - Sifu Dragos mantém seus braços à frente do corpo para se proteger.
 
  Enquanto Sifu avança, adicionalmente ele bloqueia a perna do agressor.
 
  Alternativas podem ser a Mão-de-pá e um golpe com o polegar.
 

Figuras. 4a + 4b: Como alternativa ao soco, podemos utilizar também um ataque com os polegares (4a) ou uma técnica com a "mão de pá" (4b). Especialmente mulheres ou pessoas com pouco preparo atlético - que não conseguem infligir um impacto significativo com seus punhos despreparados, podem aumentar seu potencial de dano através da mudança do posicionamento das mãos.

 
  Ao atingir o agressor, a mão de pá permite que o cano da mão alcance o pescoço do agressor. Devido a adaptação fisiológica apropriada, uma transferência ótima de força é possível.
 

Figuras. 5-7: Após ser golpeado e "irritado" por nosso primeiro ataque, é importante finalizar o conflito o mais rápido possível. Conseguimos isso através da utilização de "armas com potencial de K.O”. Use a arma com capacidade de K.O mais ágil e flexível: Dê uma ou mais cotoveladas à cabeça do oponente do atacante.
O pescoço do oponente deve ser utilizado como apoio, em um leve ângulo com relação a nosso próprio corpo e utilizar a força da gravidade para empoderar o golpe. Idealmente, uma esquiva de 180º graus deve ser executada.

 

Figura. 8: Mesmo depois de o oponente estar no chão, não podemos sempre assumir que o confronto está permanentemente terminado. Por razões de segurança, utilize pressão lateral com o joelho na posição lateral para evitar que ele utilize suas armas corporais. A partir dessa posição será, possivelmente, desferir mais socos  (Figura. 9).

  Conclusão alternativa - controle pela puxada no pescoço.
 
 

Figura. 8a: Ao invés de simplesmente deixar o oponente cair após o golpo de cotovelo você pode também efetuar uma joelhada, logo que ele caia no chão. Uma alavanca de pescoço (cuidadosamente) efetuada força-o a desistir rapidamente.

 
   
 
 

Durante o processo de seus ataques, a proporcionalidade de suas ações deverá ser levada em consideração. A regra é: dão suave quanto possível e tão rude quanto necessário.Durante a aplicação, isto significa que, do ponto de vista legal, você deverá parar de agir quando o oponente caiu no chão e não representa mais risco. Em caso de situação de risco de vida, você deve se assegurar e desferir outros ataques até o agressor estar completamente fora de ação.

Exercício 11: Exercício Básico "Socos-Corrente"

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 3: Prevenção de Socos

Exercício 11a: Treinamento de Socos

 

 

 

soco do Wing Tsun Kung Fu

 

superfície de impacto do punho vertical

 

 

posicione os dedos como mostrado na foto

 

 

 

o polegar estabiliza os dedos indicador e médio

 

 

 

Figura. a-d: Forme seu soco "enrolando" os quatro dedos de uma mão (Figura. a e Figura. b) e finalmente coloque o polegar entre os dedos médio e indicador (Figura. c). A superfície de impacto do soco é distribuída na área dos "nós dos dedos" mínimo, anelar e médio (Figura. d). Estes 3 "nós dos dedos" são alinhados por razões anatômicas e provém uma grande e confiável área de impacto. Em superfícies corporais "moles", Desse modo, o punho se adapta mais facilmente aos variados tipos de superfície do corpo do oponente.

 

Exercício 11b: Exercício Básico "Socos-Corrente"

 

Visão Lateral

 

Visão Frontal

 

 

 

Socos em corrente - figura 1

 

Socos em corrente - visão frontal - figura 1

 

 

 

Socos em corrente - figura 2

 

 

 

Socos em corrente - visão frontal - figura 2

 

 

 

 

Socos em corrente - figura 3

 

 

 

Socos em corrente - visão frontal - figura 3

 

Socos em corrente - figura 4

 

 

 

Socos em corrente - visão frontal - figura 4

 

 

 

 

Socos em corrente - figura 5

 

 

 

Socos em corrente - visão frontal - figura 5

 


 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

Figura. 1: Na posição inicial, avance um braço em frente, pelo meio do seu corpo (Soco Central). O punho de trás está próximo à parte de dentro do cotovelo, em frente do plexo solar e um pouco mais baixo do que o braço que está esticado.

 
 
 

Figura. 2: Agora, inicie o movimento com o punho de trás e execute o soco em um movimento levemente ascendente. Uma vez que o punho que avança encontrar o antebraço, puxamos para trás o outro punho que estava na frente. O próximo soco atravessa tomando o lugar do punho que estava à frente. As articulações dos punhos, desse modo, ficam sobrepostas por aqui por uma fração de segundo.

 
 
 

Figura. 3: No momento do impacto, o tronco está frontalmente posicionado em sua direção ex: ambos os braços sempre possuem o mesmo alcance. Uma vez que o soco também possui efeito de proteção (ex: protegendo nossa própria cabeça), ele deve ser desferido sempre à frente de nossa linha central. As articulações das mãos tem seus ângulos adaptados aos momentos de choque. de modo que a superfície de impacto sempre esteja voltada para frente.

 
 
 

Figuras. 4-5: A sequência descrita se repete no outro lado.

 


 

 

    Exemplo de Aplicação

Aplicação de socos em corrente 1

   

Aplicação de socos em corrente 2

 

Aplicação de socos em corrente 3

Figura. 6: Sifu Dragos atravessa a "ponte" de distância de braço utilizando Pak+Soco, efetuando uma abordagem preventiva e agindo antes da reação do agressor (Exercício 10: Pak-Sao Externo Com Controle de Perna)    

Figura. 7: O braço previamente controlado com Pak-Sao será pressionado para baixo pelo braço direito, que recua. Em seguida, o mesmo processo ocorre com a mão esquerda de Sifu.

  Figuras. 8+9: Agora Sifu também recolhe sua mão esquerda enquanto simultaneamente pressiona para baixo o braço direito do oponente. O mesmo processo de ataque é repetido pelo braço direito de Sifu.
           

Aplicação de socos em corrente 4

   

Aplicação de socos em corrente 5

 

Aplicação de socos em corrente 6

Aplicação de socos em corrente 7

   

Aplicação de socos em corrente 8

 

Figuras. 10-13: A sequência agora é repetida sem parar. Ao mesmo tempo em que Sifu executa os socos em corrente, avança vigorosamente com passos em direção ao oponente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Info

 

Os socos em corrente estão entre as mais famosas e mais conhecidas técnicas do WT. A postura frontal de luta é a estratégia de combate mais agressiva de todas: ao invés de ceder defensivamente e assumir uma postura protetiva na qual o oponente possui poucos alvos possíveis, nesta tática, exploramos nossos pontos fortes. É similar a um jogo de Tênis: você pode jogar para não perder (defensivamente) ou jogar para ganhar (ofensivamente). Devido à posição frontal do tronco e sua estabilização, é possível executar sequências de movimento extremamente rápidas (ex: de 5 a 10 socos por segundo!). Por estar constantemente sob ataque, o oponente ficará irritado, entrará em pânico ou desistirá de agir.

Os socos em corrente não são utilizados já no início de ações defensivas, mas apenas após o alcance de "meia distância". Previamente, devemos também superar a distância de braços utilizando técnicas de controle e abertura da guarda do oponente. (ex: veja Exercício 10: Pak-Sao Por Fora Com Controle de Perna). Assim, o primeiro soco que atinge o oponente normalmente ainda não é um soco em corrente, mas muitas vezes um golpe originado da extensão através do giro do tronco, com controle simultâneo (ex: Lap-Sao + Soco). Uma sequência de socos em corrente pode irritar o oponente ou levá-lo à adotar posturas defensivas - condições ideais para que possamos encurtar a distância e aplicar armas com maior potencial de K.O (ex: joelhos e cotovelos). A superfície de impacto dos socos é formada pelas bases dos 3 últimos metacarpos.

Exercício 12: Imobilização de Braço Com Lap-Sao Por Intermédio de Resistência Contrária

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 3: Prevenção de Socos - Contra Oponente em Base Baixa e Invertida

Exercício 12: Imobilização de Braço Com Lap-Sao Por Intermédio de Resistência Contrária

  O oponente defende o soco de Sifu.  
 
   - o oponente é atingido  
 
  ..enquanto seu Fak-Sao atinge o alvo.  
 
 

Figura. 5a Mostra uma alternativa para técnica Fak-Sao. Aqui, as pontas dos dedos e uma "pegada em forma de garra" são utilizados. A efetividade desta técnica é demonstrada na Figura. 5 caso a técnica Fak-Sao não tenha surtido muito efeito e é uma boa alternativa para pessoas fisicamente inferiores.

 
 

Info

 

Início
Figura. 1: Após Sifu Dragos ter conseguido superar a distância de braços utilizando Pak-Sao + Soco, o oponente consegue se proteger assumindo uma postura protetiva antes de o soco o atingir.

 

 

O golpe seguinte de Sifu entra pela abertura resultante.

 
 
Sifus Lap-Sao kontrolliert und fesselt die Arme des Gegners
 

Figuras. 2+3: A mão do oponente que efetua a proteção exerce continuamente um movimento de pressão para o lado. Uma vez que este movimento está direcionado para fora da "linha central", o oponente se abre. Sifu aproveita a oportunidade e desfere um soco "reverso" à cabeça do oponente. O soco substitui o soco "anterior" e por esta razão Sifu pode recuar seu braço, no mesmo momento.

 
 

Figuras. 4+5: Finalmente, Sifu puxa o braço do oponente para baixo com Lap-Sao, isso tem um efeito de "algema" para o oponente para que o Fak-Sao final de Sifu possa alcançar livremente seu pescoço.
 

 
  Ao invés do Fak-Sao, uma pegada em forma de garra pode ser também utilizada.
 

A "linha-central" representa uma linha reta imaginária. Ela é a linha que nos conecta ao oponente. Ou: a linha sobre a qual devemos atacar e ocupar para sermos capazes de atingir nosso alvo e não sermos atingidos, ao mesmo tempo. Isto também pode ser chamado de "ocupação da linha de ataque", Ex: a linha de ataque na qual devemos nos mover para nos proteger e ao mesmo tempo controlar o oponente. Gosto de comparar isto com o duelo medieval de lanças: cada um dos cavaleiros tenta derrubar o outro do cavalo, de modo que sua lança alcance o oponente e ele próprio não seja atingido. A fim de alcançar tal posição favorável ou o braço do oponente deve ser desviado através do "Princípio da Cunha" (todavia, isto requer um nível de força suficiente), ou uma técnica de abertura com as mãos, que prepare o caminho para o ataque real, deverá ser executada (veja o exercício acima). Uma outra estratégia elegante é, durante a aplicação do princípio da cunha, mudamos suas posições através de giros, trabalho de pernas e esquivas alterando a distribuição de peso corporal, adquirindo, portanto, uma posição lateral favorável e sem maiores esforços (veja também Exercício 25: Simples Defesa Contra Soco Utilizando Soco-Externo).

Exercício 13: Pak + Soco Por Dentro

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 3: Prevenção de Socos - contra Oponente em Base Alta e Invertida

Exercício 13: Pak-Sao + Soco Por Dentro

 
 
 
 
 

Início
Figura. 1: O agressor assume uma posição alta, com a perna direita à frente, e aborda Sifu Dragos com uma intenção hostil.

 
 
   
 
 

Figuras. 2+3: Sifu avança enquanto simultaneamente desvia com Pak-Sao o ataque do oponente para longe de sua cabeça. O ponto de contato do Pak-Sao é logo atrás da articulação do cotovelo. Seu soco com o braço mais forte (direito) atinge livremente a cabeça do agressor. Esta é uma solução preventiva, ex: não permite que o atacante tome a iniciativa. Caso o atacante consiga desferir algum golpe durante nossa abordagem, ainda estamos protegidos.

 
   
 
 

Como consequência do golpe ao fígado ou às costelas (Figura. 3a) normalmente o agressor se curvará, o que facilita bastante um posterior ataque à sua cabeça (Figura 4.) Mesmo que o primeiro choque já seja na cabeça, a continuação é a mesma.

 
   
 
   

Figura. 3a: Alternativamente, ao invés de direcionar o ataque à cabeça, podemos atacar as costelas. A posição do punho aqui poderá ser vertical ou horizontal. a experiência nos mostra que com a postura horizontal somos capazes de desenvolver mais força.

 
   
 

Figuras. 5+6: Sifu empurra para baixo o braço do oponente pela última vez com Pak-Sao e desfere um soco à cabeça do oponente.

 
 
   
 
 

Figura. 7: Finalmente, utilizando uma arma com grande potencial de K.O (Cotovelo), Sifu encerra o confronto.

 

Exercício 14: Exercício Básico "Socos-Corrente Com Esquiva"

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 3: Prevenção de Socos

Exercício 14: Exercício Básico: Socos-Corrente Com Esquiva (Deslocamento)

           Vista Lateral

 
 
  Socos em corrente com esquiva para o lado - figura 1  
 
  Socos em corrente com esquiva para o lado - figura 2  
 
  Socos em corrente com esquiva para o lado - figura 3  
 
  Socos em corrente com esquiva para o lado - figura 4
 
  Socos em corrente com esquiva para o lado - figura 5  
 
  Socos em corrente com esquiva para o lado - figura 6  
 
  Socos em corrente com esquiva para o lado - figura 7  
 
  Socos em corrente com esquiva para o lado - figura 8  
 
  Socos em corrente com esquiva para o lado - figura 9
 
Info  

          Vista Frontal

 
 
  Visão frontal - figura 1  
 
  Visão frontal - figura 2
 
  Visão frontal - figura 3  
 
  Visão frontal - figura 4  
 
  Visão frontal - figura 5  
 
  Visão frontal - figura 6  
 
  Visão frontal - figura 7  
 
  Visão frontal - figura 8  
 
  Visão frontal - figura 9  
 

Figura. 1: Sifu Dragos está de pé com uma postura em IRAS (Internat Rotation Adduction Stance) e mantém os braços em posição pronta para aplicar socos em corrente. Nesta posição, os joelhos mentém uma pequena tensão nos músculos adutores (um joelho em direção ao outro).

 
 

Figura. 2+3: Sifu muda completamente seu peso para a perna direita enquanto simultaneamente aplica um soco com o braço direito. O ombro que avança alonga o ataque. As pernas estão levemente curvadas. A perna esquerda pressiona o chão verticalmente e provém, através do "ancoramento" ou: efeito de "freio" que fornece estabilidade ao movimento. Os músculos abdominais estão levemente contraídos o tempo todo, para estabilizar o tronco. Neste exercício, Sifu gira a um ângulo de 45 °. A posição de ambos os pés é em paralelo. a postura do tronco é ereta, não se inclina para frente ou para trás.

 
 

Figura. 4-9:Todo o processo acontece agora do lado oposto. A esquiva executada pela tensão dos músculos adutores ex: o peso do corpo não deve oscilar para frente ou para trás, mas o tronco é movimentado devido ao movimento do quadril e pelo trabalho de pernas, para cada um dos lados para o qual se efetua a esquiva.

 

A esquiva será necessária para gerar mais força e alcance e/ou para escapar de um ataque. É possível, dependendo, adaptar o ângulo de esquiva às circunstâncias e necessidades. Existem esquivas passivas e ativas. As primeiras são decorrentes das ações do oponente (Princípio da Porta Giratória) e também podem ser encontradas em situações onde já temos contato com o oponente (Situações de Combate à Curta Distância) e somos capazes de, em fração de segundos, reconhecer mudanças de pressão, através da sensibilidade e treino de reflexos. As esquivas ativas serão utilizadas em situações nas quais dependemos da percepção de nossos olhos. Esta, por sua vez, requer assertividade, raciocínio rápido e experiência.

 

 

Exercício 15: Exercício Básico Falling-Step do Cham-Kiu

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 3: Prevenção de Socos

Exercício 15: Exercício Básico "Falling-Step (Passo Caindo) do Cham-Kiu"

 

 

Figura 1 - estamos em postura frontal.

 
 
  Começando o movimento a partir do quadril, agora giramos o corpo.  
 
 

Figura. 4: Ao final, Sifu estará, ao completar a esquiva, significativamente fora da linha central inicial. A posição do tronco é vertical. A perna da frente (sem peso) está levemente curvada.

 
 

Info

 
 

Figura. 1: O falling-step é uma variação da esquiva, adicionalmente a um movimento de evasão previamente iniciado. Sifu Dragos está de pé, em postura IRAS. Durante a execução, o olhar sempre permanece na mesma direção de orientação do tronco.

 
 
 

Figura. 2: Sifu executa um falling-step com sua perna direita a um ângulo de 45º.

 
 
  Figura 2 - evasão para o lado direito.  
 
 

Figura. 3: No próximo passo ele puxa a perna esquerda para mais próximo da perna direita, através da tensão nos músculos adutores. A perna de trás que se aproxima assume função de estabilização, com atuação similar a uma âncora. Por esta razão, a aproximação acontece com grande pressão sobre o chão.

 
  Bild 4 - abschließend ziehen wir das linke Bein ebenfalls zur Seite nach und vollenden die Drehung, unser Rumpf zeigt in die neue Richtung  
 

Ao alinhar o corpo enquanto a perna de "âncora" pressiona o chão, ambos os pés se movem simultaneamente!

 

 

Exercício 16: Lap-Sao Por Fora + Soco Com Controle de Perna

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 3: Prevenção de Socos - Contra Agressor Com o Braço Esquerdo a Frente (Posição Baixa de Braço)

Exercício 16: Lap-Sao Externo + Soco Com Controle de Perna

  O agressor se aproxima com o braço esquerdo à frente e uma postura baixa.  
 
  Sifu avança protegido com seu braço esquerdo á frente enquanto desvia o braço do agressor.  
 
  Com ajuda do Lap-Sao, o braço do agressor é controlado em segurança.  
 
  O caminho agora está livre - O soco de Sifu atinge o agressor.  
 
  Sifu prepara para a próxima puxada - o braço é controlado com Pak-Sao.  
 
  o oponente é puxado pelo pescoço, Sifu Dragos puxa-se em direção ao agressor.  
 
  O agressor finalmente é atingido pela cotovelada.
 
 

Info

 
 

Posição Inicial
Figura. 1:
 O atacante se aproxima com intenção hostil e o braço esquerdo à frente e em posição mais baixa.

 
 
 

Figura. 2 : Sifu avança e se aproxima do agressor com seu lado mais forte à frente (direito), deslizando pela linha central em direção da sua cabeça. 

 
 
 

Figuras. 3+4 : Assim, o braço direito de Sifu é capaz de alcançar livremente o seu alvo. Ele controla o braço esquerdo do oponente fazendo Lap-Sao com sua mão esquerda na altura do ombro, se puxando enquanto simultaneamente avança socando com a mão direita. Desse modo, Sifu é capaz de executar um falling-step do Chum-Kiu ainda mais rapidamente. Devido a essa ação de isolamento, o braço direito do oponente, no momento decisivo, está incapacitado, pelo impacto resultante da outra mão, Ex: Sifu está atrás de uma "sombra de proteção" com relação ao oponente. O seu braço se torna uma barreira contra ele mesmo. Para proteção adicional contra chutes ao abdômen, Sifu controla a perna da frente do oponente através de uma técnica de fixação chamada de "Gam-Gerk" (Figura 4b).

 
 
   
 
 

 
 
 

Figura. 4c: Ao invés de avançar de uma posição com uma das pernas à frente, caso Sifu avance de uma posição neutra (IRAS), irá primeiramente controlar um dos pés com Gam-Gerk e só depois irá executar o passo para o lado (passo-cruzado).

 
 
 

Figura. 5-7 : Finalmente, Sifu agarra o pescoço e executa uma cotovelada final, atacando a cabeça do agressor, finalizando a situação.

 
 

Assim como todas as outras técnicas de defesa pessoal primárias, aqui também se aplica o conceito de não esperar que o ataque do oponente nos alcance, pois devemos antecipar suas ações, Desta maneira, somos forçados a não reagirmos assumindo o papel de "vítima". Através da execução simultânea de um ataque preventivo com controle, o agressor é incapaz de executar outros ataques durante o processo. Assim como o lendário Bruce Lee um dia reconheceu: “Sou mais rápido que o atacante, não necessito de técnicas (passivas) defensivas.

 

 

Exercício 17: Pak-Sao Alto + Fak-Sao Interno

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 3: Prevenção de Socos - Contra Braço Esquerdo Alto à Frente

Exercício 17: Pak-Sao Alto + Fak-Sao Interno

 
  Sifu Dragos mantém os braços à frente do corpo, para proteção.
 

Figura. 1: O agressor, com o braço esquerdo à frente (em posição alta), se aproxima de Sifu Dragos com intenção hostil.

  Sifu altera a posição de sua mão direita para uma postura horizontal.
 
  O braço do oponente é desviado com a ajuda do Fak-sao.  O Pak-Sao garante proteção adicional.  
 
  Com sua guarda aberta, o oponente é atingido.  
 
  Sifu Dragos prepara-se para desferir socos.  
 
 

O segundo soco finalmente encerra a situação.

 
 
 

Dica

 
 

Figuras. 2-4: Uma vez que a mão da frente do atacante não está apenas alta, mas sua guarda também está aberta, Sifu avança executando uma técnica Fak-Sao. A mão esquerda de Sifu executa, ao mesmo tempo, uma técnica Pak-Sao, que possui a intenção de abrir e controlar a mão da frente do oponente. O cotovelo do braço direito (que executa o Fak-Sao), adicionalmente empurra o braço do oponente para fora, para abrir a sua guarda.

 
 

Figura. 4: Enquanto executa as técnicas Fak-Sao + Pak-Sao, Sifu afasta sua cabeça para trás. Ao esticar o tronco, sua cabeça é protegida. Adicionalmente, o movimento de avanço de Sifu é empoderado, pois boa parte dos músculos do eretor de espinha são utilizados.

 
 
 

Figuras. 5+6: Finalmente, Sifu executa dos socos em corrente. O braço direito de Sifu recua enquanto controla o antebraço do oponente. Durante o segundo soco, o braço avança e executa o mesmo tipo de controle enquanto desliza.

 

Seu Fak-Sao estará correto se for capaz de ser utilizado sozinho (sem o Pak-Sao), ex: consegue o mesmo efeito de desviar para fora o braço do oponente enquanto também alcança simultaneamente. O Pak-Sao, no exemplo acima, é utilizado para simplificar e conceder uma segurança adicional ao processo de abertura.

 

  

Exercício 18: Lap-Sao + Soco Nas Costelas

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 3: Prevenção de Socos - Contra Braço Esquerdo Alto à Frente

Exercício 18: Lap-Sao  + Soco Nas Costelas

 

 

Figura. 2: Sifu executa um falling-step saindo da frente e puxa o braço da frente do agressor para o lado. O braço mais forte de Sifu (direito), ao mesmo tempo, executa um ataque vertical às costelas. Devido a posição alta dos braços do oponente, Sifu é capaz de alcançar essa área facilmente.

 

Posição Inicial
Figura. 1: O agressor aborda Sifu Dragos com intenção hostil enquanto mantém o braço da frente (esquerdo) em posição relativamente alta.

 
 
  O braço do agressor é controlado enquanto o soco de Sifu atinge as costelas.
 
  Sifu coloca os braços a frente para proteger seu corpo.
 
  Posição alternativa de punho
 

Figura. 2a: Alternativamente, o ataque vertical pode ser executado com a posição de impacto horizontal. O praticante deverá observar qual de ambas posições será capaz de gerar mais força. Cada um deverá decidir por si, através da experiência e experimentação.

 

 Info

 

Um ataque às costelas expostas normalmente alcança grande efeito, especialmente por essa área ser sensível e vulnerável. Também é uma técnica efetivamente capaz de irritar o oponente através da dor ou para abrir a guarda ("Estratégia de Abertura-de-Porta" - "Door-Opener-Strategie"), permitindo a utilização de uma técnica com maior potencial de K.O (Joelhos ou cotovelos).

 

  

Wing Tsun Holzpuppe Modell

Exercício 19: Através da Resistência Para o Lado - Continuação com Soco + Lap-Sao

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 3: Prevenção de Socos - Contra Braço Esquerdo (Alto) à Frente

Exercício 19: Através da Resistência Para o Lado - Continuação com Soco + Lap-Sao

 

  Figura 1 - agressor reage ao nosso Fak-Sao com um bloqueio.  
 
  O braço da frente de Sifu se deforma em Bong-Sao.  
 
  O braço de Sifu flui para dentro da abertura resultante.  
 
  O braço que fluiu para dentro da guarda agora controla por cima.  
 
  O agressor é atingido significativamente.  
 
  Em seguida, Sifu Dragos prepara-se para o Lap-Sao.  
 
  O agressor é puxado para frente.  
 
  O Lap-Sao de Sifu ajuda a empoderar ainda mais o seu soco, através da puxada (movimentos contrários).
 
  Sifu puxa-se em direção ao oponente.
 
  O oponente é atingido.  
 
 

Dica

 
 

Posição Inicial
Figura. 1:O agressor aborda Sifu com o braço esquerdo (alto) à frente. Sifu avança vigorosamente e aplica (direita) e Pak-Sau (esquerda) para abrir a guarda do oponente e e atingir sua cabeça.

 
 
 

Figura. 2: O oponente reage a tempo e tenta fechar a abertura através da adaptação de sua guarda, abaixando os seus braços.

 
 
 

Figuras. 3-5: Esse movimento de compensação do oponente expõe a região de sua cabeça. Sifu aproveita a oportunidade e desfere um soco à cabeça.

 
 
 

Figuras. 6-8: Sifu agora pode seguir desferindo outro soco, enquanto controla a mão da frente do oponente com uma puxada, utilizando Lap-Sao.

 
 
 

Figuras. 9+10: Finalmente, Sifu encurta a distância através de uma puxada no pescoço, avança e desfere uma cotovelada final.

 

Para evitar o risco de machucar os olhos ao treinar a técnica Fak-Sao, pode-se executar o exercício com as mão abertas ou até mesmo com os punhos fechados. Na prática, todavia, os dedos esticados provém um ganho no alcance que pode determinar a derrota ou a vitória. Quando praticar as técnicas com cotovelos, extremo cuidado deverá também ser tomado. Para prevenir possíveis lesões, nunca execute as cotoveladas diretamente à cabeça, mas apenas toque o antebraço no pescoço do parceiro de treino .

   

Exercício 20: Lap-Sao + Fak-Sao Devido à Resistência Para Baixo

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 3: Prevenção de Socos - Contra Braço Esquerdo (alto) à Frente

Exercício 20: Lap-Sao + Fak-Sao Devido à Resistência Para Baixo

 

Sifu avança protegido e inicia o desvio do jab do oponente.

Posição Inicial
Figura. 1: O agressor aborda Sifu Dragos com o braço esquerdo (alto) à frente. Sifu avança vigorosamente e aplica Fak-Sao (direitas) und Pak-Sau (esquerda) para abrir a guarda do oponente e atingir sua cabeça.

Figura. 2: O oponente defende o Fak-Sao de Sifu com um bloqueio para o lado. O braço de Sifu é, assim, "carregado" com uma força de mola. Ex: o bloqueio do oponente deforma o braço de Sifu para a técnica Bong-Sao - a tensão nos braços de Sifu se torna cada vez maior.

O agressor tenta impedir o ataque bloqueando o braço de Sifu.
O braço da frente de Sifu se deforma em Bong-Sao.

 

Figuras. 3+4: Sifu agora puxa o braço do oponente para baixo, utilizando Lap-Sau. Isto deixará o caminho livre e então seu braço se explodirá transformando-se em uma técnica Fak-Sao.

O braço de Sifu que estava em Bong-Sao tem sua energia liberada, enquanto o braço esquerdo controla o braço do oponente.

 

 

 

 

  

Exercício 21: Abertura de Guarda Devido a Resistência, Utilizando Lap-Sao

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 3: Prevenção de Socos - Contra Braço Esquerdo (alto) à Frente

Exercício 21: Abertura de Guarda Devido a Resistência, Utilizando Lap-Sao 

 

Figura 1 - Sifu tenta desviar o jab de esquerda.

Posição Inicial
Figura. 1: Sifu Dragos avança com Lap e Fak-Sao já esperando uma postura forte de proteção do oponente, para tentar abri-la e alcançar sua cabeça. Isto resulta em uma colisão com a proteção realizada pela mão de trás ou seja, o Fak-Sao de Sifu não consegue atingir seu alvo.

Apesar do impacto, Sifu não foi capaz de atravessar a guarda do agressor. Ele continua com Lap-Sao, isolando o agressor. Figura. 2: Sifu utiliza o contato criado para agora puxar para o lado o braço de trás do oponente, utilizando Lap-Sao enquanto controla ambos os braços. Ao mesmo tempo, seu braço esquerdo acerta o alvo. No momento da puxada, Sifu executa um falling-step para a esquerda e cai como uma "sombra", sendo ainda mais difícil para o oponente alcançá-lo.
Figura 3 - O soco de Sifu acerta o alvo

 

 

 

Figura 2a mostra a mesma posição de uma perspectiva diferente. O oponente, já ferido, agora pode ser colocado fora de ação com uma arma de maior potencial de K.O (cotovelo). Ao invés de socos, técnicas de Fak-Sao também podem ser utilizadas e permitirão mais facilmente contornar o ombro do oponente. .

 

 

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO - Parte 2: defensivo defesa
Exercício 22: Pendular a Parte Superior do Corpo Para Esquivar de Ataques

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 4: Esquiva de Socos

Exercício 22: Pendular a Parte Superior do Corpo Para Esquivar de Ataques

                   
 

Exercício Preparatório Para Pêndulo de Tronco

 
 
  Posição inicial, tronco ereto   Movemos nosso tronco para trás.   Voltando para a posição inicial do tronco.   Logo que voltarmos a posição inicial, desferimos nossos ataques.
 

Figuras. a-e: Enquanto pendula seu tronco para trás, Sifu mantém o contato visual. Na posição inicial, o tronco está em postura ereta.

  Figura 1 - o oponente se aproxima  
 
 

Figura. 1: O agressor se aproxima de Sifu para executar um soco em sua cabeça.

 
 
  Figura 3 - Sifu está novamente na posição ereta inicial.
 
  Figura 5 - o segundo contra-ataque de Sifu atinge o alvo.
 
 

Figuras. 3-5: Imediatamente após, Sifu retoma a posição inicial do tronco e contra ataca com socos em corrente. 
 

 
 
 

Dica

 
  Figura 2 - Sifu Dragos deixa o ataque do agressor ir para o vazio, através de um pêndulo para trás.  
 
 

Figura. 2: Sifu desvia pendulando seu tronco para trás e evita o golpe do atacante. Neste movimento evasivo, Sifu mantém sua distância para o oponente e não executa passos para trás.

 
 
  Figura 4 - como o oponente ainda não está orientado em sua direção, o caminho está livre. O golpe de Sifu atinge o alvo.
 
  Figura 6 - Sifu Dragos executa uma cotovelada final - a situação é encerrada  
 
 

Figura. 6: Finalmente, Sifu executa uma cotovelada à cabeça do oponente, encerrando o confronto. 

 
 

Para conseguir ser bem sucedido na execução do movimento de esquiva em situações potenciais de conflito é necessário uma postura inicial de tronco ereta. Durante o recuo do tronco, a cabeça não deve ser jogada para trás, pois o olhar fixo no oponente deve ser mantido. Nesta posição, o queixo é puxado levemente para trás. Através da contração dos músculos do pescoço nossa cabeça recebe, caso sejamos atingidos, estabilidade e uma proteção extra. Faça o movimento geral de forma mais rápida e fluida, em particular o fortalecimento e o alongamento das regiões da virilha e do abdômen. Exercícios de fortalecimento para o pescoço também são aconselháveis.

 

 

Exercício 23: Defesa Contra Socos → Desvio- e Proteção de Cobertura Utilizando Cham-Sao

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 4: Desvios Com os Punhos

Exercício 23: Defesas Contra Ataques Direcionados ao Tronco → Deflexão e Posturas Protetivas Através de Cham-Sao

Exercício Preliminar Para Cham-Sao (“Braço Que Afunda”)

Sifu Dragos está com uma das pernas a frente e com o tronco ereto. Ele gira levemente para a esquerda para que seu antebraço proteja a parte intermediária do corpo. importante aqui é ser capaz de a maior diferença de altura possível, para que a postura de proteção seja efetiva. Sifu avança com o cotovelo esquerdo e agora o Cham-Sao protege a parte intermediária do corpo.
Posição Inicial, Figura. a: Sifu Dragos está com uma das pernas à frente. Os braços estão posicionados no centro e na frente do tronco.

Figuras. b+c: Para realizar proteção contra ataques ao abdômen ou contra o peito, Sifu afunda o cotovelo do braço que está posicionado à frente. Neste caso, os ombros estão se movimentando para a frente. A altura dos punhos permanece inalterada.

 

 Exemplo 1: Proteção Abdominal Através da Reação Com Cham-Sao “diagonal por dentro” (direita)

Sifu protege a parte intermediária do corpo Cham-Sao do braço direito, desse modo o braço do oponente é incapaz de penetrar. Sifu contra-ataca com um soco com o braço esquerdo.
Sifu prepara o soco com a direita.
Figura. 1: O agressor desfere um soco baixo com o braço direito. Sifu rotaciona o o ombro levemente para frente e leva seu cotovelo levemente para baixo. Com seu antebraço ele se aproxima do punho do braço de ataque do oponente. O ataque é desviado para baixo e simultaneamente é guiado para fora do alcance do corpo de Sifu.

Figuras. 2+3: Sifu então começa a contra-atacar e desfere socos em corrente à cabeça do agressor, incapacitando-o.

 

Exemplo 2: Proteção Abdominal Através de Reação Com Cham-Sao “frontal por fora” (direita)

Nesse exemplo, Sifu Dragos protege-se frontalmente em relação ao oponente. Em seguida são desferidos os primeiros contra-ataques.

Figura. 4: O agressor executa um ataque com o braço esquerdo ao plexo solar de Sifu. Mais uma vez, Sifu utiliza o movimento de Cham-Sao, no qual ele afunda seu cotovelo e e avança com seu antebraço, girando levemente seu ombro para frente. O ataque do oponente é então desviado para fora do tronco de Sifu.

Figura. 5: Sifu agora estica seu braço previamente recolhido por ter executado Cham-Sao para atacar e atingir a cabeça do oponente. Mais socos podem se seguir.

 

 Exemplo 3: Proteção Abdominal Através de Reação Com Cham-Sao “diagonal por dentro” (esquerda)

Sifu traz seu braço de ataque para frente através de um giro de tronco, enquanto desvia o ataque baixo do oponente. Em seguida os contra-ataques finais

Figura. 6: Neste exemplo, Sifu utiliza a mão de trás para executar o movimento de proteção Cham-Sao para frustrar o ataque do oponente. Mais uma vez, Sifu aproxima seu antebraço do punho do agressor, direcionando seu ataque para baixo e para fora do alcance do corpo de Sifu.

Figura. 7: Depois do desvio efetuado com os punhos, Sifu está pronto para contra-atacar com socos em corrente. 

 

 



 
 

Info

 
 
 

O efeito do Cham-Sao (“braço que afunda”) nesta aplicação é semelhante ao casco de navio. Os socos são desviados bara baixo e para o lado. No princípio, o movimento do cotovelo é o mesmo movimento do soco, com a diferença que esperamos um pouco mais (até o movimento do agressor ser desviado) para esticarmos o braço. Observe que os antebraços assume um ângulo crescente. Esse ângulo não deve, de maneira alguma, ser perpendicular ou direcionado, de qualquer forma, à própria cabeça. 

 

  

Exercício 24: Simples Defesa Contra Soco Utilizando Soco-Interno

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 4: Defesas de Soco - Desvios Através de Deslocamentos- e Princípio da Cunha

Exercício 24: Simples Defesa Contra Soco Utilizando Soco-Interno

 

 
  Figura 1 - O oponente executa um gancho com o braço esquerdo.  
 
 

Figura. 1: O agressor desfere um "swing" com a mão esquerda direcionado à cabeça de Sifu.

 
 
  Sifu contra-ataca com um soco com o braço esquerdo.
  Sifu Dragos desvia o ataque do agressor através de um soco interno.  
 
 

Figura. 2: Sifu Dragos executa um soco interno frontal ao punho do oponente, cujo braço se desvia e subitamente se desvia para debaixo do braço de Sifu.

 
 
  Ele é seguido por ataques consecutivos para tirar o oponente de ação.
 

Figuras. 3+4: Sifu desfere apenas um contra-ataque com seu braço esquerdo, enquanto o braço direito controla gibt nun einen Gegenschlag mit seiner Linken, wobei sein rechter Arm das Handgelenk des zuvor abgewehrten Faustschlages des Angreifers kontrolliert. Es folgt ein weiterer Gegenschlag, wobei Sifu einen gewendeten Vorwärtsschritt ausführt. Sifus rechter Fauststoß gleitet dabei kontrollierend entlang der Zentrallinie an der Innenseite des gegnerischen Armes zum Kopf des Angreifers.

 
 

Alternativa ao Soco-Interno

 
 
   
   
 

Figuras. 5+6: Alternativamente ao soco interno utilizado por Sifu nesse exemplo, um ataque com o polegar pode ser usado, com um ou os 2 braços. Mais uma vez, o ataque do agressor é desviado de nossa cabeça, pelo princípio da cunha. 

 

Info

 
 
 

O soco interno não é a alternativa mais forte de defesa para desviar socos pela parte interna do braço do oponente. A razão para isso vem do fato de que esse movimento é primariamente estabilizado pelo músculos laterais dos ombros. Desse modo, é mais adequada a movimentos "carregados" (ex: o oponente "puxa" o braço para preparar o golpe) do que para socos cruzados mais fechados. Uma boa alternativa aqui seria o soco interno diagonal (veja Exercício 26: Simples Defesa de Soco Através de Soco-Diagonal Por Dentro).

 
 

 

 

Exercício 25: Simples Defesa Contra Soco Utilizando Soco-Externo

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 4: Defesa de Socos - Desvio Através de Deslocamento e Princípio da Cunha

Exercício 25: Simples Defesa Contra Soco Utilizando Soco-Externo (alto)

  Figura 1 - o agressor se prepara para um soco reto com o braço direito.
 
 

Figura. 1: O agressor se aproxima de para aplicar um soco direto à cabeça.

 
 
  Figura 3 - Sifu executa uma puxada pelo pescoço.
 
  Figura 2 - Sifu Dragos desvia o ataque do agressor com um soco por fora.
 
 

Figura. 2: Sifu aplica um soco frontal por fora com o braço oposto, deslizando por sobre o braço do oponente e acertando sua cabeça. O braço do oponente é rebatido para debaixo da axila de Sifu e também é controlado pelo seu braço direito.

 
  Segue uma cotovelada final
 

Figura. 3+4: Sifu segura o oponente pelo pescoço e aplica uma cotovelada. Ele também executa adicionalmente uma esquiva para empoderar sua cotovelada.

 

Dica

 
 
 
Movimentos guiados externamente sempre devem ser executados com a parte superior do corpo ereta, para dar apoio e estabilidade às ações do tronco!
 
 

   

 

Exercício 26: Simples Defesa de Soco Através de Soco-Diagonal Por Dentro

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 3: Prevenção de Socos - Contra Braço Esquerdo à Frente (Alto)

Exercício 19: Através de Resistência Para o Lado - Continuação com Soco + Lap-Sao

 

  Figura 1 - o oponente reage, bloqueando nosso Fak-Sao.  
 
  O braço de Sifu é deformado em Bong-Sao  
 
  O braço de Sifu flui para dentro da abertura resultante.  
 
  O braço que fluiu para dentro da guarda agora controla por cima.  
 
  O agressor é atingido significativamente.  
 
  Em seguida, Sifu Dragos prepara-se para o Lap-Sao.  
 
  O oponente é puxado para frente.  
 
  O Lap-Sao de Sifu ajuda a empoderar ainda mais o seu soco, através da puxada (movimentos contrários).
 
  Sifu puxa-se em direção ao oponente.
 
  O agressor é atingido pelo golpe final.  
 
 

Dica

 
 

Posição Inicial
Figura. 1: O agressor se aproxima de Sifu com o braço esquerdo à frente (alto). Sifu se aproxima vigorosamente e tenta aplicar um Fak-Sao (direita) e Pak-Sau (esquerda) para abrir a guarda do agressor e alcançar a sua cabeça.

 
 
 

Figura. 2: O agressor reage a tempo e tenta fechar o espaço, abaixando sua guarda, levando seus braços para baixo.

 
 
 

Figuras. 3-5: O movimento de correção do agressor abre a área de sua cabeça. Sifu aproveita a posição para desferir um soco à cabeça.

 
 
 

Figuras. 6-8: Sifu agora desfere outro soco, enquanto controla o braço da frente do oponente puxando com Lap-Sao.

 
 
 

Figura. 9+10: Finalmente, Sifu puxa o oponente pelo pescoço e desfere uma cotovelada final.

 

Para evitar o risco de lesionar os olhos enquanto executa a técnica Fak-Sao em seu parceiro de treino, ao invés de abertas, as mãos podem ser utilizadas fechadas. Na prática, todavia os dedos esticados provém um ganho adicional em alcance que podem significar a diferença entre a vitória e a derrota. Ao executar a cotovelada, extrema cautela deve ser tomada na aproximação. Para prevenir possíveis lesões, nunca execute a cotovelada diretamente à cabeça do parceiro, mas apenas encoste seu antebraço em seu pescoço. 

   

Exercício 27: Simples Defesa Contra Soco Através de Soco-em-Diagonal Por Fora

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 4: defesa de Socos - Desvio Através de Deslocamento e Princípio da Cunha

Exercício 27: Simples Defesa Contra Soco Através de Soco-em-Diagonal Por Fora (Alto)

  O agressor se aproxima, Sifu Dragos em posição de pré-luta.
 
 

Figura. 1: O atacante executa com seu braço direito um soco reto à cabeça de Sifu.

 
  ..o agressor é atingido
 
 

Figura. 3: Devido ao soco desferido contra a cabeça do agressor, seu braço é desviado para o vazio. O braço de Sifu acerta a cabeça do oponente.

 
  Uma cotovelada encerra a situação.
 
 
 

Figura. 5: O oponente, agora "irritado" pelos socos em corrente desferidos por Sifu, agora será incapacitado por uma cotovelada (arma com grande potencial de K.O"!).

 
 

Info

 
  Sifu desvia o jab de direita para o vazio.
 
 

Figura. 2: Sifu da um passo à frente e executa um contra-ataque diagonal por fora. 

 
  Sifu desfere mais socos para irritar/confundir o agressor.
 
 

Figura. 4: Sifu em seguida desfere um contra-ataque com a mão de trás.

Wing Tsun Holzpuppe Modell

 
 

Este procedimento pode ser realizado de modo ainda mais elegante e econômico, antes mesmo do passo a frente ser efetuado, com a nossa perna favorita (nessa caso, a perna direita), fazemos um pequeno movimento evasivo, dando um passo para esquerda.. Este procedimento é chamado de "passo Zig-Zag”. Devido ao passo efetuado para a esquerda, sua posição é alterada, enquanto seu soco ainda está avançando. Assim, o golpe do oponente atinge o vazio.

Alternativamente, poderia-se puxar para o lado com a ajuda da técnica Lap-Sao, colidindo com o braço do agressor "por fora" (veja Exercício 16: Lap-Sao Por Fora + Soco Com Controle de Perna ) para então alcançá-lo com um ataque em seguida ou seguir com um soco interno com o braço esquerdo (Exercício 24: Simples Defesa Contra Soco Utilizando Soco-Interno).

 

  

Exercício 28: Simples Defesa de Soco Utilizando Soco Frontal Baixo Por Dentro

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 4: Defesa de Socos - Desvio Através de Deslocamento e Princípio da Cunha

Exercício 28: Simples Defesa de Soco Utilizando Soco Frontal Baixo Por Dentro

 

Figura 1 - o oponente se prepara para atacar. Figura 2 - Sifu desvia o soco baixo do agressor para o vazio com um contra-soco-baixo. Figura 3 - contra-ataque em seguida

Figura. 1: O oponente se aproxima de Sifu Dragos e aplica um soco baixo na altura do estômago.

Figura. 2: Sifu usa o princípio da cunha e executa um soco-frontal-baixo direcionado ao punho do atacante, desviando o ataque para o vazio. A mão de trás de Sifu toma uma posição protetiva central, para prover proteção adicional além de se prepara para rápidas sequências de ação, caso necessário.

Figura. 3: Sifu executa um contra-ataque à cabeça do agressor com a mão direita. Simultaneamente executa uma esquiva para aumentar o alcance e o impacto do golpe. 

   
     
   
 
 

Info

 
 
 

Ao aplicar o princípio da cunha o ataque do agressor é desviado, num ângulo que não permita sermos atingidos, por nossa técnica que vai de encontro à dele -  comparável à água que vai contra o casco de um navio. A resposta utilizando o princípio da cunha na defesa de socos é uma dos procedimentos de defesa mais simples de lidar com ataques de socos (e também de chutes). Apesar de o princípio da economia de movimento (ataque e defesa simultâneos) não ser realizado na maioria das variantes de "cruzamentos" de braços, o ponto forte dessa solução é ser extremamente simples e e de fácil aplicabilidade em diferentes situações. Finalmente, os socos em corrente estão entre as técnicas mais importantes, além de se a técnica melhor executada pela maioria dos praticantes de WT. Sendo fiel ao princípio "menos é mais", essa reação traz ganhos na reação e vantagens relacionadas ao tempo na implementação do contra-ataque.

 

  

Exercício 29: Simples Defesa Contra Soco Com Soco Diagonal Por Fora

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 4: Defesa de Socos - Desvio Através de Deslocamento e Princípio da Cunha

Exercício 29: Simples Defesa Contra Soco Com Soco Diagonal Por Fora

 

Figura 1 - agressor se prepara para desferir um ataque baixo. Figura 2 - Sifu Dragos desvia o ataque do oponente para o vazio com um contra-ataque baixo. Figura 3 - contra-ataque

Figuras. 1+2: O oponente tenta desferir um soco contra o estômago de Sifus Dragos. Sifu utiliza o princípio da cunha e executa um soco diagonal baixo por fora ao punho do atacante, desviando o ataque para o vazio. A mão de trás de Sifu assume uma posição central de protetiva (Wu-Sao) para poder ser rapidamente utilizada em ações posteriores e prover proteção adicional.

Figura. 3: Sifu agora executa vários socos em correte à cabeça do agressor. A finalização da situação pode ser executada através de uma cotovelada subsequente.

Exercício 30: Defesa Simultânea Com Tan-Sao + Soco

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 4: Defesa de Soco Utilizando Simultaneamente Defesa e Ataque

Exercício 30: Defesa de Soco Utilizando Tan-Sao + Soco

 

Agressor prepara-se para desferir um ataque com o braço direito. Sifu se evade do ataque com uma esquiva e se protege com Tan-Sao. Durante a defesa, o oponente é atingido na cabeça e é jogado para trás.

Figura. 1: O oponente se aproxima de Sifu Dragos, e executa um gancho com o braço direito.

Figura. 2: Sifu direciona seu braço direito em Tan-Sao em direção ao punho do oponente. Ao mesmo tempo, seu braço direito desfere um ataque à cabeça do agressor. O movimento para frente do Tan-Sao desvia o ataque do oponente e tira a sua efetividade. 

 

Sifu prepara-se para executar outros ataques, em seguida.

 

Figura. 3: Sifu em seguida desfere outros contra-ataques à cabeça do agressor.

 
   
     
   
 
 

Info

 
 
 

Neste exemplo, o princípio de economia de movimento é realizado: defesa e ataque simultâneos. Através desse modo de operação, conseguimos uma vantagem estrutural sobre o oponente, pois o ataque e a defesa são executados ao mesmo tempo. A simultaneidade de ataque e defesa traz a vantagem de o atacante não ser capaz de "fintar" ou realizar ataques múltiplos, pois o nosso contra-ataque já o atinge no momento do primeiro contato. 

O Tan-Sau no exemplo acima pode ser executado de duas maneiras: 1. para frente - nesse caso o princípio da cunha é realizado: o ataque escorrega pelo avanço do Tan-Sao e perde sua efetividade. 2. para trás - aqui o princípio de força do WT "adiciona sua força à força do oponente". No caso em que o Tan-Sao é utilizado "recuando-se" o braço, ele conduz o ataque para fora de nosso corpo, imediatamente logo após o contato com o membro. Todavia, velocidade, timing e coordenação excepcionais são necessários..

Regra geral, o Tan-Sao, quando está esticado à frente de nosso corpo (ex: a partir da posição "Man-Sao"), desvia enquanto move-se para trás. Já quando parte de uma posição próxima ao corpo (ex: posição "Wu-Sao"), ele será projetado à frente, em contínua oposição ao ataque, de modo a desviá-lo.

   

 

 

 

Exercício 31: Defesa Simultânea Com Gan-Sao + Soco

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lektion 4: Defesa de Socos Utilizando Simultaneamente Defesa e Ataque

Exercício 31: Defesa de Soco Utilizando Gan-Sao + Soco

 

Figura 1 - Sifu Dragos está em posição de pré-luta Figura2 - Sifu transfere o peso para sua perna direita, rotaciona e afunda o cotovelo do braço esquerdo. Soco 3 - Gan-Sao baixo + soco, em posição final.

Figura. a: Sifu Dragos está em uma posição frontal e neutra (IRAS) e mantém os braços em uma posição central em frente ao corpo. A mão da frente Man-Sao-Arm (“mão que pergunta”), e a mão de trás Wu-Sao  (“mão que protege/guarda”).

Figuras. b+c: Sifu transfere o peso corporal para a perna direita enquanto executa simultaneamente Gan-Sau (“mão que corta”) com a mão esquerda e um soco com a mão direita. Ele mantém tensão entre os joelhos e pressiona a perna sem peso contra o chão, estabilizando a posição esquivada (princípio da âncora). Sua cabeça vai levemente para trás, através do movimento de ereção do tronco. Como resultado, sua cabeça recebe ainda mais proteção posteriormente. 

 

Figura 1 - O agressor se aproxima e prepara um ataque baixo. Figura 2 - Sifu desvia o ataque baixo para o vazio com Gan-Sao enquanto sua mão direita simultaneamente atinge o alvo.

Figuras. 1+2: O agressor se aproxima de Sifu e se prepara para desferir um soco baixo ao abdômen. Sifu executa Gan-Sao ao antebraço do atacante, de modo que, ao mesmo tempo em que a desvia, causa dano. Simultaneamente o contra-ataque de Sifu atinge a cabeça do agressor. O alcance e a força do golpe de Sifu são empoderados por sua esquiva. 

 

 

Info

 
 
 

A técnica Gan-Sao possui uma característica de "cortar". O braço de ataque do agressor é desse modo "cortado" como uma guilhotina, o que explica o efeito traumático desse movimento. Todavia, o ponto principal do Gan-Sao é "guiar" a força do ataque para baixo e para fora de nosso corpo. Uma rotação de tronco sempre é executada quando aplicamos essa técnica, o que confere um efeito de "puxada" no agressor (ele é puxado em nossa direção).

 
 

    

 

Exercício 32: Defesa Simultânea com Fook-Sao + Soco

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 4: Defesa de Socos Utilizando Defesa e Ataque Simultâneos

Exercício 32: Defesa de Soco Utilizando Fook-Sao + Soco

 

 Sifu está na postura Man-Sao/Wu-Sao  Sifu executa a esquiva com Fook-Sao simultâneo.

 

Figura. a: Sifu está em uma posição frontal neutra (IRAS) e mantém os braços em uma posição central. A mão da frente Man-Sao (“Mão que Pergunta”), e a mão de trás Wu-Sao (“Mão Que Protege”).

 

Figura. b: Sifu transfere seu peso corporal para a perna direita e executa simultaneamente Fook-Sao (“Mão Superior", ou. mão que fica por cima). Durante esse movimento o cotovelo está um pouco mais baixo que a altura do punho ao mesmo tempo em que avança (indo contra o movimento de ataque).

 

Sifu Dragos em posição de pré-luta.

Depois do desvio do ataque do oponente, a mão de Sifu está por sobre o braço do oponente (Fook-Sao) e desse modo pode ser controlada logo em seguida.

Figura. 1: Sifu está em uma posição frontal, com uma das pernas à frente. O agressor tenta desferir um soco com a mão direita à cabeça de Sifu Dragos. 

Figura. 2: Sifu dá um passo à frente e simultaneamente executa um soco com esquiva à cabeça do agressor, enquanto sua mão esquerda intercepta o ataque do oponente utilizando Fook-Sau.

 

 
 
 

Info

 
 
 

O movimento contínuo para frente do Fook-Sao é mais fácil de ser executado que o movimento Tan-Sao (veja Exercício 30: Defesa Simultânea Com Tan-Sao + Soco) especialmente nesse caso, onde as palmas das mãos já estavam voltadas para baixo. Tan-Sao e Fok-Sao são iguais e intercambiáveis em seus efeitos bem como no movimento contínuo para frente. Todavia, o Fok-Sao dá a possibilidade de, após a defesa de um ataque, exercer o controle sobre o braço do oponente. Aqui, através da adaptação à estrutura do braço do oponente, uma grande, porém flexível conexão é criada. Isto é particularmente possível através da curva do punho (Huen-Got-Sao). WT-Treibende werden dies z.B. im Satz 3 der Siu Nim Tao-Form erkennen.

 
 
     
 

Exercício 33: Defesa Defesa Com Gam-Sao + Soco

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 4: Defesas de Soco Com Defesa e Ataque Simultâneos

Exercício 33: Devesa de Soco Utilizando Gam-Sao + Soco

 Postura de pré-luta. Sifu executa Gam-Sao Figuras. a+b: Sifu Dragos está em uma posição frontal com uma das pernas à frente. Seus braços assumem uma posição centralizada com Man-Wu. Enquanto executa um Gam-Sao com a mão esquerda, mentém seu tronco reto e joga a cabeça levemente para trás. Ao mesmo tempo, executa um soco central com a mão direita. 

 

  Figura 1 - agressor prepara um ataque baixo.
 
 

Figura. 1: O agressor se aproxima para desferir, com o braço direito, um ataque baixo ao estômago de Sifu.

 
 
  Sifu direciona o braço do oponente para baixo com Gam-Sao e contra-ataca com um soco.
 

Dica

 

Figura. 2: Sifu dá um passo a frente e redireciona o golpe do atacante para baixo e para o lado, utilizando um movimento Gam-Sao, facilmente desviando-o para fora de seu corpo. Simultaneamente, seu contra-ataque efetuado com o braço direito atinge a cabeça do agressor.

 

Gam-Sao é uma alternativa ao Gan-Sao (veja Exercício 31: Defesa Simultânea Com Gan-Sao + Soco) e significa algo como "Mão Que Corta Para Baixo". Execute o Gam-Sao, na aplicação, sempre desviando o braço de ataque para fora do seu próprio corpo. Desse modo, a colisão é evitada e será possível, em caso de inferioridade de força com relação ao oponente, repelir o golpe com facilidade. 

 

  

 

Exercício 34: Defesa Simultânea Com Pak-Alto-Interno + Fak-Sao

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 4: Defesa de Socos Utilizando Simultâneamente Defesa e Ataque

Exercício 34: Defesa Simultânea Com Pak-Alto-Interno + Fak-Sao

Pak-Sao/Fak-Sao - exercício preliminar

Figura. a: Fak-Sao é um movimento direcionado para o lado onde uma grande superfície (a partir do ombro até a ponta dos dedos) pode ser utilizada para atacar. Neste exemplo, Sifu Dragos executa simultaneamente um Fak-Sao com um Pak-Sao alto. Ao executar o movimento Fak-Sao, as articulações da mão (incluindo o punho) estão completamente relaxadas, conferido um efeito de "chicote" a toda essa área de impacto. A grande força de impacto e as pontas "vibrantes" dos dedos são capazes de virtualmente atravessar os bloqueios e atingir a face do oponente, atacando como se estivesse "virando uma esquina". Esta técnica altamente perigosa está contida na forma BiuTze.

Figura. 1+2: O atacante desfere um soco reto à cabeça de Sifu. Sifu dá um passo. Sifu dá um passo a frente com sua perna direita e executa um Fak-Sao com o braço direito à cabeça do agressor. O Pak-Sao alto executado simultaneamente ajuda a "abrir" o braço de ataque do agressor e, adicionalmente, protege a cabeça de Sifu. Para que o movimento Fak-Sao possa desenvolver toda sua característica de proteção e ataque, o passo deve ser executado para aumentar a distância com relação ao oponente.

Figura 1 - o agressor ataca a cabeça de Sifu Dragos
Sifu desvia o ataque do oponente com a ajuda do Pak-Sao alto e do Fak-Sao simultâneo.
 

Dica

 

Para o treino com um parceiro, prefira aplicar um "backhand" ao invés de utilizar o canto das mãos ou as pontas dos dedos, para evitar lesões durante o treinamento. Alternativamente, utilize uma proteção de cabeça apropriada para usar a técnica em todo o seu potencial. Nesse caso, execute a técnica como demonstrado acima. O "backhand" ou Fak-Sao estarão corretos quando forem capazes de "abrir" os braços do atacante sem a utilização do Pak-Sao. O Pak-Sao neste caso meramente facilitará a abertura da mão da frente do agressor e provém provém proteção adicional.

 

     

Exercício 35: Defesa Simultânea Com Pak-Alto-Por Fora + Soco Por Dentro

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 4: Defesas de Soco Com Defesa e Ataque Simultâneos

Exercício 35: Defesa Simultânea Com Pak-Alto-Por Fora + Soco Por Dentro

 

O oponente se aproxima e prepara um ataque com o braço direito. Sifu controla o ataque do agressor com Pak-Sao e ataca a cabeça do agressor, pelo lado de dentro.
Figuras. 1+2: O agressor aborda Sifu Dragos e desfere um soco direto com o braço direito à sua cabeça. Sifu guia o braço do oponente para o lado com um movimento de Pak-Sao. Simultaneamente, ataca por debaixo dos braços do oponente, e acerta sua cabeça.

 

           
Dica                                       
Execute o Pak-Sao e o soco simultaneamente. O Pak-Sao deve ser executado, idealmente, antes da articulação do cotovelo. Ao invés de um soco, outras espécies de posição de mão também podem ser utilizadas, como um ataque com o polegar ou Chan-Sao (mão-de-pá). (veja Exercício 10: Pak-Sao Por Fora Com Controle de Perna, Figuras. 4a und 4b).

  

 

 

 

Exercício 36: Proteção Defensiva de Dois Níveis Com Ajuda do Gan-Sao-Tesoura

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 4: Redução do Tempo de Reação Através da Cobertura de Múltiplos Níveis

Exercício 36: Proteção Defensiva de Dois Níveis Com Ajuda do Gan-Sao-Tesoura 

 

Sifu em posição de pré-luta. O Gan-Sao-Tesoura permita uma proteção ou ataque simultâneos em dois níveis. Figuras. a+b: A partir da posição frontal, Sifu executa uma leve rotação para um lado. Durante o "Gan-Sao-Tesoura" seus braços "cortam" os níveis baixo e alto (siggnifica aqui que está cruzando e, desse modo, interceptando um ataque).

 

O oponente prepara-se para atacar.
Figura. 1: É difícil prever as ações do oponente, pois ele efetua "fintas" ao nos atacar. Sifu Dragos se decide por aplicar o movimento Gan-Sao-Tesoura.

 

Sifu executa Gan-Sao-Tesoura; o que está funcionando aqui é a parte superior do movimento. Sifu executa Gan-Sao-Tesoura; o que está funcionando aqui é a parte inferior do movimento.
Figura. 2a: O oponente desfere um soco à cabeça de Sifu. Nesse caso, a parte de cima do Gan-Sao-Tesoura de Sifu intercepta o ataque. Assim, ele direciona o Gan-Sao alto em direção ao punho do agressor e, desse modo - devido a uma melhor alavanca de braço - é capaz de obter maior potencial de força.  Figura. 2b: Nesse exemplo, o oponente desfere um soco ao estômago de Sifu. A parte inferior do Gan-Sao-tesoura de Sifu redireciona o ataque para baixo e para trás, desviando-o para longe do corpo.
  

 

Logo após, Sifu Dragos desfere vários ataques seguidos.

Figura. 3: Imediatamente após a defesa do primeiro ataque do oponente, Sifu desfere socos em corrente à cabeça do agressor.

 

 

Info

 

Ao utilizar o Gan-Sao-Tesoura, diminuímos o tempo de resposta necessário para defesa. Para comparação: quando usamos Tan- ou Gan-Sao, existem 4 grupos de reação (superior: direito e esquerdo e inferior; direito e esquerdo). Então, quando protegemos completamente um dos lados utilizando o Gan-Sao-Tesoura, reduzimos o número de escolhas a 2 (esquerda ou direita). Com a proteção simultânea de dois níveis, abrimos mão da possibilidade de executar uma defesa e ataque ao mesmo tempo. O Gan-Sao-Tesoura é uma maneira muito efetiva de lidar com chutes inevitáveis direcionados ao tronco. Grandes forças de ataque podem ser parcialmente divididas entre os dois braços e desso modo podem ser administradas mais facilmente (veja Exercício 37: Defesa Contra Chutes Utilizando os Braços - Gan-Sao-Tesoura + Cavar Com Lau-Sao).

 

  

Wing Tsun Holzpuppe Modell

Exercício 37: Defesa Contra Chutes Utilizando os Braços - Gan-Sao-Tesoura + Cavar Com Lau-Sao

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 5: Proteção Contra Chutes, Utilizando os Braços

Exercíocio 37: Gan-Sao-Tesoura e "Cavar" Com Lau-Sao

 

 
 

Exercício Preliminar

 
 
  Sifu está na posição Man-Sao/Wu-Sao   Sifu esquiva para esquerda e executa um Gan-Sao tesoura.
 
 

Figuras. a+b: Sifu está de pé em uma posição frontal. Ele executa um leve giro para a esquerda e ao mesmo tempo executa um movimento de Gan-Sao-Tesoura.

   
  Sifu transforma em Lau-Sao (esquerda) e Lan-Sao (direita).   Seu braço direito vira Fak-Sao, sua esquerda continua no mesmo movimento.
   
 

Figura. c+d: A partir do Gwat-Sao, sua mão esquerda se transforma em Lau-Sao (“Mão Que Cava”): o braço é levantado à altura do ombro enquanto ele se movimenta para frente. Esse movimento é utilizado para "capturar/segurar" ataques como chutes, por exemplo, para executar técnicas de projeção posteriores.

 

Figuras. 2+3: Como um chute é o mais forte dos ataques e também muito difícil de prever, Sifu decide aplicar uma técnica de Gan-Sao-Tesoura. Ele gira seu corpo em direção ao ataque e joga ambos os seus braços contra o chute. O impacto do chute pode ser absorvido devido a utilização de ambos os braços. Uma vez que, simultaneamente, Sifu efetua um passo para a frente, no momento do impacto ele não estará no "foco" do chute, de modo que não exercerá todo o seu potencial inicial de dano. 

 

Figura. 1: O agressor se aproxima de Sifu Dragos com um passo intermediário e se prepara para desferir um chute circular à cabeça.

 
 

Agressor executa um chute circular alto.

 

 
  Sifu cobre a parte superior do tronco com Gan-Sao-Tesoura
 
  O agressor encurta a distância.
 

 

 

 

 

 

 

Figura. 4: Depois de se proteger do chute rodado, Sifu captura a perna do agressor com Lau-Sao e levanta seu braço. Simultaneamente, o Fak-Sao com a direita acerta o pescoço do agressor. Ao ter sua perna "escavada", o agressor perde seu equilíbrio. 

 
 

Info

 
 
  Com a ajuda do Lau-Sao a perna do agressor fica presa, de modo que Sifu é então capaz de desferir um Fak-Sao.
 

Apenas execute o movimento Lau-Sao para "capturar" a perna do oponente quando o chute for executado acima da altura de seu ombro. De outro modo, dispense o movimento de captura e prossiga utilizando socos em corrente à cabeça do agressor. 

 

   

Exercício 38: Defesa Contra Chutes Utilizando os Braços - Cobertura de Proteção Utilizando Kwan-Sao

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 5: Proteção Contra Chutes Utilizando os Braços

Exercício 38: Postura Protetiva Utilizando Kwan-Sao

 

Sifu está em postura neutra. Agora dá um passo para frente e para o lado. Sifu executa a esqueva e protege os dois níveis do tronco com Kwan-Sao

Figuras. a-c: Sifu Dragos está em uma posição neutra. Ele faz, em uma esquiva de 45º, um passo caindo para a frente. Seus braços executam o movimento Kwan-Sao ("Rotação de Braços"). Na posição final, o braço de cima se encontra na posição Tan-Sao- e o de baixo na posição Bong-Sao.

 

Com ajuda do movimento de Kwan-Sao Sifu Dragos é capaz de proteger o seu tronco. A força do chute é distribuída em ambos os braços, diminuindo as chances de lesão. Sifu espera pelo agressor.

Figuras. 1+2: O agressor desfere um chute rodado à cabeça de Sifu. Sifu alinha o seu tronco em direção ao ataque e aqui executa um Kwan-Sa. O chute, desse modo, é interceptado. 

O agressor consegue recuar a perna antes de Sifu ser capaz de segurá-la. Assim, segue-se um Fak-Sao. Sifu segue com ataques posteriormente.

Figura. 3: Sifu faz uso da "carregamento" da força do chute do oponente que previamente "tensionou" seu braço em Bong-Sao e converte essa tensão transformando seu Bong em um Fak-Sao. 

Figura. 4: Finalmente, Sifu executa socos em corrente, finalizando a situação.

 

           
Info          
Kwan-Sao é um movimento de mola e de absorção. No exemplo acima, a força do chute é administrável porque está dividida entre os dois braços do defensor. Alternativamente, uma esquiva para o lado poderia ser possível, o que faria com que o chute acertasse o vazio. O Kwan-Sao seria ainda mais econômico com a execução adicional de um chute lateral baixo, visando a perna de apoio do oponente. 

 

 

 

   

Exercício 39: Defesa Contra Cotovelada - Antecipação Com Ajuda da Técnica de Cotovelo- Kap-Jarn

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 6: Defesa Contra Cotovelada

Exercício 39: Antecipação Utilizando a Técnica de Cotovelo Kap-Jarn

 

  Agressor prepara-se para desferir uma cotovelada.  
 
 

Figura. 1: O agressor agarra Sifu Dragos pelo pescoço e o puxa em direção a si para executar uma cotovelada. 

 
 
  A cotovelada Kap-Jarn de Sifu atinge preventivamente o agressor.
  Sifu Dragos reage rapidamente, iniciando o movimento Kap-Jarn.
 
 

Figura. 2: Uma vez que o pescoço de Sifu está preso e ele não pode ir para trás para fazer uma defesa, ele decide se defender indo para a frente. Ele levanta o seu cotovelo e executa uma uma cotovelada Kap-Jarn ("Cotovelada Vertical").

 
 
  Kap-Jarn - perspectiva contrária
 

Figuras. 3+3a: Sifu atinge com um único movimento a cabeça e o esterno do oponente. Enquanto o oponente ataca, mesmo se aproximando muito rápida e perigosamente com uma cotovelada, esta solução oferece a melhor proteção e levará a resultados imediatos. O Kap-Jarn durante sua execução obstrui por um breve momento o campo de visão de Sifu mas é capaz de desviar qualquer tipo de ataque, devido ao formato de cunha do antebraço nesta posição. 

 

Info

 
 
 

A técnica de cotovelo Kap-Jarn está contida na forma BiuTze (pronúncia-se “Biudschi”). A forma inclui não somente perigosas técnicas de pontas de dedos e cotovelos, mas especialmente soluções de emergência que nos permitem neutralizar um oponente, mesmo quando o seu ataque está quase nos alcançando. Faça o uso da gravidade na execução do Kap-Jarn, dobrando levemente os joelhos quando realizar o movimento para baixo. Jogue sua cabeça para trás e e mantenha seu tronco em posição vertical. O punho está completamente relaxado durante a execução e a parte de trás da mão se acomoda no peito, à altura do plexo solar. para garantir mobilidade máxima.  

 
 

   

 

Exercício 40: Defesa Contra Joelhada Utilizando Cotovelada Descendente

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 7: Defesa Contra Joelhadas

Exercício 40: Usando Cotoveladas Descendentes e Ganchos

 

 Exercício Preliminar

Postura inicial Sifu gira para esquerda, com a ajuda dos quadris. Sifu executa um gancho horizontal. Gancho (uppercut).
Figuras. a-c: Sifu executa um gancho a partir da posição neutra, esquivando 90º para um dos lados. Ao contrário do soco linear, onde o triceps tem fução predominante na geração da força de impacto, a origem da força durante a execução de ganchos e uppecuts está no peito, no bíceps e nos quadris. (Figura.d). É um movimento circular de forças opostas (puxar com a esquerda e empurrar com a direita). Ganchos horizontais e uppercuts, a princípio, são o mesmo movimento, porém com diferentes ângulos de impacto e posição de punho. Durante a execução do uppercut, a superfície de impacto do punho  é alinhada ou curvada de acordo com cada situação. (veja Figura. d).

 

 

  Sifu Dragos é pego pelo agressor pela cabeça.
 
 

Figura. 1: O agressor agarra Sifu Dragos pela cabeça, e tenta aplicar uma joelhada. Sifu imediatamente pressiona os cotovelos do atacante para baixo - assim ele é capaz de, apesar do campo de visão limitado, reagir a possíveis ataques de mão ou cotovelo do oponente.

 
 
  Sifu contra-ataca com um uppercut.  
 
 

Figura. 3: Finalmente, Sifu executa um uppercut através do espaço vazio entre os braços do oponente. 

 
 
 

Info

 
 
  O oponente executa uma joelhada, mas Sifu Dragos protege-se com uma cotovelada descendente.
 
 

Figura. 2: O oponente desfere uma joelhada, Nesse momento, Sifu afunda seu cotovelo indo de contra à joelhada. O oponente virtualmente se machuca com sua própria força aplicada. 

 
 
  ..e desfere um gancho horizontal  
 
 

Figura. 4: Como uma alternativa ao uppercut, a possibilidade de um gancho horizontal se oferece como uma possível solução, dependendo de onde possa ser ultrapassada a guarda do oponente. 

 
 

Ganchos horizontais e uppercuts são técnicas de "passagem" que nos ajudam a atravessar "por sobre ou entre" a guarda do oponente. 

 

  

Exercício 41: Soltura de Mão Contra Pegada-Frontal-Dupla em Posição Alta

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 8: Soltura de Mãos

Exercício 41: Soltura de Mão Contra Pegada-Frontal-Dupla em Posição Alta → Soltura Usando "Kwai-Jarn" (Cotovelada Diagonal)

 

  Sifu Dragos é seguro pelos braços
 
 

Figura. 1: O agressor segura ambos os braços de Sifu Dragos.

 
  Sifu executa uma cotovelada sobre o punho do oponente
 
 

Figura. 2: Sifu avança seu antebraço, de modo que seu cotovelo fique por sobre o punho do agressor. A altura do seu punho que irá efetuar a soltura não se altera.

 
 
  Libertação - Sifu executa Kwai-Jarn (Cotovelada em diagonal) e libera a pegada.  
 
 

Figura. 3: Agora, Sifu executa uma cotovelada em diagonal para baixo (Kwai-Jarn, Figura. a). Ele utiliza a gravidade (seu peso corporal), transmitindo essa força através do braço, mas deixando a postura do tronco ereta (inalterada). Devido a grande alavanca, o oponente é incapaz de manter a pegada - o braço de Sifu está livre. O outro braço ainda está preso.

 
  Kwai-Jarn na forma Biu Tze
  Sifu executa um Fak-Sao diagonal, na garganta do agressor.
 
 

Figura. 4: Sifu agora utiliza sua mão livre para efetuar um contra-ataque -  ele executa um FakSao diagonal ao pescoço do agressor. O cotovelo do braço que executa o Fak-Sao está sobre o antebraço do agressor, controlando-o.

 
  Devido a joelhada, o oponente cai diretamente para a cotovelada.
 
 

Dica

 
 
 

Ao executar o movimento de libertação com o cotovelo é necessário, devido a pegada firme do agressor, não tentar mover ou levantar o seu punho. Quando sua força é menor que a do agressor, isso não será possível, de qualquer maneira. Ao invés disso, avance com outras articulações livres - neste caso o cotovelo - por sobre o punho do agressor e se movimente em direção a ele, utilizando todo o seu peso corporal para baixo. O efeito de alavanca devido a rotação, desse modo, irá liberar a pegada.

 
     
 
  Sifu puxa o oponente pelo pescoço e executa uma joelhada.
 
 

Figura. 5: Sifu puxa para baixo o agressor pelo pescoço com a ajuda de seu peso corporal e executa uma joelhada ao abdômen.

 
 

Figura. 6: Devido a joelhada, o agressor tem um reflexo de proteção e projeta sua cabeça para frente (Figura. 5) - precisamente nesse momento Sifu o atinge com uma cotovelada diagonal ascendente.

Exercício 42: Soltura de Mão Contra Pegada-Frontal-Dupla em Posição Baixa (Pegada Firme)

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 8: Soltura de Mãos

Exercício 42: Soltura de Mão Contra Pegada-Frontal-Dupla em Posição Baixa (Pegada Firme) 
Utilizando Kwai-Jarn e Pegada Diagonal

 

Figura. 1: O agressor segura o Sifu Dragos pelos punhos. Agressor agarra os braços em posição baixa
Sifuexecuta uma cotovelada diagonal (Kwai-Jarn), para se libertar da pegada do agressor.

Figura. 2: Sifu faz uma pequena esquiva e executa um Bong-Sao baixo. Um pequeno movimento de "afundar" com seu próprio punho faz com que a parte restante do seu antebraço se acomode acima do punho do agressor. a alavanca desse movimento de rotação libera a pegada do oponente.

Figura. 3: Finalmente, Sifu aplica um Fak-Sao diagonal ao pescoço do oponente. Uma vez que o oponente efetuou a pegada com os punhos próximos, Sifu se aproveita para segurar, com sua mão esquerda, o braço esquerdo do oponente. Como todo o processo acontece muito rapidamente, o oponente não se dá conta de que basicamente ele mesmo está se imobilizando.

A pegada próxima das mãos permite que Sifu alcance o braço esquerdo do agressor com o seu próprio braço esquerdo O agressor continua no seu jogo e não libera a pegada, ao mesmo tempo em que o um ataque com Fak-Sao o atinge.

 

 

 

 

 

Exercício 43: Soltura de Mão Contra Pegada-Frontal-Dupla em Posição Baixa (Pegada Firme Com Braços Afastados) Variante 1

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 8: Soltura de Mãos

Exercício43: Soltura de Mão Contra Pegada-Frontal-Dupla em Posição Baixa (Pegada Firme Com Braços Afastados) Utilizando Kwai-Jarn e Fak-Sao

 

  O oponente segura os braços de Sifu.
 
 

Figura. 1: o agressor segura o Sifu Dragos pelos dois punhos e mantém os braços bastante afastados.

 
 
  O braço de Sifu é libertado pelo movimento Kwai-Jarn
 
 

Figura. 3: O efeito de alavanca do cotovelo que avança libera a pegada do oponente.
 

 
 
 

Info

 
  Sifu afunda o corpo e executa um movimento em diagonal, de modo que seu cotovelo exerça uma alavanca sobre o punho do agressor.
 
 

Figura. 2: Sifu se livra utilizando um Bong-Sao baixo. 

 
 
  Sifu controla o braço do agressor e o braço que executou a cotovelada agora se transforma em Fak-Sao -  o oponente é atingido.  
 
 

Figura. 4: Com o braço livre, Sifu executa uma técnica Fak-Sao ao pescoço do oponente.

 
 

Ao invés de efetuar o ataque ao pescoço do agressor, a clavícula também pode ser um alvo. Em uma emergência, isso pode fazer sentido, pois caso eventualmente esse osso se quebre, um dos braços do oponente restará inutilizado. Isto se deve ao fato dela fazer parte da complexa articulação do ombro. 

 

  

Exercício 44: Soltura de Mão Contra Pegada-Frontal-Dupla em Posição Baixa (Pegada Firme Com Braços Afastados), Variante 2

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 8: Soltura de Mãos

Exercício 44:  Soltura de Mão Contra Pegada-Frontal-Dupla em Posição Baixa (Pegada Firme Com Braços Afastados) Utilizando Kwan-Sao

 

 

  O oponente segura os braços de Sifu com pegadas distantes.  
 
 

Figura. 1: O agressor segura ambos os punhos de Sifu Dragos e mantém os braços afastados.

 
 
  Chang-Sao de Sifu atinge o alvo.
 
 

Figura. 3: O oponente é incapaz de sustentar a pegada devido a grande alavanca e acaba sendo atingido.

 
 
 

  

 
 
  Sifu executa uma rotação interna e para cima para livrar a pegada.
 
 

Figura. 2: Sifu utiliza o movimento Kwan-Sao (“Rotação de Braços”) da forma SiuNimTao para se livrar da pegada. ele afunda os cotovelos e mantém a palma voltada para cima. Simultaneamente ele avança o antebraço em direção à cabeça do agressor .

 

 

 

Dica

 
 

 

 

 

Esta soltura pode acontecer mais facilmente se for aplicada logo no início da pegada. O movimento Kwan-Sao é executado fazendo um pequeno círculo ao redor do antebraço do oponente.

Exercício 45: Soltura de Mão Contra Pegada-Frontal-Dupla em Posição Baixa Utilizando Chute-Martelo

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 8: Soltura de Mãos

Exercício 45: Soltura de Mão Contra Pegada-Frontal-Dupla em Posição Baixa Utilizando Chute-Martelo

 

Sifu levanta sua perna - início do movimento do pisão Sifu Dragos executa o pisão. Aqui, ele utiliza o peso corporal, abaixando a perna de apoio. O alvo é atingido com o calcanhar.

Figuras. a+b: Para executar o chute Gam-Gerk, Sifu levanta a sua perna. No momento do chute, ele afunda levemente o joelho de sua perna de apoio para empoderá-lo com a força da gravidade. A superfície de impacto é o calcanhar.

 

 Exercício Preliminar

Sifu Dragos tem suas mãos agarradas. Sifu prepara Gam-Gerk.

Figura. 1: O agressor agarra ambos os braços de Sifu.

Figura. 2: Sifu levanta sua perna para chutar.
   
Figura. 3: ..e chuta o tornozelo do agressor com um "pisão" Gam-Gerk. Uma vez que Sifu executou o chute sem "telegrafar" e manteve o contato através dos olhos, o agressor não é "avisado. Figura. 4: Devido a dor, o agressor relaxa a sua pegada. . Sifu executa uma cotovelada final à cabeça do agressor.

 

Dica          
A escolha entre técnicas de mão ou técnicas de pé para livrar a pegada de uma agressor envolve muitas variáveis. A solução mais simples e mais rápida é sempre a melhor. Dependendo da força do oponente ou da distância entre as pegadas, as soluções serão diferentes entre si. A soltura utilizando apenas técnicas de mão é uma abordagem rápida e difícil de antecipar, mas requer maior habilidade. Se o oponente está se movendo em nossa direção durante a pegada, o uso de uma técnica de perna também fica mais difícil.

 

 

 

 

 

 

 

 

Exercício 46: Soltura de Mão Contra Pegada-Frontal-Dupla Com Chute Nos Genitais + Cotovelada e Joelhada

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 8: Soltura de Mãos

Exercício 46:  Soltura de Mão Contra Pegada-Frontal-Dupla Com Chute Nos Genitais + Cotovelada e Joelhada

 

Um chute é uma solução simples para desfazer uma pegada.

Figura. 1: O agressor segura frontalmente os dois braços de Sifu Dragos. Sifu executa um chute rápido aos genitais.

Figura. 1a: Devido a dor, o oponente relaxa a sua pegada. Sifu desfere uma cotovelada final à cabeça do agressor,

Após a soltura, Sifu tem os braços livres para executar uma cotovelada.
Como alternativa ao chute, uma joelhada pode ser utilizada diretamente, caso a distância seja mais curta.

Figura. 1b: Em curta distância, uma joelhada pode ser utilizada, ao invés de um chute. Isto é especialmente aconselhável caso o oponente seja puxado em sua direção.

 

 

 
           
Info                                       
O chute rápido, o chute com a "canela" e a joelhada são a princípio o mesmo movimento, de modo que nenhuma distinção deve ser feita entre as execuções. Então, a distância para o oponente é que determinará, em última análise, qual superfície de impacto da perna será utilizada. 

  

 

 

 

 

 

 

 

Exercício 47: Soltura de Mão Contra Pegada Dupla - Dois Agressores

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 8: Soltura de Mãos

Exercício 47: Soltura de Mão Dupla: Dois Atacantes

 

Através da aproximação de um dos atacantes, o movimento de liberação pode ser gerado.

Figura. 1: Dois agressores seguram e puxam ambos os braços de Sybille.

figuras. 2+3: Uma vez que Sybille é incapaz de competir contra a força de dois homens, ela utiliza a força das pernas e a gravidade para atrair os dois agressores para perto de si.
Preparação do chute Particularmente as costelas são um bom alvo, por ser uma área sensível.

Figura. 3: Se for capaz de se aproximar de um dos agressores, ela será capaz de usar mais livremente os braços e ganhar mais flexibilidade em seu tronco. Sybille agora está pronta para efetuar um chute.

Figura. 4: O oponente que foi aproximado será atingido nas costelas, no momento da aproximação. Por estar segurando o braço de Sybille, o tronco do agressor está desprotegido e o chute entra sem qualquer problema.

O chute foi efetivo - ela agora pode neutralizar o próximo agressor. Soco no queixo

Figuras. 5+5a: Devido a dor causada pelo chute, o oponente relaxa a pegada. Isto agora dá a possibilidade de se livrar do oponente que ainda está segurando o outro braço. Ela efetua um soco à face do agressor. No exemplo ilustrado aqui, a situação ainda não foi terminada, pois foi ilustrada apenas até a primeira liberação.

 

   
 

Dica

 
 
 

Nesta solução, bom equilíbrio e uma técnica rápida de chute são necessários. Experimente diferentes tipos de alvo e de chute (Chute para trás, chute lateral, pisão, etc). Alvos mais baixos como os joelhos e os tornozelos são realmente mais fáceis de serem atingidas porém para alcançá-los será mais difícil e maior flexibilidade será necessária.

 
 

  

 

Exercício 48: Defesa Contra Pegada Na Perna, Variante 1 (Pegada no Calcanhar)

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 9: Libertação Contra Pegadas Nas Pernas

Exercício 48: Libertação Contra Pegadas Pelo Pé → Uso da Puxada Pelo pescoço e Joelhada à Cabeça

 

 

 


Figura. 2:
Sifu imediatamente agarra a cabeça do agressor e se puxa em direção a ele. Para impedir que o agressor continue levantando sua perna. Sifu dá um pequeno pulo, se levantando nas pontas dos dedos de sua perna de apoio. 

 

Figura. 1: O agressor agarra Sifu Dragos pelo pé. levanta sua perna e avança em direção a ele para levá-lo ao chão.

 
 
  Sifu dá um pequeno pulo para a frente e puxa o pescoço do oponente, ao mesmo tempo. A aproximação acontece tanto pelo passo quanto pela puxada no pescoço.
 
  Sifu Dragos tem a sua perna agarrada pelo agressor, na altura do tornozelo.
 
  Sifu puxa e rotaciona a cabeça do oponente em direção ao seu joelho. Para empoderar o golpe, ele adicionalmente fica com na ponta dos pés da perna de apoio.
 

 

 

 

 

 

Figura. 3: Sifu usa a força da gravidade para para puxar o pescoço do oponente para baixo, em direção ao seu joelho. que tem seu movimento empoderado pelo movimento para a frente, proporcionado do pulo executado.

 

Dica

 

A solução mostrada é a mesma, caso o agressor esteja segurando a perna ao mesmo tempo em que empurra ou puxa. Em situações onde o o agressor agarra uma de nossas pernas, atacamos diretamente a sua cabeça. Caso ele caia ao chão já nocauteado, podemos "arrastá-lo" para baixo, assegurando estabilidade enquanto estamos de pé. Para garantir que o joelho atinja a cabeça do agressor, devemos levantá-lo o máximo possível, o que também otimiza o momentum do movimento, devido também a pegada na cabeça. Como um último detalho, vale a pena mencionar o giro da cabeça do agressor.

 

  

Exercício 49: Defesa Contra Pegada Na Perna, Variante 2 (Pegada Alta no Joelho)

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 9: Libertação Contra Pegadas Nas Pernas

Exercício 49: Libertação Contra Pegadas Nas Pernas Na Altura do Joelho → Utilizando Puxada no Pescoço e Cotovelada

 

  Sifu utiliza uma cotovelada para tirar o oponente de ação.
 
 

  

 
  Sifu Dragos se estabiliza com uma puxada no pescoço do oponente.
 
 

Figuras. 2+3: Imediatamente Sifu agarra o pescoço do oponente e se puxa em direção a ele. Sifu executa uma cotovelada em seguida, finalizado a situação.

 
 

Dica

 
  O agressor de Sifu agarra sua perna na altura do joelho.
 
 

Figura. 1: O agressor segura uma das pernas de Sifu Dragos, na altura do joelho.

 
 

Se o oponente afasta seus braços durante a pegada na perna, você pode segurá-lo pelos braços. Com a diferença no alcance, ao invés de uma cotovelada, um soco na cabeça pode ser executado.

Exercício 50: Defesa Contra Agarramento Por Trás Com Braços Presos

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 10: Defesa Contra Agarramento

Exercício 50: Defesa Contra Agarramento Por Trás → Desviando a Atenção Pela Dor e Abertura Com Usando Gam-Sao

 

 

Posição Inicial
Figura. 1: O agressor agarra Sifu Dragos por trás, prendendo seus braços.

 
  

  O agressor agarra Sifu Dragos por trás.

 

 

Abordagens Para a Solução

Passo 1: Distração Através da Dor

Para fazer com que o agressor afrouxe a pegada e distraí-lo brevemente, existem várias possibilidades:

  Sifu inicia o pisão.  
 
  Devido a dor, Sifu consegue desviar a atenção do agressor.
 
  O ataque aos genitais desvia a atenção do agressor por um momento.
 
 

Figuras. 2/b1: Sifu move seus quadris para o lado e desfere uma "martelada" aos genitais do agressor.

 

 

 

 

Figuras. 2/a1 e 2/a2: Sifu executa um "pisão" com Gam-Gerk no tornozelo do agressor.

 

 

Continuação

Passo 2: Abertura do Agarramento e Alinhamento Para o Oponente

   
  Sifu Dragos abaixa seu centro de gravidade e estica ambos os braços para a frente. Isso cria espaço para a próxima ação e é uma preparação para o próximo ataque (cotovelada reversa).  
   

 

Sifu controla com seu braço direito a pegada que ainda existe, enquanto o braço esquerdo inicia a cotovelada reversa.

 
 
  Uma cabeçada também pode ser um recurso muito eficaz ou uma possibilidade de distração.
 
 

Figuras. 2/c1: Sifu é capaz de sentir que a cabeça do agressor está mais próxima: uma condição ideal para executar uma cabeçada para trás. 

 

 

 
 
  O oponente finalmente é atingido.
 

Figuras. 3a-3c: Sifu executa um movimento de duplo Gam-Sao para abrir a pegada do agarramento. Uma vez que a pegada do agressor ainda estão prendendo parcialmente os braços de Sifu, eles oferecem apoio para a execução de uma cotovelada para trás. Sifu dobra um pouco seus joelhos para poder atingir a área da bexiga do oponente.

  Sifu utiliza a irritação para afrouzar o agarramento e poder se realinhar em direção ao oponente.   Sifu, agora em posição frontal, pode neutralizar o agressor.  
 
 

Figuras. 4+5: Finalmente, Sifu executa uma esquiva de 180° e desfere socos em corrente à cabeça do agressor.

 
 

Dica

 
 
 

Use apenas uma das distrações sugeridas nas figuras 2/a1 - 2/c1, ou então será necessário pensar muito para a execução dos passos individuais. Em contraste, velocidade e surpresa levam ao sucesso.

 
 
 

  

 

Exercício 51: Defesa Contra Agarramento Por Trás Com Braços Presos (Com Levantamento)

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 10: Defesa Contra Agarramento

Exercício 51: Defesa Contra Agarramento Por Trás, Com levantamento → Estabilização Com Gancho interno e Ataque Aos Genitais Com o Calcanhar 

 

 

Figura. 2: Sifu percebe que está sendo levantado. Imediatamente ele utiliza uma técnica Huen-Gerk ("movimento circular com o pé"), para se agarrar a uma das pernas do oponente. Assim, a ação de erguer é dificultada e a posição de Sifu é estabilizada.

 

Figura. 1: O agressor agarra Sifu Dragos por trás e o levanta, para posteriormente projetá-lo ao chão.

 
 
  O oponente quer levantar Sifu para projetá-lo posteriormente ao chão. Sifu tenta estabilizar-se utilizando uma das pernas para fazer um gancho.
 
  Sifu Dragos é agarrado pelo agressor.
  Sifu balança sua perna esquerda para cima, e inicia o movimento de ataque com o calcanhar.  
 
 

 

Figura. 3+4: Sifu balança sua perna esquerda para cima e executa um ataque com o calcanhar (Gan-Gerk) aos genitais do agressor.

 

 

 

 

 

 

Sifu acerta o seu calcanhar nos genitais do agressor

 

Dica

 

Caso o agressor consiga levantá-lo, as opções de ação nessa posição são limitadas. Isto acontece porque nossas armas estão orientadas principalmente para frente. Caso o agressor consiga te levantar sem que você seja capaz de efetuar um ataque aos genitais, a opção que resta é segurar em seus braços para mitigar o efeito de sua ação e "arrastá-lo" junto para o chão. Muito provavelmente uma situação de luta no chão acontecerá dai pra frente. 

   

Exercício 52: Defesa Contra Agarramento Frontal Com Braços Presos

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 10: Defesa Contra Agarramento

Exercício 52: Defesa Contra Agarramento Frontal → Ataque Com os Polegares- ou Joelhada ao Genital

 

O agressor agarra Sifu Dragos Se o agarramento ainda não foi consumado, um ataque preventivo "nesse caso, com os polegares) é a solução ideal.

Figura. 1: O agressor conseguiu agarrar Sifu Dragos frontalmente e quer derrubá-lo ao chão através da pressão para frente. 

 

 

Figura. 1b: Ao agarrar com ambos os braços pela frente, o agressor abre os braços em algum momento. Desse modo, um ataque direto à cabeça é possível. Ex: utilizando um ataque duple com os polegares, aos olhos. 

 

   
Sifu aumenta a distância utilizando seus braços e afasta uma das pernas para preparar o próximo movimento. O oponente é atingido pela joelhada.

Figura. 2: Sifu neutraliza a força do agressor com passos para trás e finalmente consegue pará-lo, se estabilizando com um passo de suporte. Esse movimento também é um balanço para trás...

Figura. 3: ..e então, uma joelhada aos genitais do agressor é desferida em seguida..

 

Dica                                       
Num agarramento, normalmente a posição de abertura de braços oferece um espaço para a plicação de técnicas diretas como socos em corrente, ataques com os polegares aos olhos, cotoveladas ascendentes, etc. Caso o agressor consiga consiga te encurralar e pressionar contra uma parede, tente aplicar uma cabeçada ao nariz ou mordidas, para forçar o oponente a liberar a pegada. 

Exercício 53: Defesa Contra Agarramento Frontal Com Braços Presos (Com Levantamento)

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 10: Defesa Contra Agarramento Frontal

Exercício 53: Defesa Contra Agarramento Frontal, Com Levantamento → Balanço Com Uma Das Pernas Seguido de Joelhada

Posição Inicial

  A joelhada atinge o alvo...  
 
 

Figura. 3: E balança sua perna de volta executando uma joelhada nos genitais. 

 
 

Dica

 
 
  Sifu balança uma das pernas para cima.  
 
 

Figura. 2: Agora, o agressor ergue Sifu para projetá-lo novamente ao chão. Nesse momento, Sifu faz um balanço com sua perna direita. 

  O oponente agarra Sifu Dragos frontalmente.
 
 

Figura. 1: O agressor consegue agarrar Sifu Dragos frontalmente, prendendo os braços.

 
 

Tente também se segurar no oponente com uma ou as duas mãos. Caso ele consiga projetá-lo ao chão, arraste-o consigo..

Exercício 54: Defesa Contra Estrangulamento Por Trás, Variante 1

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 11: Defesa Contra Estrangulamento

Exercício 54: Defesa Contra Estrangulamento Com o Antebraço, Por trás → Cotovelada Para Trás e Ataque de Garra

 

Verena executa uma cotovelada para trás.  Ela agarra a cabeça do agressor pelos cabelos e executa uma pegada em forma de garra aos olhos.

Figura. 1: Verena é estrangulada por trás, pelos antebraços do agressor. Imediatamente ela executa uma cotovelada reversa no estômago. Ao mesmo tempo ela puxa o braço para baixo para aliviar a pressão do estrangulamento.

Figura. 2: A cotovelada reversa joga a cabeça do agressor para a frente e então Verena será capaz de alcançar e fazer uma pegada nos cabelos do agressor. Ela puxa a cabeça do agressor para baixo e efetua um ataque aos olhos dele, com a mão em forma de garra.

Exercício preparatório para execução da cotovelada reversa.

Figura. a: Exercício preparatório para a cotovelada reversa: a cotovelada reversa terá mais impacto e alcance se for empoderada com um giro do tronco (Figura. a).

 

 

 

Exercício 55: Defesa Contra Estrangulamento Por Trás, Variante 2

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 11: Defesa Contra Estrangulamento

Exercício 55: Defesa Contra Estrangulamento Com o Antebraço Por Trás → Uso do Passo Circular e Alavanca Com o Joelho

Posição Inicial

  Sifu Dragos é estrangulado pelo agressor, por trás.
 
 

Figura. 1: O agressor estrangula Sifu Dragos com seu antebraço, por trás.

 
 
  Sifu gira seu corpo e inclina levemente para frente.  
 
 

Figura. 3: Sifu então muda rapidamente sua estratégia e executa um passo circular, para posicionar sua perna por detrás da perna do agressor.

 
 
  O agressor perde seu equilíbrio e cai ao chão.
 
 

Figura. 5: O agressor cede para trás devido a dor e cai ao chão. Sifu segura imediatamente o pescoço para imobilizar o braço do oponente. 

 
 
  O oponente é atingido pela joelhada.  
 
 

   

 
  Sifu agarra o punho do agressor, enfraquecendo sua pegada.
 
 

Figura. 2: Sifu tenta alcançar a cabeça do agressor, mas o caminho está bloqueado pelo antebraço.
 

 
 
  Sifu efetua uma alavanca no joelho enquanto puxa o agressor para trás, pelo ombro.
 
 

Figura. 4: Sifu posiciona seu pé esquerdo por dentro da perna direita do agressor, transfere peso para a perna da frente e executa uma chave no joelho ou no tornozelo. Simultaneamente, puxa o agressor para trás com sua mão esquerda no ombro. 

 
 
  Sifu puxa a perna para executar a joelhada enquanto controla o oponente, adicionalmente.
 
 

Figuras. 6+7: Sifu joga sua perna esquerda para trás e executa uma joelhada nas costelas do agressor.
 

Wing Tsun Holzpuppe Modell

Exercício 56: Defesa Contra Estrangulamento Lateral (Gravata), Variante 1

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 11: Defesa Contra Estrangulamentos

Exercício 56: Defesa Contra Estrangulamento Lateral
→ Alavanca no Nariz - Socos Guiados por um dos Braços

Posição Inicial

  O oponente agarra Sifu Dragos lateralmente (Gravata).
 
 

Figura. 1: O agressor ataca pela lateral, tentando aplicar uma chave ao pescoço de Sifu.

 

 

 

 

 

 

  Sifu executa socos em corrente sem parar, fazendo com que o agressor desista.  
 
 

Dica

 
  Sifu empurra o nariz do oponente para trás. A dor causada muda sua postura.
 
 

Figura. 2: Desta posição, é muito fácil para Sifu alcançar, com sua mão esquerda livre, a cabeça do agressor por detrás. Ele aplica uma alavanca ao nariz com o polegar. Os outros dedos de sua mão esquerda se apoiam sobre a testa do agressor, como forma de estabilização do movimento. O agressor é puxado pelo nariz, simultaneamente, para trás e para baixo.

 

 

 

 


Figura. 3:
Enquanto Sifu executa a alavanca ao nariz, com seu braço direito executa socos, sem parar, à cabeça do oponente. 

 
 

Ao invés de aplicar uma alavanca ao nariz, também é possível o mesmo efeito puxando os cabelos ou "fisgando" pela cavidade dos olhos.

 

  

Exercício 57: Defesa Contra Estrangulamento Lateral (Gravata), Variante 2

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 11: Defesa Contra Estrangulamentos

Exercício 57: Defesa Contra Estrangulamento Lateral (Gravata) → Golpe ao Abdômen ou com a Palma da Mão

Posição Inicial

O agressor tenta executar uma gravata lateral. Sifu Dragos é projetado para frente, como efeito da gravata. Ele vai junto com o movimento e faz um ataque em forma de martelo aos genitais do agressor.

Figuras. 1+2: O agressor aborda Sifu Dragos lateralmente e tenta aplicar uma queda para a frente. Sifu Dragos efetua um ataque com os punhos fechados à bexiga do agressor.

Alternativamente, existe a possibilidade e executar ataques com a palma das mãos. Ataque à têmpora, com a palma da mão

Figuras. 3+4: Alternativamente, existe a possibilidade de executar uma sequência rápida de ataques com a palma da mão na nuca ou nas orelhas do agressor.

 

Dica                                       
Ao invés da "martelada" no abdômen, de acordo com o tipo de vestimenta, um ataque surpresa em "chicote" aos genitais pode ser mais apropriado. O golpe com a palma das mãos à nuca, devido ao efeito desorientador (devido ao choque) e à possibilidade de efetuar vários ataques em sequência, se torna uma alternativa efetiva. Ataques às orelhas causam dor e também desorientação devido à pressão exercida contra os tímpanos. Em ambos os casos, o agressor acaba tornando-se desorientado.

  

 

 

 

Exercício 58: Defesa Contra Estrangulamento Lateral (Gravata), Variante 3

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 11: Defesa Contra Estrangulamentos

Exercício 58: Defesa Contra Estrangulamento Lateral (Gravata) → Alavanca no Tornozelo - Joelhada

Posição Inicial

Sifu Dragos é pego em uma gravata lateral. Sifu puxa o ombro do agressor enquanto efetua uma alavanca no joelho, tirando o seu equilíbrio. Sifu fixa o oponente, agora desequilibrado, e se puxa em direção a ele.

Figura. 1: O Agressor tenta aplicar um estrangulamento lateral no pescoço de Sifu.

Figura. 2: Sifu executa, com seu joelho, uma alavanca atrás do joelho do agressor. Com a mão esquerda ele puxa o ombro do agressor para trás,

Figura. 3: Devido a alavanca atrás do joelho, o oponente cai ao chão.

O oponente imobilizado agora é atingido por uma joelhada. Sifu em seguida executa golpe final.  

Figura. 4: Sifu puxa o pescoço do oponente com os dois braços para perto de si. Desfere uma joelhada em seguida.

Figura. 4a: Alternativamente a joelhada uma cotovelada ou um uppercut podem ser executados. Para isso, Sifu coloca o braço e o pescoço do agressor no seu antebraço esquerdo.

 

 

 

 

Exercício 59: Defesa Contra Estrangulamento Frontal, Variante 1

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 11: Defesa Contra Estrangulamento

Exercício 59: Defesa Contra Estrangulamento Com as Duas Mãos, Pela Frente → Rotação Corporal Com Puxada de Braço → Ataque Com o Polegar

Posição Inicial

  O oponente estrangula Sifu Dragos frontalmente. Com os polegares, pressiona a laringe de Sifu.
 
 

Figura. 1: O agressor estrangula Sifu Dragos pela frente. O polegar do oponente exerce uma pressão direta sobre a laringe de Sifu. Imediatamente, Sifu contrai a musculatura do pescoço para diminuir essa pressão.

 

 

 

Info

 
 
  Sifu gira para um lado, para evadir da pegada na laringe. Ele faz uma puxada no punho direito do agressor e executa um ataque com o polegar.
 
 

Figura. 2: Sifu gira para a esquerda, fazendo com que a mão esquerda do agressor perca a pegada. Simultaneamente, Sifu empurra a mão direita do agressor para longe de seu pescoço e executa um ataque com o polegar ao olho esquerdo dele.

 

Essa solução também é adequada caso o agressor possua braços mais longos que os seus. Através da rotação, o alcance do braço que avança é aumentado.

Exercício 60: Defesa Contra Estrangulamento Por Trás, Variante 2

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 11: Defesa Contra Estrangulamento

Exercício 60: Defesa Contra Estrangulamento Com as Mãos, Por Trás → Man-Sao Levantando - Puxada de Pescoço - Cotovelada

Posição Inicial

 
  Sifu Dragos é estrangulado por trás.
 
 

Figura. 1: O agressor estrangula Sifu com as mãos, por trás.

 
  Como resultado do movimento, a pegada do agressor é perdida.
 
  Sifu levanta seu braço. Ele a mantém próximo à orelha enquanto executa um movimento de rotação com o tronco.  
 
 

Figuras. 2+3: Sifu levanta seu braço esquerdo e gira em direção ao lado direito do agressor, para ficar de frente para ele. O resultado é uma alavanca que libera o estrangulamento do agressor. Simultaneamente, o Wu-Sao com a mão direita de Sifu protege a sua face de possíveis ataques durante o giro. 

  Exercício preparatório para execução do Man-Sao  
 
 

Figura. 2a: Man-Sao (“mão que pergunta”) é principalmente utilizado como um "teto" do corpo, para desviar movimentos de ataque vindos de cima para baixo. O giro para trás com um dos braços esticados (Figura. 2) e a cotovelada vertical executada de cima para baixo Kap-Jarn com controle superior de braço (Figuras. 4-6) pertencem à forma BiuTze.

 
  Sifu faz uma pegada no pescoço do agressor enquanto controla seu cotovelo.
 
  Essa nova posição permite a Sifu Dragos se aproximar do agressor - início da cotovelada.
 

Figura. 4: Sifu transforma o braço do Man-Sao em uma puxada de pescoço, enquanto controla o braço do oponente pelo cotovelo. 

 

Figuras. 5+6: O cotovelo controlado do oponente serve como um pivot para a cotovelada Kap-Jarn que vem em seguida. Ex: a cotovelada atinge o seu alvo enquanto a mão controla o braço por cima. 

 
  Sifu se executa a cotovelada por cima.
 

Dica

 

A solução descrita aqui também pode ser utilizada para contra uma pegada no colarinho efetuada pelas costas.

 

  

Exercício 61: Defesa Contra Quedas - Exercício Básico "'Joelhada Descendente"

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 12: Defesa Contra Quedas

Exercício 61: Exercício Básico "Joelhada Descendente"

 

Controle Com Joelhada Simples Controle Com Joelhada Dupla
A postura semi-ajoelhada permite mudanças dinâmicas de posição e direção durante o controle do oponente. O joelho, por si só, é uma arma perigosa. Enquanto praticamos essa técnica, deixamos nosso peso corporal cais completamente no saco de pancada e socamos ao mesmo tempo, seguido de vários socos em corrente.

Figura. 1 e Figura. a (Joelhada Descendente Simples): A joelhada descendente é uma das mais efetivas e perigosas técnicas de uma posição "semi-levantada". Durante a execução, os quadris devem sempre "repousar" sobre os joelhos para empoderar a ação, devido a força da gravidade. O soco, efetuado simultaneamente, também confere estabilidade adicional. A joelhada descendente também é utilizada frequentemente para fixar o oponente ao chão. A partir dessa posição, cotoveladas ou socos podem ser executados.

A joelhada descendente dupla é utilizada para controlar simultaneamente os braços e as pernas do agressor. É particularmente útil quando não somos capazes de deixá-lo de lado. Exercício para joelhada descendente dupla. Algumas aplicações requerem que os joelhos estejam mais próximos, ao invés de afastados.

Figura. 2 e Figura. b (Joelhada Descendente Dupla): A joelhada dupla descendente é frequentemente utilizada para controlar, enquanto de pé, os braços de um oponente que está deitado. Também pode ser usada para bloquear os quadris do oponente, caso os joelhos estejam mais afastados, para neutralizar preventivamente um possível chute.

 

 

Dica

 

Enquanto estiver praticando com um parceiro, aplique o peso do corpo de forma bastante dosada e controlada. Nunca simplesmente caia com todo o seu peso corporal sobre o seu parceiro! O efeito destrutivo de uma joelhada descendente normalmente é subestimado e pode facilmente quebrar as costelas de uma pessoa. 

   

 

Wing Tsun Holzpuppe Modell

Exercício 62: Defesa Contra Queda - Afundar a Cabeça Com Gam-Sao + Cotovelada Descendente

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 12: Defesa Contra Queda

Exercício 62: Defesa Contra Queda → Passo Para Trás - Pressionar a Cabeça do Agressor Para Baixo - Controle Com Joelhada Descendente

Posição Inicial

 Sifu é surpreendido com uma tentativa de queda. ..o oponente agarra as pernas de Sifu. O oponente quase é capaz de efetuar uma alavanca com o ombro...

Figura. 1: Depois que Sifu Dragos efetuou a abordagem de aproximação com mão e perna (solução universal), o agressor consegue se abaixar, tentando agarrar as duas pernas.

Figura. 2: O agressor consegue alcançar as pernas de Sifu. Seu objetivo é efetuar um single ou double leg.

Figura. 3: Na sequência, Sifu muda de uma estratégia ofensiva para uma defensiva: ele empurra a cabeça e o tronco do agressor para baixo com Gam-Sao, dando um passo para trás.

 Sifu reage, pressionando a cabeça e as costas do agressor para baixo. O agressor cai ao chão - Sifu Dragos o controla com uma joelhada descendente e simultaneamente desfere um golpe final.  Wir finden die Gam-Sao-Bewegung im 4. Satz der Siu Nim Tao-Form

Figura. 4: Devido a pressão para baixo em sua cabeça, o agressor cai ao chão.

Figura. 5: Sifu executa uma joelhada descente com um soco simultâneo à cabeça do oponente. 

Figura. 3a: Gam-Sao (“Mão Que Pressiona Para Baixo”) é um movimento da forma Siu Nim Tao-Form - onde as técnicas fundamentais são ensinadas. Veja também DWT 3.0 : Treino de Formas - Siu Nim Tao-, Chum Kiu-, Biu Tze-e Forma do Boneco de Madeira.

 

 

Info

 

O movimento Gam-Sao deve se executado aqui “puxando” e não se basear, de forma alguma, contra a força da investida do agressor. Dessa forma, podemos adicionar a nossa força à força do agressor.

   

Exercício 63: Defesa Contra Queda - Pressionar a Cabeça Com Gam-Sao + Rotação Pelo Giro da Cabeça

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 12: Defesa Contra Queda

Exercício 63: Defesa Contra Queda - Pressionar a Cabeça Com Gam-Sao + Rotação Pelo Giro da Cabeça - Controle Com Joelhada Descendente

 

O agressor tenta derrubar Sifu, agarrando suas pernas. Sifu usa o peso do corpo para empoderar a cotovelada e ao mesmo tempo empurra a cabeça do agressor para baixo. Sifu agarra a cabeça do agressor.

Figura. 1: O agressor ataca as pernas de Sifu. Seu objetivo é tirar as duas pernas de Sifu do chão e colocá-lo em seu ombro para depois projetá-lo ao solo.

Figura. 2: Sifu dá um passo para trás, empurrando a cabeça do oponente para baixo com Gam-Sao e executa uma cotovelada vertical para baixo, direcionada às costas do oponente, empoderada com o peso do corpo.

Figuras. 3+4: O oponente foi parado com sucesso. Sifu efetua uma pegada pela cabeça do oponente e dá mais um passo para trás. Ele gira a cabeça do oponente e ele então cai ao chão.

O agressor cai com as costas no chão. Sifu controla com uma joelhada descendente enquanto simultaneamente ataca.

 

 

 

 

 

Figura. 5: Imediatamente, Sifu executa uma joelhada descendente ao peito do atacante e também o atinge com um soco na cabeça.

 

Dica
 

Não espere a execução da joelhada descendente ou que o oponente esteja completamente no chão. Execute a joelhada assim que o oponente cair ao solo. Como resultado, não há como ele, logo após cair ao chão, retomar imediatamente sua orientação. Ao invés da joelhada descendente, se for o caso, um chute pode ser aplicado.

Exercício 64: Defesa Contra Queda → Derrubar Utilizando Chute-Cruzado

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 12: Defesa Contra Queda

Exercício 64: Defesa Contra Queda → Derrubar Utilizando Chute-Cruzado

 Posição Inicial

Figura 1 - o agressor tenta quedar Sifu. Figura 2 - devido ao espaço reduzido, Sifu executa um chute cruzado à perna da frente do agressor.

Figura. 1: O agressor tenta agarrar Sifu e projetá-lo ao chão. 

Figura. 2: Imediatamente Sifu executa um chute cruzado ao joelho do agressor.

O oponente perde o seu equilíbrio. Sifu puxa o agressor pela cabeça e desfere um ataque em curta distância.

Figura. 3: Devido ao chute, executado simultaneamente a uma puxada de pescoço, o atacante é girado e cai ao chão.

Figura. 4: Enquanto Sifu chuta a perna do agressor que está dobrada, fixando-a, ele finaliza aplicando um uppercut.

Info
O pisão em forma de chute cruzado é uma técnica da forma do Boneco De Madeira do WT. Ele é adequado para chutes de curta distância. A parte de trás do joelho ou a articulação do joelho em si são algumas das partes mais sensíveis do corpo. Aqui podemos muito facilmente quebrar o equilíbrio do oponente, através do princípio "puxar e empurrar em dois níveis".

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Exercício 65: Defesa Contra Rasteira - Contra-Ataque Com Joelhada a Partir de Tan-Gerk

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 13: Defesa Contra Projeções e Rasteiras

Exercício 65: Defesa Contra Rasteira - Contra-Ataque Com Joelhada a Partir de Tan-Gerk

Posição Inicial

  O agressor agarra a roupa de Sifu e puxa-o em sua direção.
 
 

Figura. 1: O agressor puxa Sifu Dragos para próximo de si e tenta executar uma rasteira. 

 

 

 

 

  Sifu desliza sua perna para cima e executa uma joelhada em Tan-Gerk enquanto estabiliza seu equilíbrio e o oponente é atingido.

 

 

 

Dica

 
 
  Agora ele tenta roubar o equilíbrio de Sifu executando uma rasteira frontal.  
 
 

Figura. 2: Por estar sem peso, a perna frontal de Sifu, a rasteira não faz efeito (o ataque passa direto).

 

 

 

 

Figura. 3: A rasteira do agressor levanta a perna direita de Sifu e facilita a execução de uma joelhada diagonal por fora  (Joelhada-Tan-Gerk).

 

 

 

A joelhada Tan-Gerk deve deslizar pela coxa do agressor. No momento da execução você deve puxar o oponente para si e empurrar os quadris para a frente, para conseguir um alcance maior. 

Exercício 66: Defesa Contra Projeção Diagonal → Contra-Projeção Utilizando Esquiva-180°

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 13: Defesas Contra Projeções e Rasteiras

Exercício 66: Defesa Contra Projeção Diagonal → Contra-Projeção Utilizando Esquiva-180º

Posição Inicial

O oponente prepara uma rasteira diagonal. Sifu executa uma esquiva de 180° O oponente perde seu equilíbrio.

Figura. 1: O agressor tenta executar uma rasteira por fora, na perna da frente de Sifu. Ele exerce uma pressão nos ombros de Sifu Dragos. 

Figura. 2: Sifu transfere seu peso corporal para a perna direita e, devido a pressão em seu ombro, é girado em uma esquiva de 180º.

Figura. 3: A esquiva abrupta de Sifu faz com que o atacante perca seu equilíbrio. Para que Sifu não perca o contato com o agressor para executar as ações seguintes, Sifu o agarra pelo pescoço com as duas mãos. 

Sifu executa uma cervical com o joelho, controlando o agressor pela cabeça.

 

 

Figura. 4: No momento em que o agressor cai ao chão, Sifu efetua uma joelhada.

 

 

Info
Essa solução é apropriada, mesmo que haja peso na perna da frente durante o ataque do agressor. O importante aqui é o timing exato da quebra do momento de contato com a perna do oponente. Uma vez que oponente também exerceu uma pressão em nosso ombro, o nosso giro é "facilitado" por ele. 

 

 Übung 66 - gegen diagonales Fegen von aussen: Gegenwurf durch Wendung

 

Exercício 67: Defesa Contra Projeção Diagonal → Deixar + Contra-Ataque Com Chute

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 13: Defesa Contra Projeções e Rasteiras

Exercício 67: Defesa Contra Projeção Diagonal → Deixar + Contra-Ataque Com Chute

Posição Inicial

O oponente se prepara para executar uma joelhada em diagonal. Sifu deixa a perna do oponente passar no vazio, isso é possível pelo fato de a perna da frente não carregar peso.

Figura. 1: O agressor tenta efetuar uma rasteira por fora. 

Figura. 2: Sifu Dragos deixa a perna do agressor passar. 

A perna do oponente vai para o vazio, deixando uma abertura. Sifu aproveita a nova situação e efetua um chute à perna de apoio do oponente.

Figuras. 3+4: Depois que o ataque do oponente passou a perna sem peso de Sifu e foi para o vazio, ele agora pode balançar de volta sua perna e atingir a perna de apoio com um chute.

 Übung 67 - gegen diagonales Fegen von aussen: Hyen-Gerk + Tritt zum Standbein

   
       
 

Dica

 
 
 

Nessa situação é importante que não seja efetuada força contra o ataque do oponente. Deixe acontecer e mantenha a perna da frente relaxada. algumas vezes não é possível manter a perna da frente completamente sem peso. Para esses casos, execute a esquiva descrita no Exercício 66: Defesa Contra Projeção Diagonal → Contra-Projeção Utilizando Esquiva-180°

 

Exercício 68: Defesa Contra Rasteira Diagonal Por Dentro → Joelhada-Bong-Gerk

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 13: Defesa Contra Projeções e Rasteiras

Exercício 68: Defesa Contra Rasteira Diagonal Por Dentro → Joelhada-Bong-Gerk

 Posição Inicial

O atacante agarra a roupa de Sifu e puxa-o em sua direção. E agora prepara-se para executar uma rasteira pela parte de dentro da perna. Sifu vai junto com o movimento do oponente e desliza a perna para efetuar uma joelhada.

Figura. 1: O agressor puxa Sifu pela roupa e tenta executar uma rasteira pela parte interna da perna da frente.

Figura. 2: Ao invés de resistir e exercer pressão contra a força do oponente, Sifu permite que o agressor conseguir.

Figura. 3: O ataque de rasteira "carrega" a perna de Sifu, porém o efeito é irrelevante. 

 

O oponente é atingido.    

Figura. 4: Erguida pela ação do oponente, a perna de Sifu desliza para cima pela coxa. Sifu acerta o estômago do oponente com uma joelhada. 

 

 

       
 

Dica

 
 
 

Caso perca o equilíbrio durante essa ação, devido a puxada do oponente, segure firme nele e execute a técnica mesmo assim. O "deslizamento" através da coxa provém proteção e controle antes que uma possível joelhada por parte do oponente seja efetuada. 

 

Exercício 69: Defesa Contra Projeção Sobre o Ombro → Chute-Cruzado + Alavanca Com o Tornozelo

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 13: Defesa Contra Projeções e Rasteiras

Exercício 69: Defesa Contra Projeção Sobre o Ombro → Chute-Cruzado + Alavanca Com o Tornozelo + Cotovelada

 Posição Inicial

O agressor se prepara para fazer uma projeção por sobre o ombro. Figura 2 - Sifu executa uma alavanca no tornozelo do agressor, fazendo-o perder o equilíbrio. Ao mesmo tempo o cotovelo de Sifu atinge a nuca. Figura 3 - a alavanca no tornozelo em detalho.

Figura. 1: O agressor puxa Sifu Dragos pelo braço e se prepara para fazer uma projeção sobre o ombro.

 

Figuras. 2+2a: Sifu executa um passo cruzado e posiciona seu pé direito por dentro da perna direita do agressor. Ele então levanta seu calcanhar do chão e efetua uma alavanca no tornozelo do agressor.. A alavanca no tornozelo faz com que o joelho se curve. Ao mesmo tempo, Sifu aplica Pai-Jarn-Sao (cotovelo cortante horizontal) à nuca do agressor.

Figura 4 - Sifu executa um passo para trás e puxa o agressor consigo.  O oponente agora está incapacitado de usar qualquer uma de suas armas e é atingido.  

Figura. 3: Sifu dá um passo para trás e puxa o agressor pela testa/olhos consigo, fazendo com que ele perca o equilíbrio.

Figura. 4: O agressor desliza pela coxa de Sifu, que o mantém nessa posição por um instante, enquanto puxa seu queixo para um dos lados e aplica cotoveladas descendentes no rosto.

 

       
 

Dica

 
 
 

Contra oponentes muito maiores é possível, ao invés de um passo cruzado, alcançar a parte de trás do passo do agressor apenas comum passo maior, de modo a criar uma alavanca, aumentando nossa estabilidade e evitar a projeção. O fato de o oponente expor as suas costas, cotoveladas surgem como uma boa opção para atingir a nuca nesse caso. Caso não sejamos capazes de atingir a nuca, alternativamente a cotovelada pode ser aplicada às costelas, o que leva adicionalmente o agressor a esticar-se devido a dor, facilitando uma puxada pela cabeça.

 

 Wing Tsun Holzpuppe Modell

 

Exercício 70: Defesa Contra Cabeçada/Ombrada → Chute de Longo Alcance

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 14: Defesa Contra Ombrada/Cabeçada (Bodycheck)

Exercício 70: Defesa Contra Ombrada/Cabeçada (Bodycheck) →Derrubar Utilizando Chute Lateral (de Longo Alcance)

 Posição Inicial

O agressor se aproxima com a intenção de desferir um golpe de curta distância (cabeçada, ombrada, etc). Sifu erkennt die Absicht des Angreifes und führt einen zuvorkommenden Stopptritt zum Knie des Gegners aus - dieser geht in Folge zu Boden.

Figura. 1: O agressor se prepara para executar uma ombrada/cabeçada (lado direito à frente).

Figura. 2: Sifu executa um chute lateral de longo alcance ao joelho do agressor. Devido ao impacto, o oponente cai ao chão.

       
 

Dica

 
 
 

O sucesso dessa solução depende da postura e da velocidade com as quais o oponente avança. O avanço dos quadris estende o alcance do chute-barreira, de modo que somos capazes de alcançá-lo logo no início. Caso a reação demore a acontecer e caso sejamos forçados a a chutar na curta distância, veja a abordagem ilustrada no exercício Exercício 71: Defesa Contra Cabeçada/Ombrada → Chute Cruzado (Pisão) em Curta Distância

 

Exercício 71: Defesa Contra Cabeçada/Ombrada → Chute Cruzado (Pisão) em Curta Distância

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 14: Defesa Contra Cabeçada/Ombrada (Bodycheck)

Exercício 71: Defesa Contra Cabaçada/Ombrada (Bodycheck), Variante 2 
→ Chute Cruzado (pisão) - Joelhada Descendente + Ataque

 Posição Inicial

O agressor se prepara para um golpe de curta distância (cabeçada, ombrada, etc) Sifu prepara um chute cruzado com sua perna esquerda. Ele também controla os ombros do oponente para impedir que ele se alinhe.  

Figura. 1: O oponente prepara um ataque com o ombro (lado direito à frente).

Figura. 2: Sifu Dragos ataca com sua perna contrária (esquerda).

 

Em seguida, o agressor perde seu equilíbrio...  ..e cai com as costas ao chão... Sifu executa uma joelhada descendente ao mesmo tempo em que desfere um golpe final à cabeça do agressor.

Figuras. 3+4: O pisão cruzado de Sifu rotaciona os ombros do agressor e ele cai ao chão.

Figura. 5: Finalmente Sifu executa uma joelhada descendente e desfere um soco, ao mesmo tempo.

       
 

Dica

 
 
 
Esta solução de como lidar com ataques de ombro é particularmente adequada para uso em espaços "apertados". É aconselhável praticar essa com precaução pois um chute executado lateralmente contra o joelho pode facilmente romper seus ligamentos!
 

 

 

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO - Parte 3: defesa no chão
Exercício 72: Exercício Básico Para Luta no Chão → Chutes: Frontal e Frontal Para Cima

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 15: Exercício Básico Para Luta no Chão

Exercício 72: Chutes: Frontal e Frontal Para Cima

Posição Inicial

       

 

 

Sifu Dragos curva a sua perna esquerda, enquanto a outra protege, estabiliza e direciona o corpo.

                                                             

           

Figura. 1: A partir da posição inicial de anti-luta no chão, Sifu Dragos dobra a sua perna de cima para efetuar um chute. A outra perna mantém contato com o chão para possibilitar mudanças rápidas de direção. A cabeça está levantada para permitir a melhor visão possível da situação. Os braços são colocados em posição central. 

                                                                                
           

 
Chute para cima. Chute para frente.

Figuras. 2a / 2b: Dessa posição, Sifu Dragos agora efetua um chute frontal e outro frontal para cima. A perna de baixo estabiliza os movimentos e também serve como uma proteção para o abdômen.

   
 

Dica

 
 
 

Pratique este e os outros chutes descritos acima com um parceiro imprimindo resistência contrária (ex. luvas de foco), para ter uma sensação para essa posição em particular. A prática de bater em luvas de foco em pé e simulando uma posição deitada não substitui esse exercício. 

 
 

  

 

 

 

Exercício 73: Exercício Básico Para Luta no Chão - Chute-Bong-Gerk

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 15: Exercício Básico Para Luta no Chão

Exercício 73: Chute-Bong-Gerk

 Posição Inicial

Sifu Dragos angula as pernas. Com a perna angulada, Sifu rotaciona para a posição Bong-Gerk em um dos lados.

Figuras. 1-3: A partir da postura inicial de anti-luta no chão (Figura. 1) Sifu posiciona seu joelho para a posição Bong-Gerk (Figura. 2) e estica sua perna para efetuar um chute (Figura. 3). Dobrando a perna de baixo, a posição final se torna estável.

No último momento, a posição protetiva se transforma em chute, o joelho está apontado para dentro.

 

QD3 / Lektion 15 - Basistechniken für den Bodenkampf

 

Exercício 74: Exercício Básico Para Luta no Chão → Chute-Tan-Gerk

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 15:Exercício Básico Para Luta no Chão

Exercício 74: Chute-Tan-Gerk

Posição Inicial

Posição inicial: Sifu Dragos curva sua perna esquerda.
Sifu abre a postura de seus joelho e gira para a esquerda.
No último momento, estica a perna para chutar.

Figuras. 1-3: A partir da posição inicial, Sifu faz um Tan-Gerk para o lado e estica sua perna para.efetuar o chute.

Exercício 75: Exercício Básico Para Luta no Chão → Gan-Gerk

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 15: Exercício Básico Para Luta no Chão

Exercício 75: Chute-Gan-Gerk ("Chute-Cortante"- ou Golpe Com o Calcanhar)

Posição Inicial

Sifu balança uma das pernas para cima. Gan-Gerk

Figuras. 1+2: Para executar o Gan-Gerk ("Perna-Cortante"), Sifu Dragos balança sua perna para cima e depois a movimenta para baixo. Quando bem sucedida, a técnica do golpe com o calcanhar pode ser uma arma efetiva.

Exercício 76: Exercício Básico Para Luta no Chão → Postura Protetiva Lateral Com Tan-Gerk e Escudo Com os Braços

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 15: Exercício Básico Para Luta no Chão

Exercício 76: Postura Protetiva Lateral Com Tan-Gerk e Escudo Com os Braços

Tan-Gerk com Braços-Cobertura de Proteção

Sifu Dragos protege seu abdômen através da angulação de uma das pernas. Seus braços protegem o tronco, com tensão isométrica.

                          

Figura:
A partir da posição básica, Sifu Dragos executa uma proteção lateral para sua cabeça, com Tan-Gerk e com os braços. Essa postura é necessária caso o oponente consiga passar por nossa guarda e nos ataque, por exemplo, com um chute na nossa cabeça ou ao tronco. Para não perder a tensão necessária no momento da colisão, mantemos os braços com um tensão isométrica constante. 

 

 

Exercício 77: Exercício Básico Para Luta no Chão → Postura Protetiva Lateral Com Bong-Gerk

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 15: Exercício Básico Para Luta no Chão

Exercício 77: Postura Protetiva Lateral Com Bong-Gerk

Posição Inicial

Sifu Dragos curva uma das pernas, em posição protetiva.

Figuras. 1+2: Esta técnica é a contrapartida para a postura protetiva Tan-Gerk: Sifu rola para o lado, executa um Bong-Gerk mantendo ambos os braços em frente ao corpo, protegendo a cabeça e o tronco. O abdômen e o estômago estão protegidos pela técnica de perna. 

Sifu rola para um dos lados, enquanto cobre a parte inferior do corpo com Bong-Gerk e a parte de cima com os braços.

 

   

Exercício 78: Exercício Básico Para Luta no Chão - Movimento Circular Com os Pés-Huen-Gerk

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 15: Exercício Básico Para Luta no Chão

Exercício 78: Movimento Circular Com os Pés-Huen-Gerk


Posição Inicial

Esquema do movimento circular Huen-Gerk
Figura. 1 - Esquema do Movimento Circular com os Pés: O movimento circular com os pés a seguir pode ser executado com movimentos horários ou anti-horários.    
Huen-Gerk - figura 1.
Huen-Gerk - figura 2.
Huen-Gerk - figura 3.
Huen-Gerk transforma-se em chute
Figuras. 2-5: Sifu curva levemente a perna do chute e executa o movimento circular com o pé. Após isso, ele efetua um chute para frente.

 

 

 

Exercício 79: Exercício Básico Para Luta no Chão → Chutes-Corrente

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 15: Exercício Básico Para Luta no Chão

Exercício 79: Chutes-Corrente

Posição Inicial

     
 
  Chutes em corrente - figura 1  
 
  Chutes em corrente - figura 2.  
 
  Chutes em corrente - figura 3.  
 
  Chutes em corrente - figura 4.  
 
  Chutes em corrente - figura 5.
 
  Chutes em corrente - figura 6.  
 
  Chutes em corrente - figura 7.  
 

 

 

 

 

Figuras. 1-7: A partir de uma posição de combate anti-chão Sifu executa, alternadamente, chutes com as pernas direita e esquerda. O processo, de algum modo, lembra uma "pedalada". 

Info                                       
Os chutes em corrente são as armas de longo alcance no anti-chão e na luta de chão propriamente dita. São utilizados para manter longe ou repelir um oponente que deseja se aproximar, através de ataques continuados. Enquanto o agressor tenta se aproximar, nos ajustamos a ele constantemente, de maneira semelhante a uma bússola e chutamos o primeiro alvo possível (qualquer parte que nos alcançar primeiro). Assim que a situação permitir, tentamos nos levantar o mais rápido possível, especialmente por nossas chances de defesa serem maiores quando estamos de pé. 

  

 

 

 

 

 

 

 

Exercício 80: Exercício Básico Para Luta no Chão → Tesoura Alongada

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 15: Exercício Básico Para Luta no Chão

Exercício 80: Tesoura Alongada

Posição Inicial

Sifu Dragos cruza suas pernas. Ao fechar suas pernas, a tesoura está fechada.

Figura. 1+2: Sifu Dragos cruza seus tornozelos e puxa a ponta dos dedos para cima. Para reduzir a tensão nos ligamentos dos joelhos, ele aponta os joelhos levemente para fora, durante a execução do movimento demonstrado. Ele agora estica suas pernas vigorosamente. 

Dica                                       
A tesoura com as pernas normalmente é usada para imobilizar um oponente que se encontre com a cabeça entre nossas pernas. A pressão a partes sensíveis do corpo (ex: pescoço) pode conseguir um efeito de "finalização".

  

 

 

 

 

 

Exercício 81: Exercício Básico Para Luta no Chão → A Ponte

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 15: Exercício Básico Para Luta no Chão

Exercício 81: A Ponte

Posição Inicial

Posição inicial - Sifu Dragos dobra ambas as pernas.
Sifu Dragos levanta os quadris e se apóia no ombro direito.
Sifu mantém o seu braço direito em diagonal enquanto toca o solo com seu braço esquerdo.

Figuras. 1-3: Sifu Dragos puxa suas pernas para próximo de suas nádegas. Agora ele se estica por sobre a musculatura de seu ombro direito, para dar proteção adicional e estabilidade à articulação (devido ao risco de deslocamento). Ao levantar seu quadril do chão e apoiando o peso do corpo sobre o ombro, agora é possível que ele alcance o chão do lado oposto, com sua mão esquerda.

Dica                                       
O levantamento dos quadris pode acontecer com ou sem o movimento de braço mostrado. Usualmente, isto serve para nos livrarmos de um oponente que está sentado ou está sobre nós. O oponente é levantado por uma fração de segundos, o que possibilita a execução de outras técnicas.  

  

 

 

 

 

 

 

 

Exercício 82: Exercício Básico Para Luta no Chão → Apoio em Três Pontos (Fixação Utilizando Bong-Gerk)

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 15: Exercício Básico Para Luta no Chão

Exercício 82: Apoio em Três Pontos (Fixação Utilizando Bong-Gerk)

Posição Inicial

Apoio em três pontos - Sifu curva uma das pernas enquanto a outra está esticada, apoiando-se em um dos cotovelos.

Figuras. 1+2: Em posição ventral, Sifu Dragos se apoia sobre o antebraço esquerdo. Sua perna direita executa um Bong-Gerk simultaneamente. A partir dessa posição estável, ele agora é capaz de executar uma cotovelada. 

Essa posição permite o controle do agressor em uma posição lateral, ao mesmo tempo permite ataques com o cotovelo.

 Übung 82: Dreiecks-Stand “Bong-Gerk-Fixierung”

Dica                                       
A fixação com Bong-Gerk é a técnica de imobilização mais comum em lutas de chão. Seguindo um princípio, de acordo com o qual "a estabilidade de todo o objeto que se encontra apoiado em três pontos é determinada pelo tamanho de sua base", tentamos manter a maior base possível. Ex: os membros são espalhados e longes uns dos outros, na distância correspondente, e mantemos nosso tronco próximo ao chão.

  

 

 

 

 

 

Exercício 83: Exercício Básico Para Luta no Chão → Quatro Apoios

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 15: Exercício Básico Para Luta no Chão

Exercício 83: Postura de Apoio

Posição Inicial

Posição inicial - quatro apoios.

Figura. 1: Sifu Dragos dobra as pernas e assume uma posição "de joelhos". Nesta posição ele está apoiado pelos antebraços e pelas pontas dos pés. Os joelhos "flutuam" e não tocam o chão.

Sifu Dragos abre as pernas e se apóia, mantendo-se suspenso, pelos cotovelos.

Figura. 2: Sifu agora estica suas pernas e todo o seu corpo "flutua" sobre o chão. Os antebraços e as pontas dos dedos dos pés ainda suportam todo o seu peso corporal. 

Dica                                       
A posição de apoio nos permite, devido a grande área de suporte, estabilidade necessárias para manobras de controle. No exemplo acima é executado com uma joelhada dupla alternada. Claro, joelhadas simples também podem seer executadas dessa posição.

  

 

 

 

 

 

Exercício 84: Exercício Básico Para Luta no Chão → Joelhada e Chute Para Trás em Quatro Apoios

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 15: Exercício Básico Para Luta no Chão

Exercício 84: Exercício Básico Para Luta no Chão → Joelhada e Chute Para Trás em Quatro Apoios

 Posição Inicial

Sifu Dragos balança sua perna direita para trás. Ele se sustenta em seus braços e em sua perna esquerda. Joelhada.

Figura. 1: Em quatro apoios, Sifu Dragos efetua um chute para trás.

Figura. 2: Finalmente, com a mesma perna, efetua uma joelhada para frente.

 

 Übung84: Rückwärtstritt und Kniestoss im Vierfüsslerstand

Exercício 85: Exercício Básico Para Luta no Chão - Levantar-se Andando Para Trás

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 15: Exercício básico Para Luta no Chão

Exercício 85: Levantar-se Andando Para Trás

 Execução

 
  Posição inicial - Sifu Dragos apóia uma das pernas no chão e angula a outra.  
 
 

Figura. 1: A partir da postura básica de combate anti-chão Sifu Dagos estica para frente sua perna direita, que está pronta para executar um chute.

 
 
  Sifu estica ambos os braços e estica uma das pernas enquanto anda para trás.
 
  Sifu levanta-se e empurra vigorosamente o chão com os dois braços.  
 
 

Figura. 2: Ergue vigorosamente a parte superior do corpo e se apoia simultaneamente sobre as duas mãos. Sua perna esquerda está recolhida enquanto a sola do pé mantém contato com o chão.

 

  O ato de levantar-se acontece enquanto anda para trás, para escapar de uma ameaça frontal.  
 

Figura. 3+4: No momento em que ambas as mãos empurram o chão, Sifu estica sua perna esquerda e executa um grande passo para trás com sua perna direita.  

 

  Finalmente Sifu está de novo em posição ereta.  
 
 

Figura. 5: Finalmente, Sifu se encontra de pé e em uma posição frontal.

 

 

 

 

 

Dica

 
 
 

A habilidade de ser capaz de se levantar rapidamente, de uma posição deitada, pode ser a diferença entre a vitória e a derrota, em situações de perigo. No WT, nunca mantemos voluntariamente uma posição deitada, mas tentamos sempre resolver a luta de pé. É importante que todas as estratégias utilizadas para nos levantarmos,sejam executadas "indo para trás". Isto nos dá, enquanto nos levantamos, tempo extra e distância adicional para o oponente pois, especialmente durante o momento da execução desse processo, as ações defensivas e seus efeitos estão reduzidos. 

Ao invés da postura frontal mostrada aqui, também é possível levantar-se diagonalmente em relação ao oponente, utilizando o apoio de uma ou ambas as mãos. Desse modo, conseguimos criar uma proteção adicional e também temos a possibilidade de chutar enquanto nos levantamos. 

Exercício 86: Defesa No Chão Contra Oponente em pé → Chute-Barreira Contra Chute ou Aproximação

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 16: Defesa no Chão Contra Oponente em pé

Exercício 86: Chute-Barreira Contra Chute ou Aproximação

 Posição Inicial

   
  Melanie angula uma das pernas, para se proteger. A partir dessa posição ela será capaz de chutar a qualquer momento.
 
   
     
   
 

 

 

Figura. 1: Melanie está na posição de combate anti-chão. Enquanto isso, dobra sua perna direita, Sua perna esquerda ainda está com contato com o chão, com a finalidade de manter seu alinhamento com relação ao oponente.

   
  O oponente prepara um chute.   Melanie executa um chute-barreira.
 
 

Figura. 2a: O oponente desfere um chute. Melanie contra-ataca com um chute baixo na "canela".

 
 

Info

 
 

Figura. 2b: Nesse exemplo o agressor simplesmente avança em direção a Melanie. No momento em que prepara o passo, Melanie desfere um chute-barreira ao joelho do agressor, jogando-o para trás.

 

Quando um agressor tenta se aproximar, sempre tentamos atingir o primeiro alvo possível. Esse alvo pode ser as pernas, suas mãos, tronco ou cabeça, depende do que que está no alcance do nosso chute. Danach gilt es, sofort aufzusehen. O chute-barreira é especialmente apropriado durante uma aproximação rápida ou tentativas de chute do oponente, particularmente por poder ser executado rápida e facilmente. Caso a abordagem seja mais lente é possível aplicar uma alavanca na "canela" (veja Exercício 87: Defesa no Chão Contra Oponente em pé → Chave no Joelho (Aproximação Lenta)).

Exercício 87: Defesa no Chão Contra Oponente em pé → Chave no Joelho (Aproximação Lenta)

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 16: Defesa no Chão Contra Oponente em Pé

Exercício 87: Defesa no Chão Contra Oponente em pé → Chave no Joelho (Aproximação Lenta)

Posição Inicial

O oponente se aproxima lentamente. Melanie puxa a perna debaixo para si e empurra a perna de cima em direção ao oponente. A tendência é a queda do oponente.

Figuras. 1+2: O agressor subestima Melanie e deste modo, age "despreocupado" - ele se aproxima com passos lentos. Isto possibilita a Melanie "pegar" a perna do agressor com uma alavanca em sua tíbia. A perna de baixo de Melanie (direita) faz um gancho por trás do calcanhar do agressor enquanto sua perna de cima (esquerda) efetua um chute à "canela". O oponente, então, acaba caindo. .

Dica                                       
No exemplo acima, Melanie poderia executar a chave de canela na outra perna do oponente e exatamente da mesma maneira, sem ser necessário mudar a posição do corpo para o outro lado.

  

 

 

 

 

 Wing Tsun Holzpuppe Modell

Exercício 88: Defesa no Chão Contra Oponente em pé - Postura Protetiva Com Tan- e Bong-Gerk-Lateral

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 16: Defesa no Chão Contra Oponente em pé

Exercício 88: Postura Protetiva Com Tan- e Bong-Gerk-Lateral

Posição Inicial

O oponente consegue chegar ao lado de Melanie. Melanie consegue evitar o pior, protegendo-se com um escudo formado pelas pernas e braços.

Figuras. 1+2: O agressor conseguiu passar lateralmente pela guarda de Melanie e desfere um chute contra sua cabeça. Melanie assume uma posição de proteção lateral com Bong-Gerk para proteger as áreas do abdômen e tronco, defendendo o chute com os dois braços.

Melanie empurra a perna do agressor para frente, pela parte interna do joelho e puxa o tornozelo. O oponente caído é imediatamente controlado pela perna.

Figuras. 3+4: Imediatamente após defender o chute, Melanie agarra firmemente as pernas do agressor pelas calças. Ela então efetua uma chave pela parte de dentro da perna do agressor. Depois de derrubar o oponente, ela pressiona sua perna contra o chão e imediatamente se direciona em direção a ele.

Melanie agarra uma das pernas do oponente e a joga diagonalmente em direção ao ombro do oponente, desse modo ele é erguido e girado. Melanie puxa e prende o oponente com o seu joelho. A partir daí, seguem socos em corrente.

Figuras. 5+6: Melanie puxa a perna do agressor para cima e a joga em sua direção, diagonalmente para frente e para cima de seu tronco. Desse modo, o oponente é jogado e tem exposto um de seus lados. Melanie aplica uma joelhada descendente juntamente com um soco. Enquanto controla os braços do oponente com o seu joelho, impede que ele se alinhe novamente em sua direção.

Dica                                       
O momento crítico do exemplo mostrado, no qual Melanie consegue "virar o jogo", é o momento no qual ambos estão deitados e ela se levanta para puxar a perna do agressor para cima. A ação de levantar-se deve ser executada pronta e rapidamente. Para que a alavanca executada com os braços na perna do agressor seja bem sucedida, é necessário que haja uma aderência (pegada).

  

 

 

 

 

 

Exercício 89: Defesa no Chão Contra Oponente em pé - Defesa Contra Pegada Nos Pés → Movimentos Circulares Das Pernas Huen-Gerk

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 16: Defesa no Chão Contra Oponente em Pé

Exercício 89: Defesa no Chão Contra Oponente em pé - Defesa Contra Pegada Nos Pés → Movimentos Circulares Das Pernas Huen-Gerk

Posição Inicial

O oponente agarra uma das pernas de Melanie. Melanie evita a pegada do oponente com um movimento circular.

Figuras. 1+2: O agressor tenta alcançar um dos pés de Melanie. Ela percebe a intenção e tira o seu pé do alcance do oponente.

Melanie evita a pegada através de um movimento circular. Melanie prepara-se para efetuar um chute.

Figuras. 3+4: Melanie executa um movimento circular em sentido anti-horário (Huen-Gerk), para evitar contato com o braço do oponente.

O chute de Melanie acerta o alvo - o oponente é projetado para trás.  

Figura. 5: Finalmente, ela executa um chute ao joelho do agressor, para que ele perca seu equilíbrio e caia ao chão.

 
Dica                                       
O movimento circular com o pé também pode ser executado no sentido contrário, dependendo de como o agressor se aproxime. O círculo descrito aqui sempre é executado em sentido oposto ao movimento do oponente.

  

 

 

 

 

 

Exercício 90: Defesa no Chão Contra Oponente em pé - Defesa Contra Pegada Nos Pés → Libertação Utilizando Gan-Gerk (Golpe Com o Calcanhar)

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 16: Defesa no Chão Contra Oponente em Pé

Exercício 90: Defesa no Chão Contra Oponente em pé - Defesa Contra Pegada Nos Pés → Libertação Utilizando Gan-Gerk (Golpe Com o Calcanhar)

 Posição Inicial

 O oponente agarra uma das pernas de Melanie. Puxada e início da liberação da pegada. 
Figuras. 1+2: O agressor segura a perna direita de Melanie e puxa em direção a ele. Para poder alcançar o oponente, ela se puxa com a perna direita em direção ao oponente. Ao mesmo tempo, ela prepara sua perna esquerda já está pronta para efetuar um movimento de libertação através de um golpe com o calcanhar (Gan-Gerk).
 Melanie livra-se através de um golpe com o calcanhar (Gan-Gerk).  Detalhe do golpe com o calcanhar.
Figuras. 3+4: ..e chuta o punho do agressor, livrando-se de sua pegada.
Dica                                       
Dependendo da envergadura do oponente, o golpe com o calcanhar (Gan-Gerk) pode ser efetuado à cabeça do agressor. Ao invés de se puxar e executar um Gan-Gerk, um chute à "canela" do oponente também é uma alternativa.

  

 

 

 

 

 

Exercício 91: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Barreira Com Bong-Gerk + Chutes-Corrente

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 17: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas

Exercício 91: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Barreira Com Bong-Gerk + Chutes-Corrente

Posição Inicial

 
  O oponente segura os braços de Melanie enquanto está com as costas no chão
 
 

Figuras. 1+2: O oponente está ajoelhado entre as pernas de Melanie e deseja se aproximar. Melanie impede que ele avance ao efetuar uma barreira com Bong-Gerk.

 
  Melanie executa uma joelhada descendente - desse modo o oponente é mantido à distância.
 
  Melanie bringt ihr Knie in die Bong-Sao-Position und schafft somit eine Barriere
 
  A maior distância com relação ao oponente permite que seja aplicado um chute ao queixo.
 

Figuras. 3+4: Com a finalidade de ganhar mais distância e ao mesmo tempo efetuar um ataque, ela executa uma joelhada ao esterno do oponente. Finalmente, efetua um chute à cabeça do agressor. Adicionalmente, sua perna esquerda assegura a manutenção da distância entre eles.

 

Dica

 
 
 

Sempre execute a barreira ao esterno do agressor (não será o eficiente caso seja à altura do quadril). De outro modo, caso o agressor simplesmente jogue seu peso para frente, será capaz de passar sua guarda e se aproximar.

 

Exercício 92: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Gan-Gerk Visando a Cabeça

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição17: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas

Exercício 92: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Gan-Gerk Visando a Cabeça

Posição Inicial

Agressor está na guarda.

Figura. 1: O agressor tenta se aproximar do tronco de Melanie por entre suas pernas. Ela estica a perna e pressiona o quadril do agressor, se afastando dele, enquanto "rasteja" sobre suas costas. A distância entre ela e o oponente se aumenta.

Melanie executa um ataque com o calcanhar ao pescoço do agressor.

Figura. 2: Esta distância possibilita que ela efetue um chute-cortante Gan-Gerk com sua perna direita.

 

  

 

 

 

 

 

Exercício 93: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Barreira Com Bong-Gerk + Ataque Com os Polegares

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 17: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas

Exercício 93: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Barreira Com Bong-Gerk + Ataque Com os Polegares

Execução:

  O agressor é impedido pelos joelhos e ao mesmo tempo é tirado de ação, através de um ataque simultâneo com os polegares.
 
 

Figura: O agressor quer se aproximar do tronco de Melanie por entre suas pernas. Ela executa uma barreira com Bong-Gerk ao esterno do agressor. Ela então efetua um ataque duplo com os polegares, aos olhos do agressor.

 
 
 

  

 
 

 

 

 

 

 

 
 

Dica

 
 
    

Caso não seja necessário efetuar uma defesa tão extrema, ao invés de atacar os olhos com os polegares, um ataque com os cantos da mão também pode ser executado. A posição é similar à que pode ser observada na figura, todavia, direcione os cantos da mão à mandíbula do atacante e então não será necessário utilizar os polegares para atacar.

Exercício 94: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Alavancagem do Pescoço Utilizando o Joelho

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 17: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas

Exercício 94: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Alavancagem do Pescoço Utilizando o Joelho

  Atacante está inclinado em direção a Melanie.  
 
 

Figura. 1: O atacante está entre as pernas de Melanie e pressiona seus ombros contra o chão.

 
  Melanie puxa a cabeça do agressor e a puxa para baixo, enquanto empurra o quadril e o joelho para cima.  
 
 

Dica

 
        
         Melanie tenta impedir o avanço do oponente com os braços e posiciona o seu joelho entre ela e o agressor.
 
 

Figura. 2: Imediatamente, Melanie posiciona seus braços entre os braços do oponente, empurrando-o para longe com as mãos.

 
 

 

 

Figura. 3: Devido a distância aumentada, Melanie consegue posicionar um joelho (barreira Bong-Gerk) entre ela e o tronco do agressor. Ela agarra a cabeça do agressor com suas duas mãos e puxa, pressionando com o joelho, ao mesmo tempo, efetuando uma joelhada ao seu rosto/pescoço.

 
 

Uma vez que os músculos do pescoço (músculo Trapézio), juntamente com o músculo eretor de espinha, representam músculos relativamente fortes, é recomendável efetuar uma alavanca na cabeça, virando-a levemente para o lado. O oponente terá que utilizar os músculos laterias e mais fracos do pescoço, o que possibilita maior impacto da alavanca e facilita sua execução.

Wing Tsun Holzpuppe Modell

Exercício 95: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Imobilização Dos Braços + Chute

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 17: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas

Exercício 95: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Imobilização Dos Braços + Chute

 Posição Inicial

Oponente empurra os ombros para baixo. Melanie traz seus braços para dentro e empurra os ombros do agressor, mantendo a distância.

Figura. 1: O agressor está entre as pernas de Melanie e pressiona seus ombros contra o chão.

Figura. 2: Melanie posiciona seus braços entre os braços do oponente. Empurra os ombros do oponente para trás com ambos os braços e posiciona um dos joelhos em seu tronco, para manter a distância entre eles.

Melanie agarra os braços do oponente por dentro, e puxa, enquanto pressiona o esterno com o joelho. Melanie prepara-se para um chute.

Figura. 3: Enquanto se empurra para trás através da pressão do joelho, ela agarra os punhos do oponente.

Figura. 4: Agora ela controla o agressor com sua perna esquerda e o "estica" (puxando pelos braços e pressionando com a perna), preparando o golpe com a perna direita.

Em seguida, um chute ao queixo.

Figura. 5: O atacante "esticado" agora está sob controle e não tem muitas possibilidades de se defender contra o chute desferido, ao seu queixo, com a perna direita de Melanie.

 

   

Exercício 96: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Extensão Das Pernas Em Tesoura Em Volta do Pescoço

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 17: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas

Exercício 96: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Extensão Das Pernas Em Tesoura Em Volta do Pescoço

Execução:

Melanie coloca suas pernas ao redor dos pescoço, cruza as pernas e as estica. Esse movimento comprime as artérias carótidas do oponente, fazendo com que ele perca a consciência em pouco tempo.

g 96

Dica          
O movimento de esticamento das pernas produz uma grande força compressiva. Uma vez executada, essa técnica leva à interrupção do fluxo sanguíneo através das carótidas, resultando na perda da consciência do oponente. Desse modo, muito cuidado ao executá-la, pois a interrupção prolongada do fluxo sanguíneo ao cérebro pode causar danos neurológicos permanentes!

Figura: Durante os acontecimentos do conflito, as pernas de Melanie acabam ficando por sobre os ombros do agressor. Ela usa a oportunidade e cruza as pernas ao redor do pescoço do oponente.

g 96

 

 

Exercício 97: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Raspagem Utilizando Tesoura Com Bong-Gerk/Gan-Gerk

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 17: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas

Exercício 97: Oponente Entre Nós e Entre Nossas Pernas → Raspagem Utilizando Tesoura Com Bong-Gerk/Gan-Gerk

Posição Inicial

Melanie impede o avanço do oponente com os braços. Melanie usa Kwan-Sao para imobilizar os braços do oponente.

Figura. 1: O atacante tenta passar por entre as pernas de Melanie. Ela o empurra pelos ombros com os dois braços.

Figura. 2: Melanie imobiliza o braço direito do oponente com uma técnica Kwan-Sao, com a finalidade de tirar o seu apoio na raspagem que acontecerá a seguir.

Melanie empurra a cabeça do oponente pelo queixo, puxa o braço imobilizado do oponente e se vira, ficando de lado. A tesoura com Bong-Gerk/Gan-Gerk-consiste em movimentos contrários.
Figura. 3+3a: Melanie inclina seu corpo para um lado e simultaneamente pressiona para cima a cabeça do agressor, pelo queixo. O agressor não é capaz de se apoiar com a perna direita, vez que ela está controlada com uma técnica Gan-Gerk. Ela agora estica a sua perna que está na posição Bong-Gerk, direcionando a força para o lado. O oponente cai para o lado e de frente para Melanie.
Melanie agora controla o agressor da montada. Golpe final.
Figuras. 4+5 : Finalmente, Melanie "rola" para cima do agressor. Da montada, ela controla ambos os braços, um com o joelho e outro com o braço esquerdo. O caminho está livre - O cotovelo de Melanie atinge seu alvo.
Dica          
O princípio das raspagens é sempre o mesmo: encontre maneiras de tirar do agressor qualquer possibilidade de suporte ou estabilidade e tire o seu equilíbrio puxando, prendendo ou pressionando os seus membros.

 

 

 

 

 

 

Exercício 98: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Raspagem Utilizando Tan-Gerk-Interno

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 17: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas

Exercício 98: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Raspagem Utilizando Tan-Gerk Por Dentro /Gan-Gerk e Rotação do Queixo

Posição Inicial

Melanie executa um Kwan-Sao para tirar a base de sustentação do oponente. Melanie fica de lado e ao mesmo tempo gira a cabeça do agressor.

Figura. 1: O agressor tenta se aproximar de Melanie por entre suas pernas. Ela imobiliza o seu braço direito para tirar dele a possibilidade de apoio.

Figura. 2: Melanie agora também controla o joelho direito do agressor com um Gan-Gerk e pressiona o seu queixo para cima.

Enquanto Melanie varre uma das pernas do oponente via Gan-Gerk, com a outra ela levanta a outra com um Tan-Gerk interno - o oponente está desequilibrado e é incapaz de estabelecer uma base de sustentação. Melanie rola por sobre o oponente, controlando com seus joelhos e executa um ataque duplo com os polegares.

Figura. 3: O agressor agora não tem como se apoiar em seu lado direito. O Tan-Gerk de Melanie na parte interna da perna do oponente o inclina para o lado e ele cai com as costas no chão.

Figura. 4: Melanie "rola" junto com o agressor e controla ambos os seus braços com os joelhos na montada, efetuando um ataque duplo aos olhos com os polegares.

 

Dica          

O procedimento de raspagem demonstrado aqui corresponde ao do exercício anterior (Exercício 97: Oponente Sobre Nós e Entre Nossas Pernas → Raspagem Utilizando Tesoura Com Bong-Gerk/Gan-Gerk) com a diferença da utilização do Tan-Gerk. O controle duplo de joelhos (Figura. 4) deve ser a regra para pessoas mais pesadas, especialmente devido a relativa instabilidade dessa posição. Todavia, ao se "agarrar" ao tronco do oponente (utilizando os músculos adutores das pernas) enquanto aplica simultaneamente uma técnica de mão à cabeça, a estabilidade pode ser aumentada. Uma variante é controlar efetuando um gancho com uma das pernas sobre uma das pernas "anguladas" do agressor. 

 

 

 

 

 

 

Exercício 99: Oponente Montado → Raspagem, Fixação Com Bong-Gerk e Contra-Ataque

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 18: oponente Montado

Exercício 99: Oponente Montado → Raspagem, Fixação Com Bong-Gerk e Contra-Ataque

Posição Inicial

O agressor domina os braços na montada Melanie levanta seu tronco e executa uma cotovelada diagonal, liberando um dos braços.
Figuras. 1+2: O oponente está montado em Melanie e segura seus dois braços. Melanie tenta "rasteja" para conseguir espaço e mais mobilidade do tronco. Ela então leva seus cotovleos para frente e executa um movimento em diagonal para baixo, nos punhos do agressor (Kwai-Jarn). O efeito da alavanca com o cotovelo libera o seu braço direito.
O agressor é atingido por um Fak-Sao na garganta e desse modo é distraído por uma fração de segundo. Em seguida, uma projeção através da execução de uma ponte e de uma puxada pelo pescoço

Figuras. 3+4: Melanie utiliza seu braço livre para golpear o pescoço do agressor com o canto da mão (Fak-Sao). Após, segura e puxa  o oponente pelo pescoço, enquanto enquanto faz uma "ponte", levantando abruptamente seus quadris do chão (veja também Exercício 81: Exercício Básico Para Luta no Chão: A Ponte).

Melanie ainda mantém o contato com o pescoço do oponente e se prepara para puxar-se em direção a ele. Ela controla um dos braços do oponente e o seu tronco, com ajuda do peso corporal.
Figuras. 5+6: Mesmo tendo conseguido "ejetar' o agressor, Melanie ainda o segura pelo pescoço e se puxa de uma vez para cima dele. Ela controla ambos os braços do oponente, fixando um deles com um Bong-Gerk e aplica cotoveladas à cabeça dele.
Melanie prepara-se para desferir uma joelhada. Golpe final com uma joelhada

Figura. 6a+6b: Uma possível sequência alternativa seria uma joelhada à cabeça do oponente, após a sua queda no chão. 

Dica          
Para fazer com que a raspagem utilizando a ponte seja ainda mais efetiva, os pés devem estar próximos das nádegas e as pernas dobradas o máximo possível antes de "explodir" subindo os quadris. Desse modo o movimento possui mais "altura" (ou alcance). Caso não seja possível alcançar o pescoço do oponente, uma pegada também pode ser feita em sua roupa.

 

 

 

 

 

 

Exercício 100: Oponente Controla ou se Aproxima Lateralmente → Barreira-Com-Tan-Gerk + Joelhada ou Socos-Corrente

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 19: Agressor Nos Controla e se Aproxima Pelo Lado

Exercício 100: Oponente Controla ou se Aproxima Lateralmente → Barreira-Com-Tan-Gerk + Joelhada ou Socos-Corrente

exercício 100 a: Barreira-Tan + Joelhada

Melanie mantém o oponente distante utilizando uma barreira Tan-Gerk Melanie prepara a joelhada
Figura. 1: O oponente agarra Melanie pelos braços e quer se aproximar dela. Melanie executa uma barreira no tronco do oponente utilizando Jap-Gerk, para mantê-lo distante. Figura. 2: Logo após, efetua uma joelhada com sua perna esquerda.
O oponente é atingido pela joelhada.

Figura. 3: .e atinge o oponente na altura de suas costelas flutuantes.

 

 

Exercício 100 b: Barreira-Tan + Socos

Melanie impede o avanço do oponente com uma barreita Tan-Gerk e desfere socos em corrente.

Figura. 4: O oponente se aproxima de Melanie sem controlar os seus braços. Ela executa uma barreira com Tan-Gerk ao peito do agressor, para mantê-lo distante. Enquanto tenta avançar, caso o agressor entre no raio de alcance de seus braços, Melanie executa socos em corrente à sua cabeça.

 
 

Dica

 
 
 

A barreira Tan-Gerk é a contrapartida da técnica homônima Bong-Gerk. Esta técnica é apropriada para evitar que o oponente se aproxime lateralmente. É importante, devido a tentativa de efetuar o movimento de esticar a perna, manter sua parte inferior tensionada todo o tempo (caso relaxe a perna, o agressor passará sua guarda com facilidade).

 
 

  

 

Exercício 101: Defesa Contra Gravata Lateral no Chão → Alavanca no Nariz e Joelhada

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 19: Agressor Nos Controla e se Aproxima Pelo Lado

Exercício 101: Contra Estrangulamento Frontal Com as Costas no Chão → Alavanca no Nariz e Joelhada

Posição Inicial

O agressor tenta efetuar um estrangulamento Melanie empurra a cabeça do agressor para trás com uma alavanca no nariz.

Figura. 1: O agressor controla Melanie com um estrangulamento em posição deitada. 

Figura. 2: Melanie utiliza sua mão livre para empurrar a cabeça do agressor com uma alavanca pelo nariz. 

 Melanie executa uma joelhada.
Dica          
Para efetuar a alavanca pelo nariz, enquanto empurramos o nariz do agressor com o polegar, posicionamos os primeiros quatro dedos em sua testa, para melhorar a pegada e o controle. O oponente afasta sua cabeça devido a dor causada pelo empurrão realizado com o polegar. Porém, tenha cuidado: nunca coloque o dedo na boca do oponente -  ele pode te morder! Ao invés da alavanca empurrando o nariz, outras alternativas possíveis seriam puxar pelos cabelos ou pelos "buracos" das narinas. 
Figura. 3: Finalmente, ela executa uma joelhada à nuca do agressor. 

 

 

Exercício 102: Defesa Contra Gravata Lateral no Chão → Alavanca no Nariz, Controle da Cabeça e Tesoura Esticando as Pernas

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 19: Agressor Nos Controla e se Aproxima Pelo Lado

Exercício 102: Defesa Contra Gravata Lateral no Chão → Alavanca no Nariz, Controle da Cabeça e Tesoura Esticando as Pernas

Posição Inicial

O agressor tenta efetuar uma gravata lateral Melanie executa uma chave no nariz

Figuras. 1+2: O agressor tenta aplicar um estrangulamento frontal em Melanie. Melanie executa uma chave de nariz com sua mão livre, obrigando o agressor a afastar sua cabeça.

Melanie balança a perna direita por sobre a cabeça do agressor, capturando-a. Pressionando a cabeça

Figuras. 3+4: Enquanto Melanie executa a alavanca no nariz e empurra a cabeça do agressor, com a outra mão ela empurra o corpo do agressor e se afasta, rastejando pelos ombros. Ela agora prende a cabeça do oponente com seu joelho direito e a empurra para baixo se sua perna. 

Melanie executa uma tesoura com as pernas, estrangulando o agressor. Figuras. 5: Finalmente, Melanie aplica uma tesoura ao pescoço do oponente, estrangulando-p.

Exercício 103: Defesa Contra Gravata Lateral no Chão → Alavanca no Nariz, Fixação com Gan-Gerk e Ataque Com o Calcanhar

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 19: Oponente Nos Controla ou se Aproxima Pelo Lado

Exercício 103: Defesa Contra Gravata Lateral no Chão → Alavanca no Nariz, Fixação com Gan-Gerk e Ataque Com o Calcanhar

Posição Inicial

   
  Alavanca no nariz contra gravata                  Melanie captura a cabeça do agressor com as pernas.
   
 

Figuras. 1+2: O oponente tenta aplicar um estrangulamento pelo pescoço de Melanie. Melanie executa uma alavanca no nariz com sua mão livre - isso força o agressor a seguir o movimento. Melanie se empurra para longe do agressor. 

   
  Empurrando o peito do agressor e alinhando o próprio corpo       Levantando a perna para desferir um ataque com o calcanhar
 

Figuras. 2+3: ..fisga a cabeça do agressor com a articulação do joelho e a fixa pressionando contra sua outra perna.. Como o oponente é rotacionado, devido a depressão de seu eixo, a perna esquerda de Melanie fica livre. Enquanto ela controla o braço direito, utiliza sua perna esquerda para efetuar um movimento de ataque..

  Opção 1 - Ataque com o calcanhar ao plexo solar
 
 

Figura. 5: ..e ataca com um golpe Gan-Gerk-ao plexo solar do agressor.

 
 

Dica

 
 
  Opção 2 - Ataque com o calcanhar ao rosto
 
 

Figura. 5a: Alternativamente, o ataque pode ser executado visando a cabeça do agressor.

 

Neste exemplo, a técnica Gan-Gerk apenas é aplicável caso a perna correspondente (que estava por debaixo do agressor) tenha sido liberada. Se não for o caso, simplesmente execute uma "tesoura" com as pernas no pescoço do oponente (veja Exercício 102: Defesa Contra Gravata Lateral no Chão → Alavanca no Nariz, Controle da Cabeça e Tesoura Esticando as Pernas).

 

   

 

 

Wing Tsun Holzpuppe Modell

Exercício 104: Defesa Contra Gravata Lateral no Chão → Alavanca no Nariz, Libertação Com Gan-Gerk + Joelhara em Quatro Apoios

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 19: Oponente Nos Controla ou se Aproxima Pelo Lado

Exercício 104: Defesa Contra Gravata Lateral no Chão → Alavanca no Nariz, Libertação Com Gan-Gerk + Joelhara em Quatro Apoios

Posição Inicial

   
  Alavanca no nariz contra gravata           Melanie fisga a cabeça do oponente com as pernas.
 

Figura. 1+2: O agressor tenta aplicar uma gravata em Melanie. Melanie executa uma alavanca no nariz, com sua mão livre - isso força o agressor a seguir o movimento. Melanie se empurra para longe do agressor ..

  O oponente perde a pegada da gravata.
 
 

Figura. 3: ..fisga a cabeça do agressor com a articulação do joelho e a pressiona em direção ao chão..

 
 
  Melanie desfere uma joelhada à cabeça do agressor.  
 
 

Figura. 5: Nesta situação, ela pode puxar para trás a cabeça do agressor e efetuar uma joelhada na nuca. 

 
 
 

Dica

 
          Melanie empurra o oponente para frente numa posição de três apoios, e o controla, colocando seu peso corporal no ombro do agressor.  
 
 

Figura. 4: Instantaneamente Melanie acompanha o movimento do agressor e o domina seu tronco com o peso corporal e o pescoço com o antebraço direito, fazendo com o que os membros estejam pressionados e controlados.

 
  Ataque alternativo às costelas  
 
 

Figura. 5a: Alternativamente, existe também a possibilidade de efetuar uma joelhada nas costelas expostas do agressor. 

 
 

Enquanto está na posição de apoio, o peso corporal deve ser utilizado e uma pressão constante para frente em direção ao oponente deve ser mantida, pois provavelmente ele tentará virar-se em sua direção. Enquanto o atacante estiver na posição lateral, ele está incapacitado de utilizar suas armas corporais. Antes que ele consiga "virar o jogo", você deve se prevenir. 

Exercício 105: Defesa Contra Gravata Lateral no Chão → Raspagem Para o Lado Contrário + Joelhada

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 19: Oponente Nos Controla ou se Aproxima Pelo Lado

Exercício 105: Defesa Contra Gravata Lateral no Chão → Raspagem Para o Lado Contrário + Joelhada

Posição Inicial

O agressor tenta efetuar uma gravata lateral Melanie faz uma pegada na perna do agressor e a puxa em sua direção

Figura. 1: O agressor tenta aplicar uma gravata em Melanie enquanto controla, com sua perna esquerda, o braço direito dela.

Figura. 2: Melanie agarra o agressor pelo pescoço e simultaneamente puxa a perna direita dela para mais próximo dela.

Primeiramente, Melanie empurra o oponente para levantá-lo e criar um pequeno espaço, logo após, ela se movimenta de modo a ficar por debaixo dele.

Melanie faz uma rotação em seu próprio eixo, o que permite jogá-lo para o lado oposto.

Figura. 3: Agora ela rola em seu próprio eixo, para o lado contrário. Como ela já está bem próxima do oponente, pode "carregá-lo" consigo e facilmente efetuar o movimento de rolagem.  

Melanie mantém três apoios para ser capaz de desferir uma joelhada. Joelhada na cabeça, em seguida

Figura. 5+6: Melanie assume uma posição de apoio, rotaciona o oponente para o lado e controla os seus braços. Finalmente, ela executa uma joelhada na nuca, encerrando a situação. 

Dica
Ao jogarmos o oponente para o lado oposto, não estamos mais debaixo dele, justamente o contrário. é quase impossível, para um atacante mais pesado conseguir, com a força somente de seu braço, voltar para a posição inicial. Apenas por se agarrar ao oponente e deslocar o centro de gravidade para debaixo de seu corpo é possível levar pessoas, até duas vezes mais pesadas que nós, da maneira como é exposta no exemplo acima.   

 

 

 

 

Exercício 106: Contra 2 Braços Imobilizados → Rastejar Sobre os Ombros e Tesoura no Pescoço Utilizando as Pernas

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 19: Agressor Nos Controla e se Aproxima Pelo Lado

Exercício 106:  Contra 2 Braços Imobilizados → Rastejar Sobre os Ombros e Tesoura no Pescoço Utilizando as Pernas 

Posição Inicial

Agressor controla os braços de Melanie Melanie rasteja para longe do oponente, empurrando-se nele
Figuras. 1+2: O agressor controla Melanie lateralmente segurando-a pelos braços. Melanie se empurra com ambos os braços com um movimento descendente para longe do oponente e "rasteja" pelos ombros com as costas no chão, se distanciando ainda mais.
 Melanie executa um estrangulamento em tesoura com as pernas, no pescoço do agressor  O oponente é tirado de ação

Figuraa. 3+4: Finalmente ela captura a cabeça do oponente com a parte de trás de seus joelhos e executa uma tesoura ao seu pescoço. O oponente perde sua consciência. 

Dica
Se não for capaz de se empurrar se apoiando nos braços do oponente por cima, também será possível, ao invés disso fazê-lo se apoiando em seu quadril.

 

 

 

 

Exercício 107: Contra Fixação Com os Joelhos → Raspagem Utilizando Ponte + Joelhada

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 19: Oponente Nos Controla ou se aproxima Pelo Lado

Exercício 107: Contra Fixação Com os Joelhos → Raspagem Utilizando Ponte + Joelhada

Posição Inicial

 O oponente controla um dos braços, na posição 100kg  Melanie faz uma pegaa na perna do agressor e a puxa em sua direção

Figuras. 1+2: O oponente controla os braços de Melanie de uma posição lateral, com o joelho direito e os antebraços. Melanie segura a perna direita do agressor para que consiga ser capaz de fazer a raspagem, tirando suas possibilidades de sustentação.

 Por estar sem base de sustentação, o oponente é projetado  Melanie alinha-se, para poder atacar a cabeça do agressor
Figuras. 3+4: Melanie executa uma ponte com a finalidade de deslocar o oponente. Assim, enquanto vigorosamente levanta seus quadris do chão, estica o braço direito em um movimento diagonal em direção ao oponente. Seu peso corporal está distribuído entre as duas pernas e o ombro esquerdo. 
 Ela efetua uma joelhada à cabeça do agressor Figura. 5: Imediatamente ela agarra o pescoço do agressor, puxa e desfere uma joelhada no rosto.
Info
Particularmente, a técnica da ponte pode ser mais facilmente executada caso seja possível posicionar um braço sob a axila do braço do oponente que está esticado. Caso não seja possível, devido a ambos os seus braços estarem presos, execute o movimento mesmo assim, pois a pressão será transmitida ao eixo do tronco através dos braços. 

 

 

 

 

Exercício 108: Contra Estrangulamento Por Trás Enquanto Deitado → Rolamento Para a Frente + Joelhadas

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 20: Agressor Nos Estrangula Por Trás

Exercício 108: Contra Estrangulamento Por Trás Enquanto Deitado → Rolamento Para a Frente + Joelhadas

Posição Inicial

O oponente estrangula pela costas, deitado Ela tenta enfraquecer a pegada do oponente e colocar seu queixo entre o pescoço e o antebraço

Figura. 1: O agressor tenta estrangular Melanie por trás. Melanie segura o braço que efetua o estrangulamento, para aliviar a pressão em seu pescoço.

Figura. 2: Ela agora desliza o queixo para dentro, com a finalidade de estabilizar o pescoço. 

Melanie dobra ambos os joelhos para deixar o oponente em posição instável Ela executa um movimento de rolamento, por sobre um dos ombros

Figura. 3: Melanie puxa ambos os joelhos ao mesmo tempo.

Figura. 4: Eia puxa vigorosamente o braço do oponente para baixo e projeta o oponente para frente, como se fosse executar um rolamento por sobre o ombro. O oponente é lançado então. 

O oponente é agarrado pela cabeça A seguir, uma joelhada à cabeça do agressor

Figura. 5: Apesar de ser projetado, o opoente ainda continua efetuando o estrangulamento. Melanie agarra a cabeça do agressor por detrás (ou pelos cabelos).

Figura. 6: Ela puxa a cabeça do agressor para a frente e executa uma joelhada. 

Info
Após o rolamento sobre o ombro nos encontramos com as costas no chão e a barriga para cima. Dessa maneira, não necessariamente seremos capazes de nos livrar do estrangulamento, mas nossos braços se encontrarão livres para podermos efetuar outras ações. Para não lesionar o pescoço, não role por sobre a cabeça, mas de uma maneira diagonal, sobre os ombros. Se conseguirmos suficientemente o braço que executa o estrangulamento, poderemos até mesmo mordê-lo e liberar totalmente o pescoço! 

 

 

 

 

Exercício 109: Contra Estrangulamento Por Trás em Posição Sentada → Ataque aos Olhos Utilizando a Ponta dos Dedos

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 20: Agressor Nos Estrangula Por Trás

Exercício 109: Contra Estrangulamento Por Trás em Posição Sentada → Ataque aos Olhos Utilizando a Ponta dos Dedos

Posição Inicial

Melanie reage ao estrangulamento atacando o agressor primeiramente pelos cabelos e tenta enfraquecer a pegada Ela efetua uma pegada em forma de garra aos olhos
Figuras. 1+2: O atacante tenta estrangular Melanie por trás em uma posição sentada. Para atenuar o efeito do estrangulamento, Melanie puxa para baixo o braço que aperta seu pescoço pela frente. Com sua outra mão, ela puxa o oponente pelos cabelos e executa um ataque em garra aos seus olhos.
Dica
A atenuação do estrangulamento pode ser efetuada através de múltiplas cotoveladas descendentes direcionadas às coxas do oponente.  Ao invés da pegada em forma de garra, pode ser efetuado um uppercut ou um gancho. O que realmente importa nesse tipo de ataque é agir rápida e decisivamente, pois perdemos a consciência após apenas alguns segundos (interrupção do fluxo de sangue pelas artérias carótidas). 
 

 

 

 

 

Exercício 110: Soltura de Mão Contra Pegada Dupla Com Ambos Deitados (Pegada Firme) → Joelhada Descendente + Chute

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 21: Agressor e Vítima Deitados, Frente a Frente (Vítima com Ambos os Braços Presos)

Exercício 110: Soltura de Mão Contra Pegada Dupla Com Ambos Deitados Lateralmente (Pegada Firme) → Joelhada Descendente + Chute

Posição Inicial

  O oponente segura ambos os braços de Melanie enquanto deitado lateralmente
 
 

Figura. 1: Durante os acontecimentos da luta, tanto agressor quanto agredido caem ao chão, um de frente para o outro. Melanie é segurada por ambos os braços.

 
 
  Uma joelhada descendente aumenta a distância entre eles  
 
 

Figura. 3: A joelhada de Melanie ao peito do oponente afasta-a dele. 

 
 
 

   

 
 
         Melanie coloca o joelho entre ela e o agressor
 
 

Figura. 2: Devido a pegada afastada dos braços, Melanie é capaz de posicionar seu joelho entre os braços do oponente.

 
  Ela desfere um chute à cabela do agressor  
 
 

Figura. 4: Devido a maior distância, logo a seguir Melanie é capaz de executar um chute.

Wing Tsun Holzpuppe Modell

Exercício 111: Soltura de Mão Contra Pegada Dupla Com Ambos Deitados (Braços Próximos) → Joelhada Cortante, Fixação e Cotovelada

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 21: Agressor e Vítima Deitados, Frente a Frente (Vítima com Ambos os Braços Presos)

Exercício 111: Soltura de Mão Contra Pegada Dupla Com Ambos Deitados (Braços Próximos) → Joelhada Cortante, Fixação de Braço e Cotovelada

Posição Inicial

O oponente segura ambos os braços de Melanie enquanto se encontra deitado lateralmente. Início da liberação da pegada, utilizando o joelho

Figura. 1: Durante o confronto, agressor e agredido caem ao chão, um de frente para o outro. Melanie é segura pelos braços. 

Figura. 2: Como está incapacitada de efetuar uma joelhada diretamente à cabeça do agressor, Melanie levanta o joelho por sobre o braço dele.

Melanie traz o seu joelho por sobre o punho do agressor para ajudar a enfraquecer sua pegada A liberação da pegada foi bem-sucedida

Figuras. 3+4: Com um forte movimento descendente ela "corta" o braço do agressor - a pegada é perdida. Ao mesmo tempo, o braço é controlado pelo joelho. 

Melanie segura o agressor pela cabeça Ela desfere uma cotovelada

Figura. 5: Melanie agora usa sua mão livre para puxar o pescoço do agressor em direção da sua outra mão.

Figuras. 6+7: Agora ela segura o pescoço com a mão que ainda está sendo controlada e efetua uma cotovelada com a mão livre. 

O oponente é atingido.
Info
A pegada do pescoço em dois tempos (Figuras. 5-7) pode parecer complicada mas é necessária, principalmente pelo fato de uma das armas da defensora (referente ao lado com o qual ela está apoiada no chão, no exemplo demonstrado, o lado esquerdo) que poderiam ser utilizadas estarem controladas ou proibidas/restritas.

 

 

 

Exercício 112: Contra Pegada Dupla da Montada → Soltura de Mão Com Cotovelada Descendente

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 22: Defesas da Montada

Exercício 112: Contra Pegada Dupla da Montada → Soltura de Mão Com Cotovelada Descendente

Posição Inicial

O oponente segura os braços de Melanie enquanto está com as costas no chão Em seguida, Melanie libera a pegada do agressor com a ajuda de seu joelho O oponente, imobilizado, agora pode ser tirado de ação
Figura. 1-3: Durante os acontecimentos da luta, Melanie consegue montar no oponente, porém com as duas mãos presas. Melanie levanta uma das pernas e executa uma vigorosa joelhada descendente ao antebraço do atacante. Com sua mão livre, executa uma cotovelada descendente ao rosto do oponente.
Dica
Para garantir mais apoio na posição montada, agarre-se firmemente ao tronco do oponente, tensionando os músculos adutores.

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO - Parte 4: defesa contra corte e armas esfaqueamento
Exercício 113: Contra Ataque Frontal de Bastão → Esquiva + Lap-Sao + Ataque Com Polegar

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 23: Defesa de Mãos Vazias Contra um Ataque com Bastão

Exercício 113: Contra Ataque Frontal de Bastão → Esquiva + Lap-Sao + Ataque Com Polegar

Posição Inicial

  O oponente prepara-se para o ataque, Sifu mantém os braços em posição neutra
 
 

Figura. 1: Milenko arma o ataque. Sifu Dragos está em uma postura neutra e mantém os braços próximos ao corpo. 

 
 
  Sifu Dragos atinge o olho do oponente com seu polegar enquanto controla o braço com Lap-Sao, ao mesmo tempo.
 
 

Figura. 3: Sifus atinge o agressor com um ataque de polegar e controla o seu braço de ataque com Lap-Sao.

 
 
  Sifu transfere o peso corporal para sua perna esquerda, deste modo sua ação é empoderada.  
 
 

Figura. 5: Um golpe libertador com o canto da mão faz com que o agressor solte a arma.

 
 
 

Dica

 
  Esquiva através da rotação do corpo e de um passo  
 
 

Figura. 2: Sifu dá um passo diagonal em direção ao atacante enquanto ele inicia o movimento de rotação da parte superior do corpo..

 
 
  Sifu toma o bastão da mão do oponente e enfraquece a pegada com um golpe ao punho.
 
 

Figura. 4: Instantaneamente Sifu segura o objeto de ataque e, suportado com todo o peso de seu corpo, o puxa do agressor.

 
 
  "Virada de jogo" - Sifu Dragos prepara-se para o contra-ataque.
 
 

Figura. 6: Finalmente, Sifu utiliza a arma do agressor contra ele mesmo.

 
 

Execute o ataque com o polegar ao rosto do agressor um pouco antes de executar o controle de seu braço de ataque (Lap-Sao). A técnica terá sido executada corretamente caso seu ataque tenha efeito sem a utilização do Lap-Sao, fazendo com que a cabeça do agressor seja jogada para trás pelo impacto, sem ser capaz de finalizar seu movimento de ataque. 

 

   

Exercício 114: Contra Ataque de Bastão Cruzado → Passo Com Esquiva + Lap-Sao e Gan-Sao Alto

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 23: Defesa de Mãos Vazias Contra um Ataque com Bastão

Exercício 114: Contra Ataque Cruzado Com Bastão → Passo Com Esquiva + Lap-Sao e Gan-Sao Alto

Posição Inicial

Milenko se aproxima - Sifu Dragos está em posição neutra Sifu Dragos neutraliza o ataque, efetua Lap-Sao no punho e um Gan-Sao alto no ombro do atacante

Figura. 1: Milenko se aproxima. Sifu Dragos assume uma postura neutra. na qual ele mantém os braços próximos ao corpo. Desse modo, o agressor não é capaz de machucar os braços de Sifu.

Figura. 2: Milenko executa um golpe cruzado com o bastão, visando a cabeça de Sifu. Sifu dá um "falling-step" para o lado (veja Exercício 15: Exercício Básico Falling-Step do Cham-Kiu) e controla o punho do oponente enquanto sua mão esquerda executa um Gan-Sao alto ao ombro do agressor.
Início do contra-ataque A cotovelada de Sifu atinge a cabeça de Milenko
Figura. 3+4: Ao invés de desarmar o agressor, Sifu decide finalizar a situação o mais rápido possível, aplicando uma arma de K.O. Sifu puxa o agressor pelo pescoço, o puxa para trás e executa uma cotovelada empoderada por uma esquiva.
Dica

Devido a enorme vantagem antecipada de alcance de um oponente armado, mantenha sempre os braços próximos ao corpo. De outro modo, pode acontecer de o agressor atacá-lo muito cedo. No momento em que o oponente prepara seu movimento de ataque, você deve avançar em direção a  ele como um "sprinter" (atleta corredor em provas de atletismo), para bloqueá-lo logo no início. Uma vez que o ataque com o polegar da mão esquerda é incapaz de atingir livremente o agressor devido ao obstáculo representado por seu ombro, a técnica é utilizada simplesmente para empurrá-lo. Se a diferença entre as alturas do oponente e do agressor fossem diferentes, todavia, o ataque com o polegar poderia livremente atingir seu alvo em uma defesa contra um ataque de bastão "por fora".

 

 

 

 

Exercício 115: Contra Estocada de Bastão → Pak-Sao Lateral e Noj-Bong

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 23: Defesa de Mãos Vazias Contra um Ataque com Bastão

Exercício 115: Contra Estocada de Bastão → Pak-Sao Lateral e Noj-Bong

Posição Inicial

 
  Milenko se prepara para efetuar uma estocada - Sifu Dragos está em posição neutra  
 
 

Figuras.1+2: Sifu está em uma posição neutra. O agressor executa uma estocada com bastão ao estômago de Sifu. Sifu efetua uma esquiva e controla o braço de ataque do oponente, executando um Kao-Sao com a mão direita e um Lap-Sao para o lado com sua mão esquerda.

 
  Início do desarme  
 
  Sifu estabiliza o punho do agressor e pressiona o bastão para baixo  
 
  Início do contra-ataque  
 
 

Figuras. 5a/1 + 5a/2: Finalmente, Sifu executa uma estocada ao pescoço do oponente, segurando o bastão pelo final.

 
 
  Desvio com Pak-Sao- e controle com Noj-Bong
 
  A força de alavanca o faz perder a pegada  
 
 

Figuras.3-4a: Sifu desarma o oponente através de uma alavanca com a mão, direcionada simultaneamente para frente e para baixo. A mão esquerda de Sifu estabiliza o movimento.

 
 
  Sifu efetua uma estocada com a parte mais curta da pegada  
 
  Início do golpe final
 
  A parte mais longa da pegada agora atinge a face do oponente
 
 

Figuras. 5b/1 + 5b/2: Alternativamente, existe a possibilidade de contra-atacar, após desarmar o oponente, utilizando a outra parte mais longa do bastão para efetuar o impacto.

 

   

Exercício 116: Contra Ataque Vertical de Bastão → Man-Sao e Uppercut

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 23: Defesa de Mãos Vazias Contra um Ataque Com Bastão

Exercício 116: Contra Ataque Vertical de Bastão → Man-Sao e Uppercut

Posição Inicial

   
  Milenko se prepara para desferir um golpe com o bastão...   Sifu Dragos desvia o golpe do oponente saindo da linha de ataque enquanto protege sua cabeça com Man-Sao
   
 

Figura.1+2: Sifu está em um postura neutra. O agressor tenta acertar a cabeça de Sifu com um golpe de bastão de cima para baixo. Sifu primeiramente ergue seu braço em Man-Sao e dá um passo evasivo para o lado do agressor.

  O oponente avança em direção ao uppercut. O espaço vago entre os braços permite que o golpe penetre facilmente a guarda
 
  Golpe final com Pai-Jarn (cotovelo horizontal)
 
 

Dica

 
 
  Sifu se puxa pelo braço do agressor e inicia o movimento de rotação.
 

Figuras.3-5: Devido ao passo evasivo de Sifu, o o impacto do ataque do oponente não tem efeito. No momento em que Sifu puxa o braço que segura o bastão, com Lap-Sao, simultaneamente ele efetua um uppercut ao queixo. Sifu então prepara uma cotovelada enquanto controla o antebraço puxando-o para si. A cotovelada é empoderada por uma esquiva e atinge seu alvo. 

 

No exemplo acima, duas esquivas rápidas e sucessivas são executadas rapidamente. Na primeira, escapando do ataque indo para o lado do oponente e no momento de preparação para o segundo movimento. Execute ambas as esquivas em ritmo acelerado - comparável ao pêndulo de um relógio - isso dará mais força e dinamismo ao movimento de contra-ataque.
Observação:
 Pela época em que foram feitas essas imagens (1999), o Man-Sao retratado aqui representa o status de conhecimento disponível à época. Atualmente, recomendamos manter o punho virado para fora enquanto levanta o braço para desviar o ataque de bastão. A superfície delicada da ulna é, desse modo, protegida e o desvio de ataques verticais pode acontecer sem que haja lesões no antebraço. 

 

  

Exercício 117: Contra Estocada Com Faca (no Lugar) → Desarme Com Chute Rápido (Ponta Dos Pés e Com Calçado)

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição24: Defesa de Mãos Vazias Contra Faca

Exercício 117: Contra Estocada Com Faca (no Lugar) → Desarme Com Chute Rápido (Ponta Dos Pés e Com Calçado)

Posição Inicial

 
  O agressor se aproxima enquanto ameaça com uma faca     Desarme através de chute com a ponta do pé
 
 

Figuras.1+2: O agressor ameaça Sifu Dragos com uma faca, mantendo-a à altura da barriga. Sifu dá um passo para trás, para sair do alcance de um possível estocada. Pela transferência de peso para a sua perna de trás, um chute com a perna da frente agora é possível. Sifu executa um chute não telegrafado com a ponta do péh ao punho do agressor. O atacante perde sua faca e agora estará sujeito a lutar desarmado. 

  Variação de chute, quando o oponente mantém a faca apontada para baixo
 
 

Info

 
 

 

 

 

 

Figura. 2a: Caso o agressor mantenha uma pegada com a faca voltada para baixo, o chute para cima com a ponta dos pés não será possível. A solução, desse modo, será um chute giratório lateral.

 

Uma vez ciente de que um ataque de faca é uma situação de perigo de vida, você irá notar que é quase impossível defender um ataque de faca utilizando os braços. Assim é muito importante manter a maior distância possível do oponente durante todas as ações. Isso é possível andando para trás ou usando técnicas de chute. Devido a posição relativamente baixa da faca, na altura da barriga do agressor, podemos muito bem atingir seu punho. 

 

  

Wing Tsun Holzpuppe Modell

Exercício 118: Conta Estocada de Faca ou Corte Direcionado à Face (no Lugar) → Chute Baixo de Longo Alcance ao Tornozelo

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 24: Defesa de Mãos Vazias Contra Faca

Exercício 118: Conta Estocada de Faca ou Corte Direcionado à Face (no Lugar) → Chute Baixo de Longo Alcance ao Tornozelo

Exercício de Preparação

Posição inicial Sifu Dragos prepara-se para chutar Chute-lateral-baixo
Figuras. a-c: Sifu está de pé em frente ao saco de parede, em posição neutras. Ele transfere seu peso corporal para uma das pernas, afunda o joelho e executa um chute pouco acima do solo, à almofada mais baixa do saco de parece.

 Posição Inicial

O agressor tenta efetuar um corte na região da cabeça ou pescoço O oponente é atingido pelo chute
Sifu Dragos surpreende o agressor com um chute lateral baixo na "canela"
Figuras. 1, 2, 2a: O atacante ameaça Sifu com uma faca e se aproxima. Sifu dá um passo para trás e ao mesmo tempo executa um chute lateral baixo direcionado ao tornozelo do atacante.
Info
O chute direcionado ao tornozelo do oponente faz sentido quando este segura a faca em posição tão alta que seja difícil alcançar sua mão com um chute. Caso o chute executado seja forte e bem sucedido impede a continuação do ataque do oponente, devido a lesão ou dor.

 

 

 

 

Exercício 119: Contra Estocada ou Corte Direcionado ao Abdômen (Curta Distância) → Kwan-Escudo de Proteção e Lap-Sao/Fak-Sao

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 24: Defesa de Mãos Vazias Contra Faca

Exercício 119: Contra Estocada ou Corte Direcionado ao Abdômen (Curta Distância) → Kwan-Escudo de Proteção e Lap-Sao/Fak-Sao

Posição Inicial

  O agressor tenta efetuar um corte na região do tronco
 
 

Figuras. 1+2: Armado com uma faca, o agressor se aproxima de Sifu Dragos e executa um corte na altura da barriga. Sifu se desvi da faca com uma esquiva enquanto adicionalmente desvia o braço do agressor com seu Bong-Sao esquerdo baixo. O Tan-Sao como braço direito cobre o tronco adicionalmente.

 
 
  Sifu Dragos desvia a estocada e cobre o seu tronco utilizando Kwan-Sao
   
  Controle da arma utilizando Lap-Sao   Sifu Dragos atinge o pescoço do agressor com Fak-Sao
 

Figuras. 3+4: Sifu controla instantaneamente o punho do agressor, afastando-o de si com um Lap-Sao para baixo. Ao mesmo tempo, executa um Fak-Sao ao pescoço do agressor. 

Figura. 4a: Alternativamente ao Fak-Sao, um ataque com a mão em forma de garra pode ser executado aos olhos do atacante. 

 
 

Info

 
 
  Pegada alternativa, em forma de garra
 

As soluções apresentadas podem ser brutais, mas precisa ser lembrado que um ataque de faca é uma situação de vida ou morte que justifica tais ações. A defesa de estocadas com as mãos é o último recurso, caso estejamos encurralados ou não tenhamos outras oportunidades de ganhar espaço. No momento do contato dos braços do oponente com os nossos, se possível, não o faça expondo a parte de "dentro" do antebraço, onde estão localizados os tendões e muitos vasos sanguíneos. Em um corte acidental pode, portanto, diminuir o risco de lesões mais graves.

 

    

Exercício 120: Contra Corte em Diagonal Direcionado à Parte Superior (Curta Distância) → BiuFak, Puxada Com os Dois Braços e Joelhada

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 24: Defesa de Mãos Vazias Contra Faca

Exercício 120: Contra Corte em Diagonal Direcionado à Parte Superior (Curta Distância) → BiuFak, Puxada Com os Dois Braços e Joelhada

Posição Inicial

  O oponente tenta efetuar um corte "alto"
 
 

Figuras. 1+2: Armado com uma faca, o agressor se aproxima de Sifu Dragos e desfere um corte contra sua cabeça. Sifu dá um pequeno passo para o lado e simultaneamente move seu braço para frente (Fok-Sao). Deste modo, o ataque não atinge sua cabeça e é desviado para o vazio.

 
 
  Sifu Dragos imobiliza o agressor com uma pegada dupla em seu braço direito
 
  Sifu desvia o corte utilizando Biu-Fak  
 
  Sifu se puxa em direção ao oponente e desfere uma joelhada
 

Figuras. 3+4: Sifu controla o punho do atacante com um Lap-Sao. Seu segundo braço pressiona o braço do oponente para cima (Tok-Sao). Sifu dá um passo à frente com sua perna esquerda e se puxa em direção ao oponente. A joelhada seguinte é executada com a perna de trás e desta forma possui força o suficiente para deixar o oponente criticamente incapacitado. 

 

Dica

 
 
 

A puxada no braço do oponente deve ser efetuada de tal modo que não o permita realizar um movimento de proteção com o cotovelo. Caso contrário, pode acontecer de nosso joelho ser lesionado por uma eventual colisão.

 
 

    

 

Exercício 121: Contra Corte Diagonal Descendente (Curta distância) → Gan-Sao Alto, Fak-Sao e Joelhada

WING TSUN CLÁSSICO ESTENDIDO

Lição 24: Defesa de Mãos Vazias Contra Faca

Exercício 121: Contra Corte Diagonal Descendente (Curta distância) → Gan-Sao Alto, Fak-Sao e Joelhada

Posição Inicial

   
  O oponente inicia o seu ataque   O  Gan-Sao alto de Sifu frustra o ataque
   
 

Figuras. 1+2: Armado com uma faca, o agressor se aproxima de Sifu Dragos e executa um corte diagonal descendente visando o pescoço. Sifu executa uma esquiva com "falling-step" (Passo do Cham-Kiu) e executa um Gan-Sao alto ao antebraço do agressor. O braço do agressor será impedido pelo movimento do tronco de Sifu (e dependendo da força, poderá ser ferido ou desarmado).

  Lap-Sao no braço esquerdo e Fak-Sao ao pescoço
 
 

Figura. 3: Logo após, Sifu controla o braço do oponente com a mão esquerda fazendo Lap-Sao e executa um Fak-Sao ao pescoço.

 
 
  Joelhada com puxada pelo pescoço  
 
 

Dica

 
 
  Cotovelada em curta distância  
 
 

Figura. 3a: Caso o agressor diminua a distância e se aproxime após a execução de nossa primeira defesa com Gan-Sao, é possível aplicar uma cotovelada reversa à sua cabeça.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Figura. 4: Finalmente, Sifu agarra o agressor pelo pescoço, puxa para baixo utilizando a força da gravidade e dá uma joelhada no plexo solar.   

 

Não execute o Gan-Sao alto diretamente ao punho do agressor, mas no antebraço. A razão é o risco potencial de um corte acidental. Com a intensidade apropriada, o oponente larga a arma após a colisão dos braços.

 

    

DRAGOS WING TSUN
DWT 1.0: Quick-Defence (Programa completo dos graus de estudante)

DRAGOS WING TSUN - QuickDefence

153 Exercícios Gratuitos Sobre a Sistemática de Luta do DWT 1.0

 153 Exercícios Gratuitos Sobre a Sistemática de Luta do DWT 1.0

DRAGOS WING TSUN-QuickDefence inclui os programas dos Graus de Estudante (SGs) 1 ao 4. A coleção de vídeos a seguir compreende 153 vídeos e guia o curioso/entusiasta através dos primórdios do DRAGOS WING TSUN (DWT 1.0). O atual DWT 3.0 é muito mais desenvolvido em sua forma do que o demonstrado aqui. No entanto, esperamos que o leigo/curioso consigam extrair benefícios das performances aqui expostas. A versão atual do DRAGOS WING TSUN 3.0 é ensinada sob a forma de seminários presenciais, bem como através da DWT-Online-Academy.

DWT 1.0: Sequência Técnica- Slideshow (Fragmentos dos primeiros anos da WT-Masters-Academy)

Série Técnica-Slideshow DRAGOS WING TSUN 1.0

Sequência de Imagens Dos Primórdios do DRAGOS WING TSUN (2003 - 2006)

As séries técnicas a seguir foram criadas nos primórdios do DRAGOS WING TSUN (DWT 1.0), nos quais o Wing Tsun Kung Fu clássico foi suplementado e modificado pelos conceitos do DWT. Os pontos fracos historicamente condicionados precisavam ser corrigidos. Numerosos conceitos historicamente desconhecidos como "força relativa", proteção em 3 níveis, isometria, sistemática de luta, estratégias de luta sem contato, trabalho de espaço, transferência do trabalho de pernas das armas para a parte desarmada do sistema, adaptação da utilização das armas ao princípio de "dentro e fora" entre muitos outros, foram introduzidos ao tradicional Sistema WT. Através dos anos, finalmente emergiu um conceito geral independente - o Sistema DRAGOS WING TSUN, que é externamente muito diferente do WT tradicional. Esse processo de refinamento e melhoramento continua até hoje e é uma parte da filosofia do DWT (similar ao Kaizen japonês; "melhoria contínua"). O DWT 3.0 é, em sua forma, a variante mais avançada do DWT. Ele pode ser aprendido sob a forma de seminários presenciais, bem como junto a DWT-Online-Academy.

Os fragmentos mostrados aqui são essencialmente sequências de imagens publicadas entre 2004-2010 no periódico "Kampfkunst International". Mais de 100 séries técnicas foram publicadas, o que ajudou a trazer um grande reconhecimento ao DWT.

Dica: Utilize as setas direcionais do seu teclado para uma rolagem mais rápida                      

                                                                                                     

View the embedded image gallery online at:
http://dragoswingtsun.com.br/index.php/gallerie#sigFreeId1f67ea62aa

 

DWT 1.0: Artigos Técnicos-Fragmentos da "Kampfkunst-International"

Artigos Técnicos-Fragmentos da "Kampfkunst-International" (DWT 1.0)

Impressões Dos Primórdios da WT-Masters-Academy (Treinamentos Intensivos) (2003 - 2006)

As séries técnicas abaixo foram criadas durante os primeiros anos do DRAGOS WING TSUN (DWT 1.0), nos quais o Wing Tsun Kung Fu clássico foi, passo a passo, complementado e modificado através de conceitos do DWT.

A seguir você encontrará alguns fragmentos de séries técnicas demonstradas, entre 2004 - 2010, publicadas no periódico "Kampfkunst International".

Nota: Infelizmente, muitos dos PDFs originais foram perdidos, graças a avaria de um HD que continha os arquivos armazenados. Desta forma, publicamos apenas fragmentos das séries de fotografias originalmente publicadas - pedimos sua compreensão!

Fragmentos da "Kampfkunst-International" (DWT 1.0)

Technikserien-Gratis-Auszüge KKI-Artikel zum Downloaden (PDF-Downloads)

Fachbeitrag Weichheit und Härte
Fachbeitrag Vier-Schritte-Modell der Verteidigung
Fachbeitrag Angriffskonzept
Fachbeitrag Würfe
Fachbeitrag Rückwärtsgehen
Fachbeitrag Mythos Langstock
Fachbeitrag Entwaffnungen
KKI-Auszug-WT-Concepts-Kampfsystematik1
KKI-Auszug-WT-Concepts-Kampfsystematik2
KKI-Auszug-WT-Concepts-Körper-und-Bewegungsstruktur
KKI-Auszug-WT-Concepts-Zentrallinie
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge1
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge12
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge13
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge14
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge15
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge16
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge17
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge18
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge19
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge20
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge21
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge22
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge23
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge26
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge29
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge30
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge33
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge34
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge48
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge54
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge61
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge62
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge66
KKI-Auszug-WT-Concepts-Folge68

 

DWT 3.0 : Treino de Formas - Siu Nim Tao-, Chum Kiu-, Biu Tze-e Forma do Boneco de Madeira

FORMAS DO DRAGOS WING TSUN 

As Formas Desarmadas ("de Mãos Vazias") 

Entre as formas desarmadas do DWT estão o Siu Nim Tao ("Forma Simplificada"), Cham Kiu ("Braços Que Procuram") , Biu Tze ("Dedos-Perfurantes") e Mok Yan Chong Fat ("Coluna-Usada-Como-Boneco", ou. simplesmente Forma do Boneco de Madeira). O treino de formas permite ao aluno se familiarizar com a maioria dos padrões mais comuns de movimento. O primeiro passo envolve primeiramente repetir os movimentos sozinho, tão quanto seja necessário, até que eles possam executados fluentemente. A partir de um estado de introspecção (imersão/contemplação interna), eventualmente cresce a capacidade de prestar atenção ao mundo exterior. Apenas dessa maneira os padrões de movimentos preservados nas formas poderão ser aplicados. 

O Significado Detalhado Das Formas

Siu Nim Tao-Form serve para aprender a memória muscular necessária para a geração de força.

Cham Kiu-Form inclui padrões de isolamento, projeções e suas defesas.

BiuTze-Form inclui soluções de emergência contra isolamento, colapso de posições de braço, braços presos, colisões inevitáveis, perda de equilíbrio, soluções contra múltiplos atacantes e outros cenários.

Forma do Boneco de Madeira foca em estratégias de flanqueamento e aquisição da chamada "força-relativa". Ao mesmo tempo, técnicas perigosas podem ser treinadas com força total.

As formas mostradas aqui são explicadas detalhadamente na DRAGOS WING TSUN Online-Academy. Recomendamos que os visitantes de nossos seminários se familiarizem antecipadamente com as 3 primeiras formas. 


Para poder acessar os vídeos das formas, por favor clique Nesse Link ou na figura abaixo!

Treinamento das formas do DRAGOS WING TSUN

 

DWT 3.0: Fragmentos e Amostras da DWT-Online-Academy


DRAGOS WING TSUN ONLINE ACADEMY

Fragmentos e amostras da DWT-ONLINE-ACADEMY

Fragmentos e Amostras da DWT-Online-Academy

Fragmentos e amostras do programa de ensino do DRAGOS WING TSUN

A coleção de vídeos a seguir mostra trechos do programa de ensino do DRAGOS WING TSUN e compreende o sistema completo, desde o Siu Nim Tao até as técnicas mais avançadas do nível Bart Cham Dao. É composta por mais de 800 vídeos, em alemão e inglês. Os participantes de nossos seminários presenciais (WT-Masters-Academy/formação intensiva) podem acessar livremente essa documentação Online. Não membros também podem adquirir estes vídeos.